AssistindoMiscelânea

Clássicos da HB em filme do Scooby-Doo!

Animação Inédita no Brasil relembra vários ícones do universo Hanna-Barbera

Muita gente não dá a mínima, mas eu curto muito os longa de animação do Scooby-Doo que são produzidos diretamente para Home-Video (aka DVD e Blu-Ray). Diferente das ínumeras séries de TV que a franquia recebe, onde sempre tem aquela pegada de modernizar os personagens e a história, as animações para DVD tentam sempre ficar naquele mundinho mais clássico de Scooby-Doo, mantendo as origens do programa.

Os filmes do Scooby-Doo existem desde a década de 80, quem não se lembra de Scooby-Doo e a Escola Assombrada? Porém houve um período nos anos 90 que a franquia morreu e pararam de fazer desenhos e longas com o Scooby. Tudo isso mudou quando em 1998 foi lançado um dos melhores filmes já feitos com a turma da Máquina do Mistério: Scooby-Doo na Ilha dos Zumbis, que alias trazia como plot a ideia de que a turma já havia debandado e cada um teria seguido sua vida, até que Daphne resolve reunir todos novamente para um último mistério. Se você ainda não viu esse longa, vale rolar uma lágrima de tristeza por sua criança interior.

Mas qualé do Scooby vestido de Bionicão e o Falcão Azul no poster acima? Tem que continuar lendo pra descobrir…

O longa de 1998 então abriu um nova segmento de filmes animados com o Scooby & Cia. Hoje, essa sequência de produções já atingiram 19 filmes produzidos exclusivamente para o lançamento em Home Video. Independente do que é feito com o show na TV. Claro que nem todos os filmes em DVD são excelentes, muitos são até fraquinhos, mas a média da qualidade dessas produções é ainda mais alta que os desenhos da franquia na TV. E a qualidade da animação em algumas delas são de encher os olhos. Aqui no Brasil algumas dessas animações não foram lançadas em DVD, tal como Scooby-Doo e os Invasores Alienígenas, produzido em 2000, ficando apenas com raras exibições na TV (aberta e paga em canais como HBO e Cartoon Network).

Mas voltando um pouco para o assunto principal, pois ainda pretendo escrever uma matéria sobre todos esses filmes produzidos para DVD (já que coleciono todos!). De tempos em tempos o Brasil recebe em DVD essas animações do Scooby-Doo, mas por aqui elas chegam com atrasos as vezes até maiores do que 1 ano. É o caso de Scooby-Doo! Mask of the Blue Falcon, que seria algo como Scooby-Doo e a Máscara do Falcão Azul.

O Falcão Azul pertence a um desenho da Hanna-Barbera que era muito famoso no passado, não pelo herói em si, mas pelo seu parceiro canino: o Bionicão! Lembrou? Alias não seria essa a primeira vez que o Scooby encontra o Bionicão num desenho. Eles mesmo já tiveram um show próprio, onde as séries se revezavam em um programa de meia-hora.

O longa, que até onde consegui pesquisar, ainda não tem previsão de lançamento no Brasil, foi lançado lá nos Estados Unidos dia 26 de fevereiro deste ano. Deve alias levar algum tempo para chegar por aqui, afinal, se a Warner seguir a sequência de filmes do personagem, o último lançado no Brasil foi Scooby-Doo: Música de Vampiro (horrível por sinal), de 2012, e ainda dentro do mesmo ano tem Big Top Scooby-Doo! para ser lançado por aqui (o tema desse filme é um mistério circense, só de curiosidade). Já história de Mask of the Blue Falcon envolve Salchicha e Scooby numa convenção de quadrinhos (evento popular lá nos Estados Unidos) , onde foi possível brincar e prestar várias homenagens ao universo de personagens da Hanna-Barbera.

 Segundo o Wikipédia o filme faz referências a personagens de desenhos como Frankstein Jr. Os Impossíveis, Pepe Legal, Os Flintstones, Os Jetsons, Penélope Charmosa, Space Ghost, Homem-Pássaro, Capitão Caverna, Manda Chuva, Speed Buggy, Hong Kong Fu, Formiga Atômica, Maguila Gorila, Mutley, Jonny Guest, Os Herculóides, Poderoso Mightor, Moby Dick, Super Amigos e Zé Colméia. Além é claro das participações óbvias do Bionicão e do Falcão Azul. É muita gente, hein? Aposto que tem um número considerável de leitores aqui no blog que não conhecem nem 70% desse rol. Mal sabem o que perderam (ou não). A infância Hanna-Barbera foram tempos que certamente nunca mais irá voltar.

Para encerrar, deixo meus votos para que essa animação seja logo lançada no Brasil em DVD. Scooby-Doo é um dos poucos clássicos HB que sobreviveram entre gerações e continuam na ativa até os dias de hoje (Tom & Jerry é outra franquia que não acaba nunca, mas isso a gente conversa em outra oportunidade). Scooby alias é um dos personagens centrais do universo dos desenhos animados. Sempre que possível ele faz participação com algum personagem famoso. Até com o Batman já rolou!!

Mas se tem um encontro que até hoje não me esqueço, pelo bom tom de humor e por ser uma das primeiras vezes em que rola aquela zuada ácida com elementos clássicos de Scooby-Doo foi o encontro deles com Johnny Bravo:

Depois desse encontro, se tornou mais comum brincar com a ideia do Freddy sempre escolher a Daphne, ou como é imbecil a ideia de se separar para procurar pistas quando tem um psicótico a solta pelas proximidades ou até mesmo a ideia de um cachorro que pode falar. O que deu pra escrachar com Scooby-Doo nesse encontro os produtores de Johnny Bravo escracharam. Bons Tempos em que Johnny Bravo era um desenho foda (depois estragaram).

E em breve mais Scooby-Doo aqui no blog. Pretendo fazer um listão com os melhores filmes lançados em Home Video! 😉

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!

Artigos relacionados

Fechar