AssistindoSeriados

Os excluídos de McKinley High estão de volta: Glee! [2×01][PdS]

Glee

Glee: 2º Temporada, season premiere (2×01) foi exibido nos EUA dia 21 de Setembro: “Audition”

Enquanto isso no Brasil: Glee é exibido no Brasil pelo canal pago FOX. Atualmente o canal exibe a primeira temporada todas as quartas feiras às 22:00.

Aviso: Continue lendo apenas se você já assistiu o primeiro episódio da 2ª temporada de Glee. Haverá spoilers! Caso ainda não tenha assistido, assista apenas o vídeo (promo do episódio) após o “continue lendo” e depois não prossiga com a leitura.

Àqueles que ainda não conhecem o Papo de Série, basta clicar aqui e ficar por dentro do projeto. Depois do “continue”, conversamos mais.

Como podemos nos lembrar, no final da primeira temporada o Glee Club sofreu uma derrota para a simplesmente perfeita apresentação do Vocal Adrenaline. Sério, alguém não gostou da performace de Bohemian Rhapsody? A apresentação do New Directions até foi boa mas não chegou aos pés de Vocal Adrenaline. Pois bem, com a derrota e uma pequena ajuda de Sue Silvester para que o grupo não fosse desfeito, os alunos da McKinley High School entraram nas férias de verão para seu retorno na segunda temporada.

O início do episódios foi genial. Jacob em uma entrevista com os participantes do Glee Club para seu blog, despejou boa parte das críticas feitas à série durante a primeira temporada. Eu ri bastante quando ele falou para o Will parar de cantar rap. E por falar em comédia, esse foi o ponto forte dessa season premiere. Uma coisa chata que eu achava no final da primeira temporada era o abandono da característica humorística que a série tinha no início e foi aos poucos sendo substituído por um drama adolescente chatinho. Aparentemente os produtores perceberam essa falha e trataram de por uma boa dose de humor alternando com performances musicais de primeira.

Uma das características do começo da série que foi resgatada neste episódio foi a despreocupação com o roteiro, que muitas vezes soa ridículo (Britanny perdida nos esgotos?) mas esse é o tipo de comédia que Glee sabe fazer. Outra caracterísca resgatada foram os personagens completamente caricatos. Rachel, estava mais chata e arrogante do que nunca, mostrando que só ela sabe ser a protagonista mais odiada da TV americana. Britanny, como sempre, possui poucas falas, mas cada uma é o bastante para me fazer rir por um episódio inteiro. Aliás todo o elenco e roteiro estavam de parabéns nesse episódio, sem aquele drama que assolava o final da primeira temporada.

A parte musical do episódio estava de ponta. Em minha opinião não houve nada que aumentasse o brilho dessa parte da série mas foi tudo no nível que deveria. Atenção especial para Empire State of Mind, que ficou em 1º lugar em número de downloads no iTunes após a exibição do episódio, e é claro Telephone e o incrível timming de Sue Silvester, que por sinal arrasou durante todo o episódio. Algo interessante é que dessa vez Glee não nos trouxe uma música tema da temporada como Don’t Stop Believing na primeira, que apesar de chata (é sim) deu um charme nas regionais.

Pausa agora para comentar o que roubou a cena nesta season premiere: o triângulo nada romântico de Will, Sue e Beist. Antes da estréia eu pensei que Beist iria ser uma versão piorada de Sue, o que me deixou um pouco decepcionado ao ver que ela somente é bizarra por fora. Pois é Sue, nada irá roubar seu brilho eterno nesta série nem mesmo sem os canhões de confete. Porém o final do episódio deixa implícito que agora Will ganhou uma aliada de peso (duplo sentido aqui) em suas intermináveis batalhas contra Sue. Aliás Will é bom assim, competindo contra Sue. Seu romance com Emma na segunda parte da primeira temporada me fazia ir do tédio ao ódio em poucos minutos, essa que por sinal nem apareceu, não que eu esteja reclamando.

Sobre os novos personagens, Sunshine e Sam, ótimas adições vocais à série. Parece que Sunshine substituirá Jesse na Vocal Adrenaline e Sam deverá substituir Matt, que entrou e deixou a série como nada mais que um mero figurante. E por falar em figurantes, aparentemente Mike ganhará um espaço na série com o mais novo romance aleatório entre ele e Tina. Achei mini-drama do triângulo amoroso asiático meio desnecessário, mas pelo menos serviu para finalmente dar ao outro asiático falas dentro do roteiro.

E assim, começou a nova temporada de Glee, com o que na verdade foi um grande reset da série. Quinn voltou a ser líder de torcida, Rachel voltou a ser a “vilã” protagonista, todos voltaram a suas brigas e intrigas internas e principalmente Sue voltou a atormentar o clube. Uma fórmula que se continuar assim, promete grandes episódios.

Músicas do episódio

– Listen. Retirada da trilha sonora do filme “Dreamgirls”, interpretada originalmente por Beyoncé.

– Billionaire. Interpretada originalmente por Travie Mccoy em parceria com Bruno Mars.

– Telephone. Interpretada originalmente por Lady Gaga em parceria com Beyoncé.

– What I Did For Love. Retirada do musical A Chorus Line.

– Empire State Of Mind. Interpretada originalmente por Jay Z em parceria com Alicia Keys.

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Hugo Crisostomo

Viciado em séries e em jogos de RPG. Normalmente sem tempo para nada mas a hora de assistir minhas séries é sagrado! Odeia pessoas que preferem miojo de carne.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.