Assistindo

Estréia na TV: Batman – Os Bravos e os Destemidos tem muitos méritos positivos

Este fim de semana foi a estréia da mais nova animação da DC: Batman – Os Bravos e os Destemidos no Cartoon Network. Como fã da DC tinha que conferir o material que recebeu otimos elogios lá fora, apesar de ter causado uma certa polêmica quando foi revelado devido ao traço azulado de Batman.

O desenho lembra bastante aquele Batman de Adam West da década de 60. Você sabe de qual estou falando né? Aquele que o pessoal adora fazer gif animado na internet. XD

Claro que o novo desenho não é tão tosco assim. Só tem aquele tom alegre que não estamos acostumados a ver com o morcego da DC. Aquele Batman sério e rabugendo da Liga da Justiça ou aquele meio bocó de The Batman dá lugar a uma Batman meio bombado, de uniforme azul e pásmen, ele sorri!! O_o

Um Batman alegrinho que até faz piadinhas. Um héroi mais simples, sem a carga emocional que ele tem hoje nos quadrinhos da DC. Funciona bem no desenho animado. Fica mais descontraído, mas simples, mas não infantil , como diziam que seria antes do desenho ser lançado.

O primeiro episódio começa com ele preso numa daquelas clássicas armadilhas toscas: um relógio gigante que ao bater meia-noite as cordas de peso do mecanismo descem até um tonel de ácido. Batman e o Arqueiro Verde, aquele clássico, sem barba e jovem ainda, amarrados no peso do relógio cuco. Note as flechas de luva de boxe do Arqueiro, coisa lá do báu de nostalgia da DC. Mais cômico ainda é ver Batman tirando o símbolo de morcego do peito de sua roupa, e o símbolo endurecendo e virando um bat-bumerangue, ou quando ele tira uma espada do cinto de utilidades? Rá, chorei de rir. XD

A abertura então é sensacional, detalhe para ojeitinho do Batman escalando XD

Depois da rápida introdução com o Arqueiro-Verde, o desenho corta para uma aventura do Batman com o novo Besouro Azul, parecído com o atual das revistas da DC, já que Ted Korn, o antigo Besouro morreu em Crise Infinita, claro que isso nem é mencionado no episódio. O novo Besouro é bem jovem e ainda tem muito a aprender antes de se tornar um herói. Batman está ali para dar uma avaliada no aspirante a herói.

A aventura é bacana e foge do padrão Gotham City e os vilões malucos de lá. Besouro Azul acaba abrindo um portal para um planeta distante e lé tem que ajudar uns etezinhos. Boas piadas, um belo traço no desenho. Pena que é curtinho, passou voando o primeiro episódio.

O jeito é esperar pelos próximos. Um detalhe que não gostei foi terem chamado o desenho de “Batman Os Bravos e os Destemidos”, sendo que no original não existe o plural [Batmna The Brave and The Bold]. A Panini mesmo aqui no Brasil chamou a revista The Brave and The Bold de O Bravo e o Audaz. Soa muito melhor, não acha?

Batman os Bravos e os Destemidos está sendo no Cartoon Netwrok, todo sábado as 13h.

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.