JogandoRapidinhas

Sucesso indie, Stardew Valley ganha versão Collector’s Edition!

Talvez para o cenário brasileiro o fato de Stardew Valley estar sendo lançado em mídia física não seja assim tão interessante, entretanto é cada vez mais interessante o fato de indie games estarem conseguindo ganhar lançamentos físicos. E muitas vezes edições como estas, feitas para colecionadores mesmo.

Stardew Valley Collector’s Edition está sendo lançado em alguns mercados internacionais, como Estados Unidos, Reino Unido, Austrália entre outros lugares contendo em seu pacote o game completo, um mapa do game impresso em formato poster, a trilha sonora e um mini guia (guidebook) oficial do game. O preço oficial lá fora: 29 dólares (preço justo).

Como disse, para nós brasileiros, não é tão interessante assim. Primeiro porque não está sendo lançado por aqui, ou seja, alguns conteúdos como o mini guia não estaria em nosso idioma. Segundo porque o preço da versão digital é mais compatível com nossa realidade: na Steam o game custa 25 reais, na Xbox Store está saindo por 29 reais e na PlayStation Store está um pouquinho mais salgado, custando 46 reais. Melhor do que 30 dólares, que só vale menos para quem quiser o game pelo fato em si de ser uma edição de colecionador, para se ter em prateleira e se orgulhar da aquisição.

Se o game vale esse tipo de lançamento ou aquisição? Bem, ele não vendeu dois milhões de cópias pelo mundo inteiro desde seu lançamento em fevereiro do ano passado, sendo um game ruim, não acha? Ainda é meio cedo para falar muito, mas o fato é que comecei a jogar o game há alguns dias, apenas algumas horinhas por enquanto. Mesmo com gráficos em pixelart, com um apelo bem nostálgico a alguns clássicos, Stardew Valley é um daqueles games de gerenciamento de vida (no caso no campo) viciantes, que explora muitos níveis de interação e está a toda hora bombardeando o jogador com alguma novidade.

Em breve devo trazer um review do game aqui no site, mas antes devo publicar alguns miniposts mostrando alguns momentos e explicando algumas coisas de suas mecânicas. Já até tenho algumas capturas de vídeos guardados para isso.

Antes de encerrar, uma notícia interessante em torno do game é que em breve ele deve ganhar novas localizações de idioma, incluindo para o português brasileiro. Isso segundo essa nota no site oficial do game do início desse ano. Parece que nesse momento em que escrevo essa postagem esse patch de localização se encontra em fase beta na Steam, o que significa que em breve pode (e deve) estar também sendo lançado nos consoles.

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios