JapãoMiscelânea

2013 | Como vai a atual temporada de animes?

Muita coisa estreou, mas… o que manteve a qualidade?

A temporada de animes de abril já começou e os mesmos estão saindo aos montes. Teve muita estreia nesse período, e a maioria já conta com 5 ou 4 episódios lançados. Já passamos da fase de “primeiras impressões”, e entramos no período de transição onde os animes tem que provar se realmente são bons, ou não.

Abaixo fiz pequenos comentários sobre todas as estreias que eu vi (pelo menos o primeiro episódio – incompleto em alguns casos…). Então, de forma prática e objetiva, segue meu resumo da temporada (Atenção! Está na ordem do melhor para os dropados).

Shingeki

Shingeki no Kyojin. A grande sensação da temporada. Só não é o melhor anime disparado porque, felizmente, temos Suisei no Gargantia. A história é alucinante. A animação, em certas cenas é digna de filme e olha que possui muita ação. Tem bons diálogos, com frases muito bem colocadas no contexto e de impacto. Para os que curtem, tem sangue e horror na dose certa (com direito a membros decepados em larga escala). Enfim, esse anime tem potencial para ser o melhor do ano, e isso é uma afirmação quase que unânime em todos os blogs de animes que acompanho. Quem não viu (se é que alguém ainda não viu esse anime), veja (é possível que em breve ele ganhe um post solo).

gargantia

Suisei no Gargantia (disponível no Crunchyroll-Brasil). O único anime da temporada capaz de rivalizar com Shingeki no Kyojin. O primeiro episódio não me agradou muito, confesso, mas os demais foram muito bons. O quarto então, uma maravilha. Tem os melhores diálogos entre todas as estreias. As falas são muito bem executadas, pois são passíveis de reflexão. Você lê (a legenda), pensa, e decide se concorda ou não com aquele posicionamento/pensamento. É muito interessante mesmo. A história como um todo também é boa, agradável, e a relação interpessoal tem sido o grande destaque desse anime, que também conta com uma animação acima da média para o padrão atual.

Railgun

To Aru Kagaku no Railgun S. Das sequências que estrearam, essa é a única que assisti as primeiras temporadas, então é a única que estou acompanhando. O inicio já foi fulminante com o mistério por trás das “irmãs Misaka”, que nada mais são do que clones da Railgun de Tokiwadai, level 5, Mikoto Misaka… Isso já não era novidade pra quem conhece a série, mas agora teremos, pela primeira vez, o encontro da original com a clone. Pra quem já viu a temporada anterior, e a história “principal” de Index, pode seguir firme que o anime está sensacional.

Maou-Sama

Hataraku Maou-sam! Esse anime é legalzinho (até ganhou post ontem). Ele é do tipo “bom para passar o tempo”. Assim como Yahari (logo abaixo), tem personagens carismáticos, e situações meio hilárias. Referências explícitas com o mundo real, e cenas de ação que não perdem em muito para os shounen padrões. Estou curtindo bastante, e o recomendo a todos.

Yahari

Yahari […]. Uma divertida comédia, que conta com uma visão um tanto quanto peculiar da vida estudantil. Filosofa sobre as verdadeiras intenções existentes por atrás das relações constituídas na escola, e questiona se aquilo realmente é necessário para se manter digno na vida adulta. O anime é muito divertido, e certamente é um ótimo passa tempo. Não nego que seja bem chichê, e lembra muito outras obras do gênero (com clubes estudantis que ajudam pessoas, etc…), mas… nem por isso deve ser descartado.


Mushibugyou

Mushibugyou (disponível no Crunchyroll-Brasil)Um anime de samurais que enfrentam insetos gigantes devoradores de gente. O shounen passatempo da temporada, vale a pena como diversão, e até agora se mostrou uma série agradável de se assistir. É o tipo de anime que você esquece que existe, e deixa acumular vários episódios para então, num tempo livre, fazer uma maratona leve e tranquila.

Devil Survivor

Devil Survivor 2. Depois de um primeiro episódio muito bom, onde o que mais me chamou a atenção foi a forte influência de Durarara!! (pelo traço e pelo trio de protagonistas), eu criei uma certa expectativa em relação a esse título. Passados cinco episódios, só digo que tomei um tapa na cara, e o que antes parecia promissor, agora é um martírio. Sério, até agora não aconteceu nada no anime, a não ser a destruição em massa da cidade por seres bizarros e sem explicação que eles classificam como demônios.

De uma hora pra outra, a população que vivia normalmente em sua cidade se transforma em um exército que controla demônios que são invocados pelo aparelho celular, e então passam a lutar (morrendo na maioria das vezes) com outros demônios malignos que apareceram do nada, e estão atacando tudo e todos. O protagonista é o típico pastelão inexplicavelmente se tornou um semi-deus e crê que é seu destino resolver tudo sozinho. A segunda principal é uma garota sonsa que mal consegue formar uma frase e só fica gemendo… O terceiro é o único que ganhou minha simpatia, mas infelizmente é tratado como descarte no anime, não tendo força nem inteligência para fazer alguma coisa.

Bom, nem vou continuar, acho que ficou claro que para mim, até o momento, esse anime é a maior decepção da temporada. Vou tentar continuar assistindo pra ver se vem alguma explicação plausível que organize a história, mas se não melhorar nada nos próximos episódios é provável que eu não conheça seu fim.

Valvrave

Kakumeiki Valvrave. Um anime de mecha, que se passa no espaço, com duas nações em guerra e uma neutra, com um garoto gênio que de tão inteligente é capaz de fazer previsões do futuro e outro que se torna vampiro e consegue transferir sua consciência para outros corpos após mordê-los. Entederam alguma coisa? Pois é, esse é o espirito necessário para se acompanhar esse anime. Desligue o cérebro e assista sem se apegar a detalhes (como a duração de um dia, e de uma noite).

Esse anime copia descaradamente várias outras obras (com destaque para as séries Gundam e Code Geass). O modo como à história se desenvolve é bizarro, chegando ao ponto de ser revoltante. Algumas coisas são tão ridículas do ponto de vista racional que chega a ser engraçado. O contraditório é que tudo é tão ruim que chega a ser bom. É divertido rir das bizarrices que acontecem, como quando uma garota descobre que sua nação está sendo traída, conta para uns amigos de escola, e por eles não acreditarem em sua versão, começa a tirar a roupa do nada… até que eles passam a acreditar. (LOL). Enfim, quer dar boas gargalhadas de um anime que nem é de comédia? Rir da vergonha alheia? Testar seu raciocínio lógico, tentando encontrar os furos da história? Ok. Assistam esse anime.

RDG

RDG: Red Data Girl. Devo ter assistido uns dois episódios desse anime, mas, como não consegui simpatizar com os personagens e acabei dropando-o. A protagonista é muito sonsa, chegando ao extremo de ser irritante sua presença em cena, principalmente em razão de sua falta de atitude. Acho que eu já esgotei minha cota de personagens desse tipo em animes. Ainda que a história venha a ser interessante, não consegui aturá-la.

Ginga Kikoutai

Ginga kikoutai: Majestic Prince. Uma reunião de personagens chatos, e palermas… Detestei desde o inicio, e por um milagre conseguiu assistir o primeiro episódio inteiro. Bom, não vi mais nada, e dificilmente verei. Mesmo sendo um grande fã do gênero Mecha (robôs gigantes), esse anime eu dispenso.

Karneval

Karneval. Esse foi dropado antes do primeiro episódio terminar… Ele também tem um protagonista paspalho, e pelo pouco que vi, deu a entender que provavelmente vai cair pro lado homoafetivo… Coisa que, embora respeite, não me atrai atenção alguma.

Dansai Bunri

Dansai Bunri no Crime Edge. Pela sinopse um anime sobre cortar cabelo. Foi dropado em razão dos 10 primeiros minutos do primeiro episódio terem sido deprimentes.

Aku no Hana - Namiugiwa

Ainda não consegui assistir a Aku no Hana  (disponível no Crunchyroll-Brasil), porém, com certeza irei fazer isso. Esse anime repercutiu horrores na “blogosfera animalistica”, com altas criticas em relação ao traço dos personagens, que, ao que parece, foi muito modificado do mangá para o anime. Além disso, ouvi dizer que o mangá tem uma história muito bacana, por isso merece ter uma chance.

Outro que ainda não assisti é Namiuchigiwa no Muromi-San  (disponível no Crunchyroll-Brasil). Não tenho informação nenhuma sobre ele, só sei que é de comédia. Tentarei ver o primeiro episódio quando tiver tempo, mas não tenho grandes expectativas.

É isso aí pessoal, caso essa temporada ainda não iniciou para você, recomendo começar pela sequência que eu postei. Shingeki no Kyojin e Gargantia são apostas sólidas e que agradarão 90% de quem assistir. Se você não tem tempo para ver muita coisa, vá nesses dois. Depois pense nos demais.

Quanto aos outros animes que estrearam, mas que não estão nessa lista, duas coisas: 1) Não vi o primeiro episódio; ou 2) Nem vale a pena comentar…

Isso também pode lhe interessar

Mailson SHiN

Adorador de muitas coisas que nem sempre possuem relação. O que me ocupa nas horas vagas? De forma simples e compacta? Lá vai: Cinema (Filmes), Games, Animes, Mangás, Música (Engenheiros do Hawaii / Pouca Vogal), Tecnologia, Computadores. O que me ocupa nas horas "não-vagas"? Contabilidade e Legislação Tributária. Uma coisa leva à outra... ou talvez não.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.