JogandoRedes Sociais

Minipost | 88 Heroes

— Miniposts são pequenos aperitivos em forma de imagens ou vídeos com pequenos textos compartilhados pelas redes sociais do Portallos. O feed (origem e ordem cronológica) destas publicações é nosso Instagram.

Oitenta e Oito

O que um polvo de cartola e o peixe Jedi tem em comum? Bem, ambos fazem parte da elite de 88 heróis que compõem esse divertido indie game do estúdio Bitmap Bureau.

E oitenta e oito é um número importante aqui. São 88 fases, que devem ser fechadas em 88 minutos, sendo que o jogador possui 88 segundos para vencer cada fase, e para tal o game disponibiliza 88 heróis, cada um com habilidade e qualidade únicas. Ah e com 88 moedas você pode ressuscitar um herói morto.

Cada estágio abre com um herói aleatório diferente. Não tem como escolher, não tem como continuar com o herói do estágio anterior. Ele retorna somente quando o ciclo de todos os heróis ainda vivos tiver sido realizado.

Terá impressões aqui no site ainda essa semana!

Esgoto e os Crocodilos Samurais de Meia Idade

Ao todo o game possui 4 mundos divididos em 22 estágios cada um. Neste clip apresento um trechinho do mundo que se passa no esgoto. O diferencial aqui é que para vencer estes estágios, além dos novos inimigos e armadilhas, é preciso coletar a chave da porta para a saída da fase.

Ah e foi uma coincidência enorme ter perdido com um personagem e renascer com outro parecido. Na verdade o game não tem muitos personagens semelhantes, exceto pelos quatro Crocodilos Samurais de Meia Idade (mas não parecem Tatus?), sendo que cada um tem habilidades únicas.

O que usei para vencer esse estágio é de longe o melhor. Porém tem um deles que sua única habilidade é comer uma fatia de pizza (sacou a referência, certo?), o que significa que ele não possui nenhum ataque!

Mais heróis

Aqui resolvi apenas fazer um clip mostrando alguns dos excêntricos heróis que compõem o game, me matando rapidamente para acelerar o ciclo de suas aparições. Perceba como a game de personagens e habilidades são bem diferentes entre si.

É legal que cada personagem tenha um design próprio, as vezes toscos, as vezes bem detalhados. Cada um tem sua própria voz, alguns até sua própria trilha sonora. E o vilão do game anuncia o nome de cada assim que eles fazem a sua entrada no estágio. Incrível ainda que existe a breve sinopse da história de cada herói no momento em que ele faz sua entrada (pela caixa de texto roxa à direita).

Alias o game se passa todinho nesse telão, com o vilão assistindo o jogador. Comentando e ponderando a respeito. As vezes robôs auxiliares passam no meio da tela, atrapalhando propositalmente o jogador. Hilário quando um deles vem oferecer chá ao vilão…

E claro, as mortes dos heróis são celebradas com confetes coloridos, um chapéu de festa na cabeça e uma língua de sogra pelo vilão.

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.