Jogando

Rare Replay mostra como seria Kameo 2!

Kameo: Elements of Power foi um dos primeiro títulos que joguei no Xbox 360 na geração passada. E se você pesquisar um pouco mais a fundo descobrirá que esse era um projeto que a Rare ainda tinha lá no Nintendo Gamecube, mas como o estúdio acabou sendo comprado pela Microsoft o título acabou mudando de plataforma e demorou o suficiente para entrar direto na geração seguinte. Ele foi lançado em novembro de 2005. Faz um bom tempo!

Eu lembro de me divertir muito com o título na época em que adquiri meu Xbox 360. Era muito interessante a jogabilidade onde era possível controlar vários monstros diferentes com habilidades distintas e que criavam puzzles num jogo de aventura na qual o jogador só passava por certas partes do jogo quando usasse a criatura correta.

Até hoje não esqueço que o game terminou com um gancho para uma futura sequência que nunca foi feita. Bem, nunca é uma palavra forte. Eu ainda acredito que essa IP pode voltar num futuro distante. Prova disso é a pequena provocação que a Rare deu como um dos extras da Rare Replay, apresentando um pouco mais do que seria Kameo II se o mesmo não tivesse sido cancelado. E teria sido fantástico!

Os planos era avançar no tempo da história, deixar a protagonista mais adulta, explorar as trevas do mundo do jogo, criar novos monstros e também remodelar os do primeiro com um novo visual e novas habilidades. Ah, que droga que o título não foi para frente, não?

Sinceramente não me lembro de Kameo ter vendido mal, mas ele foi realmente a primeira safra do Xbox 360. Depois quando Halo e Gears of War chegaram a plataforma, realmente não havia mais como Kameo II competir com o boom de games de guerra. Os outros gêneros meio que acabaram para escanteio por algum tempo.

Hoje Kameo II poderia dar certo? Eu acredito que ao menos teria chances! O mercado amadureceu, o vislumbre e a febre dos games de guerra ainda existe, mas estamos dando chances para tudo quanto é tipo de game atualmente. Também poderia ter sido um título digital, como Ori and the Blind Forest, por exemplo. Bem, só saberemos se algum dia a Microsoft der uma nova chance a Kameo. Quem sabe… o futuro anda bem interessante para as IPs da Rare ultimamente.

Dito tudo isso, eu joguei algumas semanas atrás, quando a retrocompatibilidade do Xbox One foi anunciado o primeiro Kameo e bem… o game envelheceu mal, graficamente e mecânicamente. Não foi tão bom quanto me lembrava. Porém foram apenas uma hora e justamente naquela fase introdutória do game (que particularmente lembrei não gostar dela quando a joguei pela primeira vez). O jogo melhora muito quando te solta em seu mundo aberto. E eu ainda vou dar outra chance para ele quando conseguir comprar minha cópia digital de Rare Replay.

kameo-2

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios