Lendo

HQ: Projeto SPNA

Hoje eu apenas vou anunciar, mas o projeto irá começar em breve. Faz algum tempo que tive essa idéia, entretanto só agora deu vontade de executar. Como até então eu apenas participava do site NGM, e como lá, só falamos de games e postar num forum com o tempo cairia no esquecimento, o blog com seus sistema de arquivo é a melhor chance de executar minha idéia.

Aproveito que está na moda entre blogs brasileiros tirar scans de revistas antigas de videogame e entro na rodinha, mas de maneira alternativa. Não, não iremos ficar scaneando revistas de games velhas, até porque nem tenho. Não é nada relacionado com games, também. Mas com HQs.

Em 1998, a Editora Abril fez um teste de mercado e lançou uma HQ Italiana aqui no Brasil. Só tivemos 6 edições aqui. O mercado já era fraco nessa época. Bem vou revelar a revista ao invés de ficar fazendo suspense:


“Muito antes das revistas Marvel e DC ganharem formato americano pela Panini, esta HQ foi lançado pela Abril em tal formato, que ira impensável na época. O Wiimote está apenas para mostrar que ela nada se parece com um gibizinho da época, naqueles formatinhos que existem até hoje para as histórias Disney.”

SPNA – Super Pato: Novas Aventuras.Não julgue ainda!!!  Faz algum tempo (anos) que fiz esta pesquisa, mas ainda me lembro de algumas coisas. A Itália, caso vocês não saibam, é um dos países onde os quadrinhos da Disney mais vendem, onde a popularidade é de impressionar e se orgulha. Não é a toa que de lá sai 80% do material em HQs Disney do mundo inteiro. 

A HQ SPNA não foi criada para atingir a linha infantil, e sim os Jovens, a revista competia com heróis da Marvel e DC. Ela estourou de sucesso na Itália. Agora eu não me lembro, mas esta ousada série durou anos e dezenas de edições por lá.

E a HQ ousava de tantas maneiras como você pode imaginar. Primeiramente ela não continua os personagens habituais do Universo dos Patos. Sim, não tem Huguinho, Zezinho e Luisinho, Margarida, Gastão, Vovó Donald e mais inúmeros familiares. A HQ era sobre Donald e sua face heróica. Com o tempo alguns personagens fizeram aparições especiais. Tio Patinhas aparece em uma única página das 6 edições brasileiras, apesar de ser citado algumas vezes.

Nem Patópolis é a Patópolis dos quadrinhos infantis. Todo o enredo se passa no futuro, século XXIII.

Toda a história do Superpato é recriada, um novo universo, novos protagonistas e principalmente, histórias com qualidade supreendende são feitas. Não é mais aquela historinha de que o Pardal faz as bugigangas do herói, alias nem bugigangas Superpato tem. História futurista tem que ter armas do futuro e muito tecnologia.

E não espere coisas bobinhas, o universo de SPNA é regado de muita ficção científica, de muito suspense, de muita ação e aventura, invasões alienígenas, e é claro humor saúdável. Mas o barato da história realmente é o suspense com muitos personagens. Nem vou me arriscar a contar, pois muito em breve os leitores do Portallos poderão ler esta relíquia aqui. Publicarei as 6 edições brasileiras. Provavelmente uma por mês.

Não julguem porque se trata de Disney, Donald ou Patos… as histórias fazem bonito e realmente batem de frente com muita HQ de ação que vemos por aí. Uma pena que a Abril tenha desistido do material no Brasil. De ano em ano eu monto um e-mail especial e peço a eles que voltem a publicar, cheguei até conseguir que entrasse em pauta com os editores, mas nunca fui além disso.

Bem espero que curtam a novidade e ficam com as 6 capas das edições brasileira, vale a pena ver a arte delas, clique em “more”:


“Sombras Sobre Vênus”
“Edição número 1 no Brasil. Na Itália houve uma edição 0, na qual servia de prelúdio para a série, mas isso eu vou tratar futuramente. Não julguem a capa, ela realmente não é das melhores, mas a história é.”


“Superpato X Demolidor”
“Edição 02. Todas as edições tinha este estilo de capa e contra capa se juntando.”


“Terremoto”
“Edição 03. Tio Patinhas aparece em 3 quadrinhos. O traço desta edição muda um pouco, mas ainda assim o enredo e qualidade se mantém.”


“Retrato de um Herói”
“Edição 04. Das 6 edições na minha opinião está e a melhor. A revista já passa no futuro, mas aqui ela vai além e mostra viagens temporais para o futuro além do futuro e revelações interessantes sobre os personagens da série.”


“Invasão”
“Edição 05. A coisa pega fogo quando o tema é invasão alienígena!”


“Silício”
“Edição 6. A última edição brasileira. Que triste, mais triste é a mensagem no fim da revistas…”É isso, aguardem que em breve a primeira edição chegará ao Portalllos para que vocês possam ler!

 

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios