JogandoRedes Sociais

Minipost | Atividades policiais em Lego City Undercover (2)

— Miniposts são pequenos aperitivos em forma de imagens ou vídeos com pequenos textos compartilhados pelas redes sociais do Portallos. O feed (origem e ordem cronológica) destas publicações é nosso Instagram.

http://www.facebook.com/Portallos/videos/1293640250721662/

Pistas e Mega Blocos

Semana passado fiz algumas introduções e apresentações a respeito de Lego City Undercover e agora é hora de falar um pouco sobre seu gameplay!

Antes de começar, ouça o som (que instrumento musical é esse?) que acontece no game quando se está procurando uma pista? Lembra bastante uma trilha que existe nos clássicos desenhas da Pantera Cor de Rosa. Pra mim é bem nostálgico.

O fato do acessório do Chase ser um tablet é legado do game ser um port do Nintendo Wii U (o game saiu nessa plataforma em 2013). Muitos dos recursos tecnológicos utilizado no começo do jogo são apresentados por meio desse gamepad policial. Não que isso seja uma crítica, comento mais como uma curiosidade.

Esse recurso de procurar pegadas e trilhas também passou a ser mais frequente depois de Lego City Undercorver. Lego Jurassic World de 2015, por exemplo, usa e abusa dessa mecânica.

Dentro dos muitos recursos do jogo há esse sistema de super construções, que inicialmente permitem construir áreas para solicitar veículos. Nesse caso o jogador só pode solicitar carros, mas logo mais à frente, até mesmo barcos podem ser construidos em áreas de mar aberto!

Estas áreas são criadas juntando blocos, que podem ser obtidos destruindo objetos ou encontrando estes mega blocos coloridos, que equivalem a 1.000 blocos para mais.

http://www.facebook.com/Portallos/videos/1293641844054836/

Veículos

Olha só esse momento! Isso não lembra muito os super pulos em rampas de Burnout Paradise City? Achei incrível ter estes segmentos dentro do mundo aberto de Lego City Undercover.

Elogios à parte, no que diz a jogabilidade em veículos terrestres achei os controles bem estranhos. Considerando em particular os games mais recentes das franquias Lego. Em Undercover estes controles são bem duros, tornando difícil estabilizar o carro nas estradas.

A ideia de um game de mundo aberto, na qual o jogador pode ir e vir para qualquer lugar em todo caso não é uma ideia ruim. Acho que Undercover soube empregar isso muito bem.

É uma fórmula que gostaria de ver uma segunda tentativa. Quem sabe um Lego City Undercover 2, mas agora para os plataformas mais recentes, em uma engine mais robusta, que permita os mesmos controles encontrados em jogos como Lego Star Wars ou o mencionado Lego Jurassic World (que tem veículos e andar neles é bem gostoso).

http://www.facebook.com/Portallos/videos/1293644057387948/

Parkour

Se a jogabilidade dentro de veículos não agrada muito, por outro lado a parte de parkour em Lego City Undercover manda muito bem em seus controles.

Chase pode pular, deslizar, ser arremessado, empurrar, subir, saltar sobre cercas sempre que houver pontos de blocos azuis e brancos, indicação de que a área permite o uso de tal habilidade. E os controles funcionam muito bem e de forma bem intuitiva.

A disposição desse blocos define a forma como Chase se movimenta nessas áreas. O botão é sempre o mesmo, mas o que vai definir se ele vai saltar um cano ou passar por baixo é a disposição da indicação dos bloquinhos azuis e brancos.

No vídeo estou em no ato final do segundo capítulo do game, perseguindo alguns bandidos pelos prédios da cidade. Adoro a fala de Chase quando estou destruindo alguns móveis para fazer um trampolim. O salto também em câmera lenta dá exato frio na barriga que esse momento exige!

Vai ter mais clips e ponderações de Lego City Undercover para mostrar por aqui, aguarde. Em breve também tem as impressões completas do game no site!

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios