AssistindoMiscelâneaReflexões & Opiniões

Cartoon Network BR e o conteúdo para 2013!

Você ainda é daqueles que acha que o CN não vale mais a pena? Dê uma chance!

É fato que eu vejo muitos comentários pela internet de antigos telespectadores do Cartoon Network chorando porque acham que o canal se perdeu e não é mais como era nos primórdios dos anos 90, quando exibia apenas e exclusivamente desenhos animados. É verdade sim que o Cartoon Network mudou pra caramba e que há uns dois anos atrás a line-up do canal estava fraquíssima ao ponto de dar pena, com reprises exaustivas e Ben 10 entupindo a programação. Continua assim? A meu ver, não mais.

De 2011 pra cá o Cartoon Network sofreu várias reformas visuais em sua programação, sendo que a última foi agora em novembro, aprimorando suas vinhetas. Muitas estréias de programas também aconteceram e com isso o canal passou a trazer mais conteúdos inéditos com maior frequência. Entre essas estréias estão sucessos como Hora de Aventura e Apenas um Show, onde uma vez por semana, o canal exibe ao menos um episódio inédito (sempre as segundas às 20h).

Ben 10 continua, mas está bem menos invasivo do que alguns anos atrás. Tem seu bloco de horário e não enche mais tanto o saco. A impressão que tenho é que a marca enfraqueceu. Hora de Aventura parece ser o novo xodó do Cartoon Network, o que é excelente, pois o programa parece agradar uma faixa etária de público bem mais dinâmica. Ainda que ache que Apenas um Show chega a ser bem mais engraçado e insano, e felizmente o programa deu muito certo no Brasil fazendo dobradinha com Hora de Aventura sempre que possível dentro da programação do canal.

A programação do canal também está melhor organizada ultimamente. Com dias e horários certos para estréias e exibições de conteúdo inédito. E o canal aprendeu que as vezes é melhor exibir um episódio inédito por semana, fazendo um bom desenho durar meses nas programação, do que pegar o programa, jogar o mesmo de segunda a sexta e em 3 ou 4 semanas terem acabado com os episódios inéditos (ainda que esse ano ela tenha feito essa merda com alguns desenhos, como Thundercats).

Isso não significa que o canal voltou as suas origens de exibir apenas desenhos, pelo contrário, os blocos de filmes aumentaram muito. Tem praticamente todos os dias (as 15h e as 21h). Acho um saco, mas entendo porque quase todos os canais infantis usam desse recurso hoje em dia. O segredo é saber o dia e hora dos programas que você curte, fugindo assim das coisas descartáveis que não só o Cartoon Network possui, mas qualquer canal da TV por Assinatura. Por exemplo, acho o Disney Channel muito mais irritante, com suas séries live-action a todo momento, do que o CN. Falando em séries live-action, o Cartoon Network também começou a produzir esse conteúdo, mas é bem menos invasivo. Mr. Young é terrivelmente ruim, enquanto Level Up, apesar de não ter assistido nenhum episódio (estreou recentemente) tem uma pegada bem mais interessante e bacana (brincando com RPG e Gamers).

Uns dos pontos que vale a pena mencionar é que o CN antigo exibia muito mais ânimes e o atual se limita apenas a Dragon Ball Z, Naruto e Pokémon. Isso é ruim, mas entendo porque o canal hoje em dia se preocupa muito mais com suas próprias produções do que licenciamento de programas japoneses. Hoje em dia o desenho também é uma marca, onde ele precisa ser rentável em outros mercados para crianças. Ben 10 é o maior exemplo do canal nos últimos anos. Fora toda a problemática com dublagem (os fãs de animê na web não curtem), com censura e com a longevidade de alguns títulos. Não é só o Cartoon que abandonou os animês, mas a TV brasileira em geral fez isso. Mas ainda tem quem sonhe com o retorno do Toonami aqui na América Latina, tal qual aconteceu nos Estados Unidos recentemente. Essas coisas acabam com o tempo dependendo do feedback do público do canal.


(Promo do Toonami do Cartoon Network US)

Para terminar, se você viu o vídeo que abre o post, deve ter visto uma tonelada de desenhos, né? O que vale a pena ali? Bem, particularmente eu me amarro em Hora de Aventura e Apenas um Show, já mencionados lá no começo da matéria. São desenhos que causam uma sensação estranheza no começo, mas depois que você entende o jeitão de cada um fica impossível não assistir. Hora de Aventura é mais estranho porque num primeiro momento ele parece visualmente infantil, mas logo você percebe que não é bem assim. E a dublagem nacional de ambos é um show parte.

Depois tem MAD que estreou no Brasil recentemente e parece ter agradado muita gente. Fora o time nacional de dubladores que estão fazendo a nossa versão ser bem adaptada e engraçada. Tem algumas GAGs que dão mais certo lá fora do que aqui, mas tem muita coisa que acaba casa bem com o nosso tipo de humor. Nunca gostei da MAD como revista, mas a versão de TV tem blocos e tiradas bem boladas.

O Incrível Mundo de Gumball é um desenho que no começo achei que seria péssimo, mas depois que entendi o estilo visual, percebi que ele é muito mais do que aparenta ser. Tem boas piadas para adultos, mas também agrada as crianças e o visual tosco do desenho (que mescla muitas bizarrisses do mundo da animação) é um show a parte. O formato da animação é uma das coisas que faz Gumball ser um desenho único. Realmente nunca vi uma animação como Gumball, mesclando várias técnicas de animação (2D, CGI, live-action e por aí vai) numa coisa só. O humor é afiado, debochado e absurdo.

The Looney Tunes Show, Scooby-Doo Mistérios SA, Justiça Jovem, Lanterna Verde, Star Wars: The Clone Wars e Transformers Prime são séries que divertem. Não são desenhos ruins e cada um tem seu próprio público. Desses os meus favoritos são The Looney Tunes Show e Justiça Jovem. Scooby-Doo Mistérios SA eu perdi alguns episódios e essa nova série do Scooby anda meio perdido na programação atual (carece de reprises cronológicas), e ela tem uma cronologia e uma história interligada entre capítulos que levam a um mistério maior. Lembra o formato de uma série mesmo. Tem episódios muito bons e episódios méh, porém gostei da ideia de criar relacionamentos (Fred e Daphne / Salchicha e Velma) e desenvolver os personagens com o desenrolar da história. Lanterna Verde é bacana pra quem curte as HQs e tem curiosidades em conhecer melhor esse universo, mas tem uma animação em CGI bem fraca, não chega aos pés da CGI de Star Wars: The Clone Wars, por exemplo. Transformers Prime até tenho curiosidade de ver, mas perdi o começo e ainda não tive saco pra correr atrás da cronologia dessa série.

Outra coisa que não me incomoda no Cartoon é o desenho animado do Chaves. A série live-action, que cansei de ver nos meus dias de criança no SBT e não tenho mais saco de ver, também passa, porém o desenho animado me cativa mais. A animação permite novas piadas, algumas modernizações e coisas que não dá mais pra fazer no Chaves clássico (porque a série não existe mais e uma penca de atores já morreram). Acho que é um Chaves bacana pra uma nova geração de crianças, e me divirto quando rolam novas piadas ou situações na série animada. Não chega a ser tão bom quando o clássico na opinião dos críticos e fãs, mas pra mim, é uma excelente refrescada numa franquia em que as pessoas chegam até mesmo a decorar falas e situações de dezenas de episódios.

Falando em clássicos, a animação do Sítio do Pica Pau Amarelo que é uma produção nacional tem uma qualidade que impressiona. Não é um desenho fenomenal, mas não faz feio em alguns episódios. Pena que não aprofunda muito e não sabe muito bem como instigar esse universo criado por Monteiro Lobato. Ao menos é essa a sensação que tive vendo alguns poucos episódios.

Dentro das estréia para o próximo ano, quero muito conferir a série em CGI da franquia Como Treinar seu Dragão. O episódio piloto está sendo exibido esse mês no Cartoon Network, mas ainda não consegui ver ainda e a versão legendada que você pode ver na internet pela baía dos piratas não me cativou muito (eu gosto de desenhos dublados mesmo). Beware Batman é outra série que estou aguardando com certa ansiedade, já que Batman: Os Bravos e Destemidos não me cativou muito. E a nova série do morcegão será em CGI também, indo na onda de produções como as Tartarugas Ninjas da Nickelodeon (que ficou sensacional por sinal). New Teen Titans também vai ser massa, pois eu sou fã da antiga série animada, ainda que ela seja bem diferente das HQs. Uma pena que ainda não se sabe se o bloco DC Nation virá pro Brasil, pois queria muito ver os curtas animados exibidos nesse  bloco. E puxa, até Duelo Xiaolin irá retornar numa nova série! Isso sem falar na nova leva de episódios de Pokémon (em Janeiro vão reexibir a temporada Black & White pra quem perdeu).

Enfim, o Cartoon Network pode não ser o mesmo de antigamente, mas é inegável que ele melhorou muito nestes últimos anos. Produzindo um conteúdo que abrange um público de várias faixas etárias e não apenas a criançada com menos de 10 anos. Talvez o canal esteja querendo crescer junto com seu público que conheceu o canal na explosão Ben 10, o que faz sentido. Está se apostando em programas diferentes, tipos de animações distintas e aprendendo melhor como gerenciar seu conteúdo, para que sempre tenha algo novo na grade.

E se você sente saudades do CN antigo. Aquele de Dexter, Johnny Bravo, Samurai Jack, Du, Dudu e Edu, A Vaca e o Frango, Coragem, o Cão Covarde e afins, bem… eu só posso dizer que esses clássicos ainda existem e são exibidos diariamente. Eles não foram esquecidos. Infelizmente você tem apenas duas opções pra assistir esses programas: um receptor que grave a programação ou uma empresa de TV por Assinatura que tenha o canal Tooncast. No Cartoon Network você irá encontrar os clássicos do canal nas madrugadas (das 04h até as 06h). Num bloco chamado Cartoon Zaum, onde exibem uma salada destes clássicos (numa mistureba) da fase de ouro. Enquanto que no Tooncast, o canal inteiro é basicamente composto por estas atrações. É como voltar no tempo e lembrar como era o Cartoon Network nos anos 90. Mas não se afobe, eu ainda irei fazer um especial sobre o Tooncast por aqui. Deixa então pra conversar sobre esse canal num outro dia.

Cartoon Network em 2013 promete algumas coisas divertidas. Quem ainda está fazendo careta pro canal, dizendo que não tem mais nada de bom nele, está perdendo alguns desenhos de excelente qualidade. Fique avisado então!

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios