AssistindoJogandoReflexões & Opiniões

Nostalgia | A aura sentimentalóide de Mega Man… (+)

Mais um daqueles posts “bons tempos que não voltam mais”

 Em 8-bits não era nada parecido com essa cena acima, mas como era criança na época, minhas habilidades imaginativas eram bem maiores do que hoje em dia quando olho para Mega Man 9 e 10. Meus olhos já não enxergam mais como antes…

Falar de Mega Man sempre rola aquele sentimento de saudade, de tudo que essa franquia representou na infância de muitos gamers e hoje em dia ela não significa quase nada pra essa nova geração de gamers. Aquele sentimento de abandono. Aquela impressão de uma franquia quebrada e mutilada ao longo destes 25 anos entre spin-offs malucos e nem sempre bons. E sempre existe aquela esperança de que algum dia ela ressurja das cinzas. Somos, a velha guarda, bobões e babões por Mega Man.

Dos desenhos da minha infância guardo com carinho aqueles baseados em videogames, como as séries malucas do Sonic, os engraçados desenhos do Super Mario e a curta série do Mega Man. A musiquinha até hoje ecoa pela cabeça (“É a ferro e fogo, Mega Man! Ele é puro aço Mega Man!”). É estranho ver a carreira do Mega Man quando olho para a carreira de personagens como Sonic e Mario, que continuam na ativa até hoje e conseguiram manter suas origens e suas essências. Mega Man não conseguiu nada disso. Ao longo dos anos ele teve tanta coisa maluca, tanta coisa absurda, tanta série alternativa que abria ainda mais esse abismo entre as premissas da franquia original. Mega Man X faz tanto sucesso na comunidade gamer e nunca ganhou um animê de verdade (apenas curtas inseridos em alguns games), enquanto até mesmo Sonic teve “Sonic X” que durou muito mais do que deveria e que surpreendeu muitos fãs por isso.

Ano passado quando a Ubisoft nos presenteou com Rayman Origins, com aqueles belíssimos gráficos, side-scrolling, provando que o gênero plataforma 2D estava muito longe de ser extinto, automaticamente pensei em Mega Man. Como seria bonito um Mega Man com essa vibe de Rayman Origins. Gráficos de altíssima definição, tela gigantescas e talvez até mesmo um modo multiplayer cooperativo, já que espaço em tela é o que não falta usando o modelo de Rayman. O antigo Contra já era divertido com um segundo jogador, imagine um Mega Man em cooperativo? Fico pensando naquela coisa horrível que a Capcom e o Keiji Inafune fizeram em Mega Man 9 e 10 no formato digital. Não que estes games não tenha a essência do primeiro joguinho da série, o problema é que eles não possuem qualquer apelo chamativo para competir com os games de hoje em dia. Parecem deslocados de seu tempo.

Penso no descaso que Mega Man vem recebendo desde que seu criador deixou a Capcom, dos últimos games anunciados e posteriormente cancelados. Mega Man Universe, assim como Mega Man Legends, mereciam uma chance a meu ver. Não acredito que nenhum deles conseguiriam trazer Mega Man de volta aos pesos-pesados dos games dos dias de hoje, mas tinham premissas que poderiam trazer um pouco de felicidade aos seus fãs. Também me entristece ver um Ultimate Marvel VS Capcom 3 com um Zero usando roupa de Mega Man, fingindo ser algo que não é. É como colocar apenas o Luigi em Super Smash Bros e ignorar o Mario. Alias falando em Super Smash Bros ainda sinto a dor no coração por ver Sonic como convidado especial em Brawl e ver que ninguém lembrou ou correu atrás para colocar Mega Man no rol de personagens.

Mega Man hoje em dia é isso. Tem esse status de algo sentimentaloide. Que foi bom no passado e depois se tentou inventar demais. Fugiu muito das origens. Perdeu-se, ficou ultrapassado, vem ao longo dos anos sofrendo com o desrespeito da empresa que detém seus direitos. Nunca vai conseguir voltar, mas todo mundo que jogou os primeiros jogos do azulzinho tem a esperança de que algum dia ele retorne com o glamour que merece, com a qualidade que muitos sonham.

Mas não é fácil… não é.

Obs: hora dos créditos das imagens. A que abre o post, com o Protoman se pegando com o Mega é lá do DeviantArt, usuário MaximoVLorenzo. A que encerra o post é do site Albino Raven, mas não encontrei o link original dela dentro dele.

Obs 2: estou sempre pedindo o desenho dos anos 90 do Mega Man lá no Netflix. Mas nunca deram sinal de que algum dia isso possa acontecer. Pessoal bem que podia dar uma força e sugerir isso no Facebook deles, né? Outro que vivo pedindo por lá é o desenho do Super Mario. Faz falta esses clássicos no serviço…

———————————-

Ressalva EXP+

Conforme o leitor Thiago Barros lembrou nos comentários acabei cometendo o pecado de esquecer de mencionar que atualmente o Mega Man possui uma revista em quadrinhos nos Estados Unidos que está sendo produzido pela Archie Comics (que também faz os quadrinhos do Sonic, que existe desde os anos 90 ininterruptamente). A HQ do Mega Men é sem sombra de dúvida o único resquício do pilares originais da franquia, bem fiel ao universo dos primeiros games. Já cheguei a comentar aqui no blog em uma oportunidade (leia aqui). É realmente uma série que honra com máxima qualidade a memória do Mega. E já fiquei sabendo pelo Thiago, que pertence a equipe do site Sonic Tales, que em 2013 a Archie estará preparando um crossover entre os quadrinhos do Sonic e Mega Man. WOW! Vejam imagens e mais detalhes aqui.

———————————-

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios