Scream: The TV Series | Franquia Pânico está de volta!

Texto sem spoilers!

Estou um pouco atrasado, mas somente recentemente tive tempo e oportunidade de ver o episódio piloto de Scream: The TV Series, que estreou na MTV americana em 30 de junho desde ano.

De fato hoje, 25 de agosto, está sendo exibido lá nos Estados Unidos o nono episódio da primeira temporada, sendo que na próxima semana, no dia 01º de setembro encerra-se o primeiro ano e a MTV já confirmou que uma segunda temporada será produzida para 2016!

Scream, para quem não está ligando os pontos, se originou na franquia de filmes que conhecemos aqui no Brasil como Pânico. A MTV conseguiu os direitos e resolveu criar uma adaptação não relacionada aos filmes (um spin-off) e transformou Pânico em uma série de TV!

E o primeiro filme do Pânico é de 1996! Faz muito tempo, e ficou famoso na época não só por renovar a franquia do terror nos anos 90, depois de uma década de 80 sangrenta e assustadora com Sexta-Feira 13 e A Hora do Pesadelo, e também porque além do terror, havia um misto de humor meio macabro e também uma metalinguagem bastante incomum para a época e para o gênero em si.

O grande vilão não era uma figura grotesca ou monstruosa como Freddy Krueger ou Jason, porém mesmo assim havia momentos onde o Ghostface (como ficou conhecido lá fora) sabia ser assustador. Era algo mais de assassino psicopata, com um quê de Scooby-Doo, na qual o público deveria descobrir quem era o assassino por trás da máscara antes do filme acabar.

Parte do sucesso da franquia também era o uso da metalinguagem, onde os personagens da história constantemente entravam em discussões como “se estamos em um filme de terror, quem é a próxima vítima?“, “quais são os motivos e ambições do assassino?“, “quem nunca sobrevive neste tipo de filme?“. Claramente se discutia abertamente os clichês dos gênero e como eles trabalhavam a favor para que os personagens tentassem descobrir quem seriam a próxima vítima do Ghostface.

É verdade que foram quatro filmes e nem todos são bons. Além do fato de que muito mais pessoas se recordem de Todo Mundo em Pânico (Scary Movie) – que foi a paródia da franquia e que fez muito sucesso em sua primeira trilogia – do que de Pânico em si. Mesmo assim são filmes que renovaram alguns elementos que vieram a ser bastante utilizados posteriormente no cinema e na TV.

Agora a MTV pega tudo aquilo que Scream criou nos anos 90 e transporta para a TV, em um seriado de 44 minutos por semana. Vai funcionar? Bem de acordo com o que vi no episódio piloto, não vejo porque não funcionaria.

Vale lembrar que séries de mistério e horror são comuns na TV hoje em dia. Não é nenhum empecilho adaptar uma obra como Pânico para um modelo serializado. Twin Peaks, Wayward Pines, Pretty Little Liars, Bates Motel, The Killing e até mesmo séries como Desperate Housewives (apenas seu 1º ano) possuem estes elementos de assassinatos e do assassino misterioso.

scream_mtv

Scream: The TV Series porém tenta manter suas origens, até por se tratar de uma série da MTV, na qual o grande público é adolescente. Então tal como nos filmes originais, aqui o elenco é em grande parte adolescentes. O núcleo adulto não tem lá grande participação, ao menos no piloto, e com exceção de um ou outro personagem que claramente tem a ver com o passado da cidade e que terá um vínculo com os atuais assassinatos que estão acontecendo no presente.

O que mais me chamou a atenção foi claramente a volta da metalinguagem. Em determinado momento um personagem começa a discutir se uma história de terror pode ser prolongada num formato de seriado (veja o vídeo no final da postagem), em outra ele começa a discutir os clichês das personalidade de cada um de sua turma. É uma boa sacada com o Pânico de 1996.

Alias a série não aparenta ter qualquer relação com o filme. Não há qualquer menção, ao menos não no piloto. Nem mesmo o Ghostface possui o mesmo traje. Talvez justamente para não dar essa ponte de semelhança e comparação. É uma nova máscara, apenas não sei dizer se ficou melhor ou pior. Me pareceu que ela foi criada para ser um pouco menos galhofa que a do Ghostface original e um pouco mais horripilante. Parece funcionar, mas ainda não me convenceu totalmente.

E quem está preocupado com o fato da adaptação ser um seriado e portanto ele não ter as liberdades sanguinárias dos filmes, digo que me impressionou a primeira morte do piloto, com direito até mesmo a uma cabeça decepada na piscina. Não é muito bom ver com crianças na sala, portanto.

Obviamente a série não vai ser gore (sanguinária) a cada 5 minutos, mas tem lá sua parte de sangue e violência que até achei que não teria. A MTV até tem um bom histórico de não ter muito pudor também no contexto de cenas mais sensuais, personagens desbocados ou elementos politicamente incorretos. Quem assistiu outras séries do canal, como The Hard Times of RJ Berger, Faking it e Awkward, apesar de serem séries de comédia, percebe que não há problema em colocar adolescentes em festas, discutindo sexo e falando bobagens. Não é polida como outros canais da TV aberta e do público adulto precisam ser. Fiquei com a impressão que Scream se saiu muito melhor na MTV do que se tivesse sido produzida por uma Fox, NBC ou ABC.

Enfim, o episódio piloto tem lá seus méritos. Sei que não sou mais o público alvo da série, sendo que assisti mais pelo apelo nostálgico de um filme que vi lá na minha adolescência nos anos 90. Os dramas são adolescentes e os personagens são isso mesmo. Não é uma série pensada nos adultos querendo encontrar algo sério demais.

É uma trama de mistério juvenil, com adolescentes fazendo besteiras, com uma cidade com um passado misterioso e um assassino psicótico matando quem não joga conforme suas regras. E não há qualquer problema em ser assim!

Dá para colocar Scream na seguinte situação: quem gostou dos antigos filmes da franquia, vai sentir uma clara homenagem e nostalgia no formato da série. Se a história vai se manter interessante e instigante ou se os assassinatos serão interessantes o suficiente até o fim, só continuando a ver para saber – e eu pretendo. Porém, se você já não gostava do Pânico original, não espere gostar desta nova versão.

E pra quem nunca viu um filme da série Pânico, vá ver! Ainda é bem divertido. Revi toda a quadrilogia não faz tanto tempo, foi quando saiu o box Blu-ray dos filmes por aqui e ainda achei todos bem divertidos e sobreviveram bem aos anos!

Não acho que a série vá superar os filmes, entretanto é uma iniciativa bem vinda de resgatar um subgênero do horror adolescente que sumiu dos cinemas nesta geração, onde o terror parece mais voltado aquele inspirado no paranormal ou horror japonês. Não que estes sejam ruins, é claro.

Assista o piloto e tire suas conclusões!

clube-secretoCurtiu este post? Dê uma força para o blog e me ajude a ter mais tempo e recursos para poder fazer mais especiais assim! Se torne um apoiador do site e ganhe acesso ao nosso grupo do Facebook: O Clube Secreto! Com R$ 1 e você já faz toda a diferença! Pense nisso.

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!

Ghostface está nas redondezas novamente!

9 A série traz muitos elementos do filme original!
7 O elenco não é tão marcante, mas não são ruins
8 Não é um subgênero para ser assustador, mas para trazer um mistério
8 Tem sangue, violência e adolescentes em festa e com pouca roupa. Como manda o gênero!
7 Série adolescente, adultos precisam ter essa percepção ao assistí-la
7 O novo Ghostface funciona, mas é difícil esquecer o original
9 10 episódios parece perfeito para o formato da serie!
7.9
More from Thiago Machuca

E3 2009: Não pisque no novo trailer de Split/Second! [X360, PS3 & PC]

Nossa! Se você tem algum problema cardíaco, certamente não vai poder jogar...
Read More