JapãoLendo

Lamen | Um lugar para webmangás nacionais e leitura gratuita!

Indo direto ao ponto: ontem, 20 de julho, foi a estreia do portal Lamen, que irá distribuir webmangás nacionais gratuitamente para leitura online! A proposta é que todo dia haja o lançamento de algumas páginas de um dos oito títulos estreantes da iniciativa. As capas dos mangás que abrem essa estreia do portal estão na galeria acima!

É um projeto bem interessante, já que traz uma proposta nova e diferente, tentando criar um novo cenário para o mercado de quadrinhos nacionais. Se ele poderá mudar um pouco alguns dos parâmetros arcaicos que muitos desenhistas e roteiristas enfrentam por aqui só o tempo irá dizer.

O projeto é do Douglas Mct (Facebook), escritor e roteirista, que é um cara super maneiro – ele foi o responsável por levar algumas das matérias aqui do Portallos para a revista Neo Tokyo tempo atrás, lembra disso? Inclusive ele é co-autor do mangá SUPER, que foi inclusive o título que abriu o site na data de ontem.

Então ontem já foi possível ler as primeiras 16 das 42 páginas que compõe o primeiro capítulo de SUPER. É perceptível nesse primeiro momento que o Lamen não está tentando ser necessariamente uma simples cópia do jeitão dos mangás japoneses, e sim ter uma inspiração e influência na forma como os japoneses planejam e criam o ritmo narrativo e estilo visual desse gênero de quadrinhos, adaptado a um jeito mais nacional, mais pessoal a este lado do globo. Bem, ao menos foi o que senti ao ler esse início de SUPER.

Até porque não é nem justo querer competir e comparar com os mangás japoneses. O Brasil tem uma carga própria de estilos, que mesclam um pouco de tudo que existe por aí. Somos um país onde a nossa arte e o nosso entretenimento tem a tendência de ser uma mistura de várias influências de múltiplos lugares. Gostamos de mesclar as coisas e é daí que surge um estilo próprio e original. As Graphic Novel da Turma da Mônica talvez sejam um dos pontos alto desse formato do artista nacional, só para citar um grande exemplo.

Hoje, enquanto escrevo essa matéria, já está no ar o segundo mangá da casa, Dragon’s Tales, que tem uma pegada já um pouco diferente de SUPER, mas que ainda segue num fluxo próprio, porém ainda sem se mostrar completamente. E tudo bem, afinal são apenas 11 das 28 páginas do primeiro capítulo. E eu senti uma pontinha de Street Fighter nesse comecinho, me remeteu ao desenho animado dos anos 90 da série alias. São influencias e inspirações e coisas que os leitores vão se identificar e isso é legal!

Quem se lembra daquele mangá do Mega Man criado aqui no Brasil da década de 90? Eu cheguei a colecionar e achava o máximo. Na época nem sabia que ele foi produzido por aqui. Só fui saber disso muito tempo depois. E aí eu entendi porque ele era tão diferente da história original. É porque o brasileiro gosta de mexer e fazer do seu jeitinho, com seu humor e uma forma peculiar de contar uma história. Não que eu ache que tudo é tão bom e maduro quanto é lá fora, mas acho meio injusto comparar, já que o mercado em outros países tende a ser muito mais receptivo do que o daqui. O brasileiro ainda tem muito preconceito em relação ao que é produzido por aqui, no sentido de achar que só porque foi feito aqui é automaticamente inferior ao que é feito lá fora. E felizmente não é bem assim.

Enfim, é por estas e outras que a iniciativa do portal Lamen é muito interessante. Resta torcer agora para que ele cresça, que as pessoas apoiem, acessem e leiam o material e compartilhem suas opiniões. Pois só assim é que os resultados vão aparecer.

HenshinMangaAno passado a JBC teve aquela iniciativa muito legal com a Henshin Mangá Vol. 1 e na ocasião achei que o mangá nacional iria finalmente decolar. Tive a impressão de que os mangás ali acabariam se tornando periódicos, o que lamentavelmente não aconteceu. Só depois é que fui entender que era para ser apenas algo único e que talvez retornaria de forma anual, o que é muito pouco convenhamos. Uma pena. Alias eu estou devendo uma resenha sobre essa revista aqui no blog. Ela é realmente muito bacana. Vale a aquisição.

Porém entendo a dificuldade de colocar isso no mercado de forma oficial e auto sustentável, ainda mais para uma editora de quadrinhos. É por isso que a iniciativa do portal Lamen parece interessante e até mais sensata e pé no chão. Claro que nesse primeiro momento todos os custos estão sendo pago por seus criadores, entretanto todo mundo torce para que em breve o sistema consiga apoiadores e se sustente financeiramente. Algo assim certamente merece! Por sinal uma campanha no sistema do Patreon, porém realizada numa plataforma 100% nacional (o Apoia.se) deve começar muito em breve. Acho justo!

E esta é só a primeira semana e o primeiro passo inicial do Lamen. Vale acompanhar os demais mangás que irão iniciar essa semana e ver a conclusão dos primeiros capítulos de todos que devem ocorrer pelas próximas 3 ou 4 semanas! Aí volto aqui para comentar um pouco mais a respeito destes novos webmangás nacionais!

Para terminar, não deixe de conferir o resultado por conta própria: http://leialamen.com.br/

Quer saber mais sobre os 8 títulos iniciais do Lamen? Segue a sinopse oficial de cada um!

1. SUPER, de Douglas MCT e Fabiano Ferreira (série, toda segunda-feira)
O garoto Edrik Everton sempre sonhou em se tornar um super-herói. Depois de passar por uma grande reviravolta na vida, ele consegue ingressar na Excelsior, uma escola onde ele estudará e treinará para virar um SUPER, fazendo muitos amigos e inimigos pelo caminho.
http://leialamen.com.br/webmangas/super/

2. Dragon’s Tale, de Igor Guanandy e Fabiano Santos (série, toda terça-feira)
Ao longo dos milhares de anos em que a humanidade existiu na Terra, vários foram os deuses e símbolos adorados pelos humanos. Muitos acreditaram e afirmaram que tais criaturas realmente existiram. Em meio a esses grupos, existiram algumas pessoas que veneravam dragões. Elas cultuavam tais seres em busca de sabedoria, prosperidade e poder. Hoje em dia, a lenda dos dragões é pouco propagada, e assim não passa de um mero faz de contas. Mas e se a lenda for real? E se os descendentes dos dragões ainda estiverem entre nós? E se os dragões ainda existissem e realmente fossem os responsáveis pelo equilíbrio do planeta?
http://leialamen.com.br/webmangas/dragonstale/

3. Engrenagem Cristal, de Henrique DLD (série, toda quarta-feira)
O fim da era dos homens na Terra foi decretado, porém quando o herói da exploração espacial, Isaac Mark, trouxe de outro planeta um poderoso cristal, renasceu a esperança. Agora, a cidade de Superstes existe protegida pelo poder do cristal de Umar, mas o excelente mineral atrai seres extraterrestres e até mesmo de outras dimensões. Então, cabe a Larz e o Exército Sagrado derrotá-los. Quanto tempo mais a raça humana resistirá?
http://leialamen.com.br/webmangas/engrenagemcristal/

4. Digude, de Vinicius de Souza (série, toda quinta-feira)
Di odeia o esporte chamado Gude, mas se dispõe a jogar para reencontrar a sua mãe, uma imbatível Campeã Mundial, que abandonou tudo para seguir sua carreira na Alemanha. O caminho é difícil, porém, Di conta com o poder de um fragmento de meteorito que cai na Terra, para fazer jogadas incríveis.
http://leialamen.com.br/webmangas/digude/

5. S.P.Y. Project, de Kari Esteves (série, toda quinta-feira)
Karen é uma humana orgânica. Ela nasceu naturalmente, o que lhe dá esse status elevado dentro da Sociedade de Terra1. Filha do casal Ivan e Norma Willyams, ao completar 16 anos ela foi combinada geneticamente com Ricardo Watanabe, o homem de confiança do Major. O objetivo dessa combinação vai além da preservação da raça humana, pois Karen e Ricardo possuem habilidades especiais que os tornam uma dupla implacável. Para que isso aconteça, no entanto, Karen precisa agir em conjunto com Ricardo para desvendar os segredos que os Antigos Patronos esconderam, e impedir o que pode ser o fim definitivo a humanidade. O problema é que Karen não aceita a união. Uma combinação genética é um casamento para nós, e Karen quer ser livre. Deseja o direito de escolher com quem ela quer se unir, se é realmente isso que ela deseja ou não. E o coração dela já pertence a outro. Conseguirá Karen agir em conjunto com Ricardo, já que ela simplesmente odeia sua existência?
http://leialamen.com.br/webmangas/spyproject/

6. LOKI, de Heitor Amatsu (série, toda sexta-feira)
Decidido a criar uma das suas maiores peças, Loki, um ser frio, calculista e com um senso de humor muito peculiar, não mede esforços para atingir os seus objetivos.
http://leialamen.com.br/webmangas/loki/

7. Nuvens de Verão, de Charles Lindberg e Israel de Oliveira (one-shot, todo sábado)
Caio é um garoto tímido que sempre guardou uma paixão platônica por Jacqueline, uma moça alegre e bonita. Quando Jacque entra em sua turma, no início do novo ano letivo, Caio vê isso como um sinal para que ele se aproxime e, finalmente, se declare. E para isso ele conta com a ajuda de Lu, sua melhor amiga. Como o rapaz se sairá nessa?
http://leialamen.com.br/webmangas/nuvensdeverao/

8. Aventura de Gally, de Fabio Lino ( one-shot, todo domingo)
Gally é uma jovem gerbilo, que perdeu sua família para um gato malvado. Agora, ela busca vingança, mas irá descobrir uma aventura incrível em um mundo muito maior que ela imaginava!
http://leialamen.com.br/webmangas/aventuradegally/

laminho

Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.