JogandoRedes Sociais

Minipost | Perambulando na prisão de ratos de Ghost of a Tale

Miniposts são pequenos aperitivos em forma de imagens ou vídeos com pequenos textos compartilhados pelas redes sociais do Portallos. O feed (origem e ordem cronológica) destas publicações é nosso Instagram.

Ratinho

Lançado em acesso antecipado na Steam em julho de 2016, Ghost of a Tale finalmente chegou ao Xbox One pelo programa Game Preview agora no último dia 30 de junho e que game adorável!

O game está enquadrado no gênero Action RPG, mas ele tem como foco uma jogabilidade mais stealth (sorrateira) e de exploração. O game começa exatamente no ponto do vídeo acima, com esse simpático ratinho escapando de sua cela.

Os gráficos são realmente incríveis, puxando um visual mais realista, com uma paleta de cores mais sombria. Isso torna a jogabilidade um pouco mais tenso do que parece, pois a sensação de imersão é realmente grande.

Esconda-se em baús, barris e em outros locais para que os guardas não lhe encontre, enquanto descobre meios de avançar pelo calabouço do jogo, cumprindo quests e coletando chaves e itens para sua jornada.

Nocaute

O jogador rapidamente descobre que Tilo, o pequeno ratinho protagonista de Ghost of a Tale, não é exatamente um matador. Não é possível dentro do game assassinar os inimigos, apenas nocauteá-los.

Isso faz com que o jogo crie situações na qual o jogador precisa descobrir o que deve fazer para tirar os inimigos da área na qual precisa invadir. Dá para nocautear alguns guardas jogando coisas em sua cabeça, mas esse nocaute é temporário e há sempre o risco de algum outro guarda lhe ouvir.

Foi exatamente o que aconteceu neste rápido clip. Não percebi que havia outro rato próximo do que nocauteie. O jeito foi pegar a chave do rato caído e voltar um pouco a área, até chegar a um baú na qual pudesse me esconder.

Eventualmente o jogador pega as manhas para passar pelos ratos, mesmo que isso os alerte, especialmente quando começa a identificar melhor pontos de esconderijo, mas no começo do jogo há uma certa tensão para não ser visto.

Gases

Em outro momento dentro da prisão descubro como abrir uma das celas na qual não é possível abrir na primeira vez que se passa por ela. Voltei para abri-la, mas não esperava encontrar um guarda dormindo e peidando dentro dela.

Ghost of a Tale tem diverso pequenos momentos, pequenas surpresas para todos os lados. Tilo pode trocar suas roupas (isso lhe garante mudanças em seus status), irá encontrar outros personagens que irão lhe dar quests secundárias, há itens escondidos e muito mais.

No momento o game ainda não está completo, mas existe uma boa área para ser explorada. Dá para escapar da prisão, ir para a área externa, andar sob a luz do sol (o game tem ciclos de dia e noite), subir para torre, conhecer novos NPCs e muito mais. Há uma boa quantidade de conteúdo.

Irei abordar mais sobre o jogo ainda essa semana, em um preview que estou preparando para o site. Aguarde!

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.