MiscelâneaReflexões & Opiniões

O Concerto 12 12 12

Beatles + Nirvana = Diversão Musical

Com o propósito de arrecadar fundos para ajudar todas as pessoas de Nova York e Nova Jersey que foram afetadas pelo fenômeno climático Sandy, o concerto foi gravado no Madison Square Garden e contou com a participação de grandes astros da música.

Pelo o que deu pra ver, o concerto foi bem abrangente, considerando que arrecadou cerca de US$ 30 milhões, mesmo sabendo que o prejuízo chegou na casa dos US$ Bilhões a iniciativa valeu a pena, pois mostrou um pouco do trabalho que está sendo realizado, e em geral mostrou o quanto cada um pode ajudar. Massa ver os “astros” fazendo sua parte.

O concerto tinha um toque especial para quem é amante de música, pois tinha a proposta de unir os remanescentes do “Nirvana” com o “Beatle Paul McCartney”, e é disso que eu quero falar.

Interessante demais ver os grandes astros da musica tocando nesses eventos “beneficentes”, pois sempre sobram alguns momentos marcantes, e como podem ver na lista abaixo, não faltaram grandes nomes:

Ok, eu não tive coragem de assistir o Kanye West, mas dei uma passada em praticamente todos os outros, e os destaques que tenho são: a bela união de “Roger Waters” e “Eddie Vedder” em “Comfortable Numb” do “Pink Floyd”, e ver os remanescentes do “The Who” (“Roger Daltrey” e “Pete Townshend”) ao vivo sempre me causa arrepios, pois pra mim “The Who” é uma banda muito desvalorizada, principalmente aqui no Brasil, e pra causar polêmica os considero muito maiores do que os “Rolling Stones” (mas isso é assunto pra um outro post).

Quando chega a hora do Sir “Paul McCartney” subir ao palco tudo muda de figura, pois o cara é simplesmente Fodástico, com uma historia intocável, além de ter revolucionado o contra baixo elétrico, tocar outros instrumentos, compor, cantar e ainda fazer shows de 3 horas de duração com 70 anos de idade o cara ainda tocou numa bandinha desconhecida chamada “Beatles” (só isso). De cara sua apresentação já impressiona, abrindo com a música “Helter Skerter” que quando foi lançada era o prelúdio de um novo estilo musical que viria tempos depois, um estilo chamado “Heavy Metal” (mas isso também é assunto pra outro post).

Paul chama os “Nirvanas: Dave Grohl, Krist Novoselic e Pat Smear” ao palco, e a tensão toma conta de todos que assistiam (pelo menos tomou conta de mim), já que não sabia se tocariam algo dos “Beatles” ou algo do “Nirvana”. Porém, quem imaginou que veria “McCartney” gritar “Smells Like Teen Spirit” se enganou, pois o que eles tocaram foi uma composição inédita de autoria dele com “Dave Grohl” (compuseram a musica em um dia) dois dos caras mais carismáticos e criativos do mundo do Rock e um encontro de gerações muito legal, o nome da tal música é “Cut Me Some Slack”, e a performance está no quadradinho a seguir:

Curtiram a música? Deu pra sentir um pouco de Beatles e um pouco de Nirvana?

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Gustavo Grangeiro

Gamer desde a época que não existia Pause, que o Atari estragava a TV (Telefunken), que o Mario ainda se chamava Jumpman, e que Fliperama não era lugar para bons meninos. Amante de uma boa leitura de ficção, filmes e séries. Sou baterista (sem banda) e adoro falar bem e mal de tudo que é ligado a rock and roll e suas derivações "legítimas". Aceito uma discussão sadia sobre qualquer assunto, principalmente os polêmicos.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.