Jogando

Conhece a Arkedo Studio? Estúdio mostra Two Finger Heroes, que quase foi para o Project Natal!

Antes de comentar sobre Two Finger Heroes, é preciso que você conheça um pouco sobre a Arkedo Studio. A Arkedo não é um estúdio gigante de desenvolvimento, pelo contrário, eles são peixes pequenos, mas que vem ganhando destaque de tempo em tempo. Já conseguiram lançar dois game para o Nintendo DS: Nervous Brickdown e Big Bang Mini, este último é mais famoso, chegou a aparecer em muitos blogs e sites. (inclusive por aqui).

Mais recentemente, esse estúdio francês vem apostando suas fichas na Indie Games da Live do Xbox 360. Para quem não se lembra, a Indie Games é aquela projeto da Microsoft que permite que pequenos estúdos lancem seus games via online no X360, custando bem menos do que os games mais famosos da Live Arcade, afinal, são games de baixo orçamento. Muitos games da Indie são simples e até bobinhos. São poucos os estúdios que conseguem fazer a diferença por lá. A Arkedo é um destes.

Depois do continue: Vídeos com os games da Arkedo na Indie e aí eu conto sobre Two Finger Heroes, o que ele teria a ver com o Project Natal e porque não deu certo. 😉

O pessoal da Arkedo criou na Indie o que eles chamam de Arkedo Series, jogos de baixo orçamento, simples, divertidos, mas de qualidade e já possuem três jogos distintos lançados no sistema.

Arkedo Series 01 – Jump!

O jogo tem essa textura 8bits, mas não parece tosco, sabe? É bonito do seu jeito de ser. E parece bem viciante. Plataforma old-school que custa apenas 240 MSPoints (U$ 3). São poucos leveis pelo trailer abaixo. Mas por isso é um joguinho da Indie. Tem um diversidade boa de elementos, como plataformas que caem, caranguejos, espinhos, bombas, chamas, moedas. Tudo nesse estilão 8-bits. Segundo o pessoal do estúdio, o game foi produzido por duas pessoas em 35 dias. Nada mal. XD

Arkedo Series 02 – Swap!

Esse já não é lá grande coisa, mas tem muita gente que é viciada no gênero puzzles. Existem tantos do gênero, que eu já nem ligo mais. Não é um Tetris, os quadradinhos vão subindo na tela e o jogador vai ajeitando os mesmo horizontalmente ou verticalmente até três de cores iguais estiverem alinhados. Veja o trailer para entender melhor e ver a diversidade de opções que o joguinho trás.

Arkedo Series 03 – Pixel!

Pixel parece ser o melhor dos três games, mais um plataforma com originalidade. A textura do jogo é inteirinha azul e formada apenas de pixels. Ainda assim você vê uma variedade grande de inimigos, objetos ao fundos e plataformas. Fiquei realmente impressionado ao ver o vídeo do game com ele rodando no gameplay. E ainda há elementos de exploração e itens escondidos dentro de quadrado ocultos que levam a uma outra tela onde o jogador precisa encontrar o caminho certo para o item escondido. Genial!

Todos os games da “Arkedo Series” custam 240 MSPoints cada. (U$ 3)

Pronto! Agora você conhece um pouco mais do excelente trabalho da francesa Arkedo Studio. Os caras são pequenos no mercado de games, mas são feras no que fazem. O próximo game da Arkedo Series na Indie jé tem nome: SLASH! E deve sair muito em breve (o estúdio está colocando um novo game a cada mês na Indie, Pixel é o de Dezembro).

Agora vamos falar de Two Finger Heroes!

O chefão da Arkedo, Camille Guermonprez, participa e promove os games do estúdio no famoso forum americano NeoGAF. E ele revelou no forum um projeto criado pelo pessoal da Arkedo em apenas 12 dias, mas que acabou não dando certo do jeito que eles queria: Two Finger Heroes!

O game seria um beat-up, tipo Castle Crashers, Battletoads e afins. Só que ele foi pensado em ser usado com o Project Natal do Xbox 360. Os personagens do game são “dedos” ou algo parecido, na qual o jogador controlaria com mexendo os dedos das mãos. Saquem só os storyborad da mecânica do game:


Muito comédia a idéia. Além de controlar o personagem com os dedos, haveriam outras fases onde o jogador controlaria com a mão ou os braços situações divertas, como dirigir um veículo. Segundo o projeto, essa diversificação teria como o propósito permitir ao jogador que ele descansasse os dedos de tempos em tempo, para não cansar demais. XD

E como todo bom beat-up, o jogo teria power ups que dariam diversos poderes aos personagens-dedos de acordo com o gesto que a câmera do Projeto Natal captasse.

Mas antes que você fique animado demais, o jogo não está em desenvolvimento. Apenas as idéias conceituais foram criadas. Alias é impressionante ver o que os caras da Arkedo montaram em apenas 12 dias de planejamento. Criaram toda a estrutura do game, logo e 2 telas de gameplay. Uau.

A explicação dada por Camille Guermonprez na NeoGAF (seu nick lá é Pharoah) foi que eles provavelmente teriam problemas com o reconhecimento dos dedos pelo Natal e alguns gestos pensados para o jogo poderiam ser problematicos pois eles acabariam tendo que regionalizar eles por países. Ele cita como exemplo o gesto na França usado para “vitória” e na Inglaterra, esse mesmo gesto, é considerado uma ofensa. Então seria um bem chato arrumar esses gestos para um lançamento mundial na Indie.

Conversa vai e conversa vem lá na NeoGAF, ele também acabou comentando depois que o pessoal do estúdio também não conseguiu ainda os kits de desenvolvimento do Natal para que pudessem trabalhar no game, e ele volta a afirmar que teriam que mudar a estrutura do gameplay do game, pois realmente o projeto Natal não reconheceria com precisão os movimentos dos dedos da forma como aparece nos esquetes acima.

De qualquer forma ele acaba comentando que Two Finger Heroes ainda vai acabar sendo reformulado, pois foi divertido demais criar todo o conceito do jogo e é bem possível que eles acabem adaptando o jogo para os controles convencionais e lancem ele na “Arkedo Series”.

Interessante essa conversa de que o Natal não reconhece com precisão os movimentos dos dedos. Li uma matéria semanas atrás que mencionava que o Natal consegue reconhecer até 31 partes do corpo (mas não especificavam é claro as limitações desse reconhecimento). Mas enfim, só mesmo quando o acessório for realmente lançado é que poderemos tirar maiores conclusões sobre precisão e o que ele é capaz ou não de fazer.

E não se surpreenda se a Arkedo acabar criando outra coisa para o Natal. Pois essa demonstração de “Two Finger” aconteceu sem compromisso algum para os leitores do NeoGAF num post com os lançamentos da Arkedo Series e já está viajando o mundo inteiro. Vários sites como Joystiq, Kotaku e VG247 já noticiaram o conceito do game. E a receptibilidade vem sendo positiva. Não seria surpresa nenhuma se com todo esse barulho a Microsoft não acabe liberando o kit de desenvolvimento do Natal para o pessoal da Arkedo.

De qualquer forma, fica aí o post sobre a Arkedo Studio, que vem criando ótimos games e não é de se admirar se ela começar a crescer mais e mais nos próximos anos. Um estúdio para se ficar de olho. 😉

[Via NeoGAF]

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios