MiscelâneaReflexões & Opiniões

Desabafo: Submarino desrespeita consumidor.

Vou contar uma histórinha real aqui, mas de forma sucinta para não matar ninguém de tédio.

A menos de 30 dias comprei uma máquina digital. Vocês devem ter notado as fotos que tirei com ela com uma boa resolução de algumas coisas minhas para o blog (Bonecos do Kingdom Hearts, Cogumelo do Super Mario, Encadernado do Garfield etc).

Quarta-feria agora, dia 16. Ela parou de funcionar. Algum problema com o zoom dela, que causa “lens protection” segudo por um “error 3”. Não dá para fazer mais nada com ela a não ser usar de peso de papel.

Garantia, você pensou não? Eu também. Entrei em contato com o Submarino, no mesmo dia. Procedimento correto é entrar em contato com a assistência técnica e enviar para lá. A maquina digital é da marca Mitsuca, modelo DS 10333BR (Não comprem).

Liguei para a assistência (011 5904-3698), que não fica na minha cidade. Preciso de uma ordem de serviço, que deve ser encaminhada para mim por e-mail. Aí eu imprimo, preencho e mando a máquina pelo correios e em 30 dias eu tenho outra máquina ou a mesma consertado. Até aqui OK, está tudo de acordo com o código de defesa do consumidor, inclusive o prazo de 30 dias.

O problema é que até hoje sábado, não recebi a maldita ordem de serviço via e-mail. Desde quarta liguei todos os dias para a asistência, pedindo o papel. Passei 2 endereços de e-mail. E nada deles me enviarem. Revoltado liguei ontem ao Submarino.

Expliquei todo o descaso da assistência técnica do Mitsuca e que não estava conseguindo resolver o problema. Na própria página do Submarino de ajuda aos clientes, há um regulamento dizendo que caso o cliente não consiga contato com a assistência, que retorna a eles. Era o que eu estava fazendo.

A atendentem que mais parece um robô me informou que eles não podem fazem nada. E mesmo que pudesse, precisariam de um laudo da assistencia, dizendo porque não poderiam pegar minha máquina. Boa, se eu não consigo nem a ordem de serviço, ia mesmo conseguir tal laudo. Mandei um e-mail para o submarino para também formalizar a queixa. A resposta deles é que só pegam o produto até 7 dias depois da do recebimento, depois disso, que se foda o consumidor com a assistência técnica.

Beleza. Informei a atendente que segundo o código do consumidor, o comerciante é tão responsável quanto a empresa do produto e por isso caberia a elas me ajudar com o problema ou pegar a máquina de volta e se entenderem com a Mitsuca, já que eu estou tomando um chá de cadeira da empresa.

Mas não, o consumidor que se ferre, já que o produto já está pago ao Submarino. A Mitsuca já ganhou o seu também vendendo a mercadoria ao Submarino. Só eu, trouxão, que perdi o dinheiro, ou melhor, peguei R$ 800 numa máquina que só serve para não deixar os pápeis da minha mesa voarem.

Então galera, não recomendo o Submarino, por mais que a empresa seja confiavél. Infelizmente eles são uma vergonha com tratamento ao consumidor, resrespeitando as leis nacionais de proteção ao consumidor e fazendo pouco caso. Não recomendo a Mitsuca também, que faz um produto que quebra antes mesmo de 1 mês de uso, que tem uma assistência técnica porca, que deixa o cliente 3 dias esperando, sendo que tal prazo vai aumentar obviamente, já que hoje sábado é o quarto dia e nada de contato com a ordem de serviço. Enquanto isso a minha máquina está aqui, quebrada.

Felizmente, ambos não sabem é que eu sou formado em Direito e que como todo bom estudante do curso, sabe quando seus direitos estão não só sendo violados como desrespeitados. Estou dando tempo, gravando contatos com ambas e deixando o prazo de 30 dias correr. Logo mais uma senhora ação judicial envolvendo ambas acabará sendo feita.

Infelizmente, por enquanto, aquelas fotos legais que eu postava aqui, estão suspensas, até eu ter outra máquina.

Não sejam enganados galera. Consumidor não deve jamais ser desrespeitado.

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios