AssistindoCinemaReflexões & Opiniões

Rá! "Rio" é animação ambientada no Rio de Janeiro produzida nos… EUA? Opa, mas é do Carlos Saldanha!

Cinema Americano, tenha isso em mente. Você já deve ter notado, é claro, que muitos filmes produzidos nos EUA muitas vezes não se limitam a histórias dentro do próprio Estados Unidos. Os americanos não se importam em filmar na França, no Japão, na Austrália ou em qualquer outro país do mundo. O céu é o limite. Muitos filmes às vezes começam em solo norte-americano e logo em seguida, a história muda até de continente, como Madagascar, quando os animais do Zoológico de Nova York vão para a ilha que dá nome ao filme na África.

Filmes assim sempre tentam mostrar as belezas do local onde a história se passa, ou ao menos como a cultura é tão diferente dos norte-americanos. Pegue os filmes de Indiana Jones ou da Lara Croft, onde boa parte deles se passam na Europa e Ásia e sempre há esse contraste cultural. Enfim, mas e o Brasil?

Eu sempre fico decepcionado quando ouço que algum filme americano vai ter algumas cenas filmadas por. O Incrível Hulk, por exemplo, o que mostraram do Brasil no filme? Favela e uma fábrica de refrigerante “genérico”. Tudo bem que dentro do contexto do filme até que ficou legal, mas pra quem vê o Brasil pelos olhos dos americanos, parece que aqui só tem Favela. Quando os americanas vão à França, filmam a Torre Eiffel, o Museu do Louvre etc. Na Inglaterra tem Palácio de Buckingham, na China tem a Muralha da China, no Egito tem as Pirâmides e assim por diante. Sempre se preocupam em mostrar um pouco da cultura, das ruas e de como é viver nestes países onde o filme rola. Mas quando precisam do Brasil, só lembram da favela.

Tudo bem que se for pensar não temos mesmo grandes atrações nacionais. O Rio de Janeiro é quase o único lugar que ganha destaque em filmes internacionais, até mesmo os nacionais, quase sempre se passam no Rio. O interior do país carece mesmo de atrações a nível internacional. Não temos grandes parques como os da Disney, que existem quase que em toda parte do mundo. Para a Copa de 2014 teremos que construir estádios decentes e de nível mundial, porque no país do Futebol não temos estádios decentes para aceitar a população internacional. O turimo do interior do Brasil muitas vezes se resume a fauna e flora, programinha de vida no campo. Nossos Museus não chegam a ter à glória, respeito e o destaque que os internacionais possuem. Brasília, que tem todo aquele porte de ser inteiramente planejada, com uma arquitetura que chama a atenção do mundo todo, fica escondida no “fundão” do Brasil, sendo que a idéia inicial era de que isso acabasse modernizando e retirando do litoral brasileiro o monopólio industrial e trazendo o progresso para outras regiões do país, objetivo este nunca conquistado, e pelo contrário, Brasília acabou ficando tão longe de tudo, que é onde os políticos acabam se “escondendo” do povo, ou alguém duvida que se os Três Poderes da Federação ficassem em São Paulo ou no Rio de Janeiro, as coisas seriam do jeito que são? Enfim, o Brasil continua sendo um “país agrícola”, em especial o Centro-Oeste e Norte. Aí fica difícil mesmo pensar em outras regiões além do Rio de Janeiro para um filme. Opa, não esquecendo que quando o filme precisa de uma floresta, aí pensam na floresta Amazônica, mas quantos já viram Manaus num filme assim? Só mostram mato e árvore!

Me alonguei, deixa eu voltar para o foco do post. Os americanos estão pensando no Brasil novamente, ou melhor, Carlos Saldanha, que caso você não saiba é o cara responsável pela franquia A Era do Gelo da Fox e do estúdio Blue-Sky, e ele é brasileiro, nascido no Rio de Janeiro! Certamente devido ao grande profissional que é, e algumas fichas de crédito obtidas com o sucesso de A Era do Gelo, Saldanha conseguiu promover seu projeto chamado “RIO“, que trás o excelente nível das animações americanas, numa história que se passa no Brasil! Mais especificamente no Rio de Janeiro. Vejam o trailer:

Fico feliz de que o filme, apesar de uma produção norte-americana, está nas mãos do Saldanha, que já provou que sabe o que faz e conhece o Brasil claro! Infelimente o Brasil não tem porte para criar animações no nível dos americanos do Tio Sam, o máximo que a gente consegue é aquela coisa grotesca do nível “O Grilo Feliz“. Bom saber que um brasileiro nos EUA ainda pensa na gente!

O que mais fiquei animado é que pelo curto trailer, você percebe certas influencias brasileiras na cenografía do filme. E não tem favela (no trailer ao menos). Dá para ver o que provavelmente é a única atração (internacionalmente conhecida) em termos de monumento no Brasil, o Cristo Redentor. Na cena da praia nota-se pequenas referências a um país tropical, como a melancia (quando é que você já viu uma melancia numa praia americana?) ou quando a bola rebate nas (fartas) nádegas de uma mulher (que nem chega a sacudir com a bolada). São pequenas coisinhas, mas você sabe que combinam perfeitamente com nossa cultura. Até mesmo a referência aos asa deltas nessa região do Rio de Janeiro que existe mesmo. Gostei do clima tropical do filme, ao invés de mostrar a “pobreza” do povo brasileira com as favelas e tal. Claro que estou tirando tudo isso apenas pelo trailer, resta ver como é que o filme irá se desenvolver.

E pow! Um personagem tucano! Quanto tempo faz que não vejo um Tucano como personagem animado. Legal, é um animal incomum em desenhos, pois existe apenas na América Central e América do Sul (segundo o Google). Ainda bem que não escolheram um papagaio, pois Rio de Janeiro e papagaio só existe um: Zé Carioca. Pela imagem que abre o post podemos ver mais dois personagens pássaros que não estão no trailer (um canário amarelo? boa idéia!) e um cachorro. Detalhe para o pandeiro, o que indica a influência do samba, outra coisa da nossa cultura.

Pelo que pesquisei o enredo conta a história de Blu, uma arara azul que vive num zoológico de Minnesota nos EUA. Blu acredita ser o último de sua espécia e dado certos eventos, descobre a existência de uma fêmea de sua espécia vivendo no Rio de Janeiro. De alguma forma Blu acaba conseguindo chegar ao Brasil, no trailer podemos ver que ele não sabe voar, já que era um animal de zoológico, então ele não veio voando pra cá. XD

No elenco está uma galera de peso: Jesse Eisenberg (será o Blu), Anne Hathaway (a arara fêmea), George Lopez (o tucano), Jake T. Austin, Jamie Foxx, Tracy Morgan e o ator brasileiro Rodrigo Santoro. Nada mal! Não descobri qual o personagem de Santoro no filme, mas não adiantaria de nada já que nem todos os personagens foram revelados ainda.

A previsão de estréia de Rio está agendando nos EUA para 08 de Abril de 2011. Ainda não se sabe se a animação chega aqui no Brasil na mesma data ou depois. E aí, o que acharam?

Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.