The Last Guardian – Devagar e sempre

Quer jogar? Pode esperar sentado…

tlg

Um balde de água fria caiu sobre os gamers da Sony na E3 deste ano: o CEO da Sony Computer Entertainment of America, Jack Tretton, afirmou que The Last Guardian havia entrado em hiato. A razão, segundo ele, era de que o jogo era apenas um dos muitos projetos globais da Sony e acabou recebendo pouca atenção. E ficou por isso mesmo, até que quatro meses depois o presidente da Sony Worldwide Studios Shuei Yoshida veio dizer que não é bem assim.

É mais um capítulo de The Last Guardian, essa verdadeira novela gamística que vem rolando desde 2009, ano do anúncio do jogo. De lá para cá, já rolaram várias datas de lançamento e até a saída do diretor do game, Fumito Ueda, que em 2011 concordou em ficar apenas até o fim do projeto – coitado, vai ficar na Sony por muito tempo ainda.

the last guardian

Bom, mas vamos voltar ao que temos de novidade sobre The Last Guardian. Em entrevista ao Games Industry, o chefão da Sony Worldwide disse que o o desenvolvimento do jogo nunca entrou em hiato, mas sim a liberação de novas informações sobre o título. “O game nunca parou – a equipe sempre esteve lá. Acontece que eles estão fazendo um processo de re-engeneering e por isso a equipe está menor”, disse o japa.

Primeira imagem do jogo,  divulgado em 2008 (um ano antes do anúncio oficial)
Primeira imagem do jogo, divulgada em 2008 (um ano antes do anúncio oficial)

Mesmo com essa aparente segurança dele, não deixo de ficar preocupado com os rumos do projeto. A história já provou que jogos que passam muitos anos em desenvolvimento ganham dois possíveis (e tristes) destinos: as profundezas do cancelamento ou a má qualidade do produto. Duke Nukem Forever e Starcraft Ghost estão aí e não me deixam mentir. O que é realmente uma pena, pois sendo Shadow of the Colossus o melhor jogo já criado, seria sensacional ver o que mais o estúdio pode fazer.

O Games Industry também perguntou para qual plataforma o jogo sairia, já que próxima geração de consoles irá começar em pouco mais de um mês. Yoshida desviou: “Ah… Não posso falar sobre isso”. Esse assunto é algo que, acredito, “assusta” muitos donos de PS3 por aí, mas que se torna cada vez mais real com o passar dos meses. A essa altura, é até natural que The Last Guardian passe para o PS3, afinal, na mesma entrevista, Yoshida que seus times de jogos AAA já estão em migação para o PlayStation 4. A mesma coisa aconteceu no passado: Ico estava sendo desenvolvido para o primeiro PlaySatation, mas acabou saindo para PS2.

        

Não foram reveladas novas datas ou qualquer outro detalhe. Yoshida falou que agora a Sony está esperando o momento certo para re-introduzir The Last Guardian de uma maneira adequada. Quando será isso? Nem Lord Emon sabe a resposta.

More from Pedro Ivo Maximino

Bonanza Bros. – Lembra deles?

Os ladrões mais queridos dos 16 bits!   Houve uma época em...
Read More