Jogando

Sony revela o verdadeiro PSP2! Preparado para um portátil com gráficos de console de mesa? [NGP]

Demorou, mas finalmente a Sony oficializou o sucessor do PSP. O mundo inteiro ainda está se acostumando com a ideia de que talvez o novo portátil se chame Sony NGP (Next Generation Portable), codinome que a empresa vem usando para o mesmo, e tudo indica que não existe uma intenção de chamá-lo de PSP2 quando chegar às lojas japonesas no final de 2011. Faz sentido mudar o nome, afinal, o PSP não fez todo o sucesso esperado, fracassou em vários ângulos, então nada melhor do que recomeçar novamente, com um novo nome e novos ajustes que consertem alguns erros do passado.

A nova mídia!

Por exemplo, a mídia UMD usado no PSP sempre foi considerada um fracasso. Inicialmente o PSP tinha aqueles lançamentos de filmes em UMD e programas americanos. Mercado que fracassou vergonhosamente. Os games em UMD também nunca foram um sucesso. Carregar um PSP com aquela porrada de discos pra qualquer lugar era ruim demais, enquanto os cartuchinhos minúsculos do DS não ocupavam espaço algum. A Sony bem que tentou abolir o UMD, lançando o PSPGo, medida que veio tarde demais, e não funcionou como deveria (em parte porque até mesmo comprar online no PSP é meio chatinho, demora pro game baixar, e existe problemas de espaço que não tem cartão de memória que aguente).

Felizmente esse problema foi extinto definitivamente. O Sony NGP irá usar cartões de memória flash, que permitirá até mesmo baixar expansões do game do cartão direto no mesmo, assim como os próprios saves dos games. Tais cartões usam uma tecnologia  desenvolvida pela própria Sony, especialmente para o NGP. Não foi revelado no entanto o tamanho da memória  dos tais cartões. Mas hoje em dia, parece que cartão de memória não tem mais problema com espaço, cabendo Gigabytes o suficiente para qualquer game, muito mais do que os meros DVDs usados em consoles como Wii e Xbox 360.

“Tocar é bom?”

Eu me lembro quando o Nintendo DS surgiu e a Nintendo ficava usando aquele slogan “touching is good” (ou algo assim) para guerriar com o PSP, alegando que seu portátil era o único que permitia novas formas de jogabilidade. E realmente, o PSP ficou de fora por muitos anos, com games que só serviam no DS. Games de toque hoje em dia são comuns, seja no próprio DS ou até mesmo em outros aparelhos eletrônicos como os celulares e os periféricos da Apple. E o PSP foi ficando de fora de novas franquias, novos games e com isso, a originalidade e critividade da sua linha de games ficou em baixa. Hoje em dia não tem como não pensar em um portátil sem tecnologia de toque. Mérito da Nintendo, é claro, mas não tem porque continuar de fora do que a empresa do Reino dos Cogumelos acabou padronizando no mundo inteiro.

Sendo assim o NGP terá tela sensível ao toque! Além de uma “touch pad” na parte traseiro do aparelho. Por que diabos uma “touch pad” (não sabe o que é? Pense no mouse de notebook, aquela esteira que você usa o dedo como mouse)? Não faço ideia o que será feito com isso, mas parece interessante e curioso tal funcionalidade.

Mas uma das falhas da versão antiga então, consertada no novo portátil! Isso não quer dizer que o NGP irá receber apenas games casuais e bobalhões como o DS recebeu ao longo de sua geração. O proprio DS recebeu muita coisa de qualidade com a tecnologia de toque, mas é claro que isso não impediu as pilhas de games simplórios que usaram e abusaram deste diferencial do portátil. Mas a julgar pelo que a Sony apresentou em termos de games, o NGP não parece nada casual. Pelo contrário, parece que a aposta do mesmo é ser hardcore como o PlaysStation 3 é.

Maior (dimensões) e melhor (gráficos)!

A única coisa que não gostei no modelo do novo DS é que o mesmo continua com sua tela exposta, enquanto o DS e 3DS foram desenvolvidos especialmente para proteção das telas do aparelho. Sempre senti falta no PSP de uma “capa plástica” protetora da tela. Não estou falando das películas e tal (não gosto delas), mas não faria mal nenhum se o PSP e até o NGP tivessem um acessório de resistência dura que pudesse proteger a tela. No final, vou depender de um estojo produzido por empresas terceiras, para manter a tela do meu NGP (porque eu comprarei um) sem riscos.

Tirando esse detalhe, o NGP parece ótimo. Ele é um pouco maior do que o PSP, que já era grande em relação ao DS, mas para ser sincero até gosto da idéia de um portátil maior. A tela do NGP aguenta a resolução de 960 x 544 pixels. Nada mal mesmo! Só para se ter uma idéia é uma resolução maior do que a de um filme em uma mídia básica de DVD.

Transportar um trambolhão desse não chega a ser um problema pra mim, já que o próprio PSP nunca gostei de levar no bolso da calça. Andar na rua com um PSP à mostra? Não tenho coragem. Portáteis eu só jogo em casa, ou na casa de parentes/amigos ou em lugares que sei que não há risco de roubo (ex. na faculdade quando estudava). Então não é um aparelho que me pertube tanto pelo tamanho. Diferente de um celular que obrigatoriamente as pessoas precisam levar para qualquer lugar. Você teria coragem de jogar um 3DS ou NGP num ponto de ônibus por exemplo? Nem dentro do ônibus eu tenho. Sem mencionar que as telas destes portáteis não ficam boas na luz solar. São aparelhos que ficam melhores se jogados em lugares com muita sombra.

Quanto aos gráficos, pelo que a Sony demonstrou e prometeu, parece que veremos algo no nível quase de um Playstation 3. Poderiamos dizer que o NGP irá superar os gráficos do Xbox 360? Ainda é cedo para fazer tais afirmações, mas me agradou e muito a ideia de um portátil com games com cara daqueles desenvolvidos para consoles de mesa. E não é tão sem sentido assim pensar num portátil com o mesmo nível de processamente de um PS3, pois vale lembrar que os gráficos no portátil acompanham a resolução do mesmo, então enquanto no PS3 precisa de gráficos maiores, em alta-definição, no NGP, o processador trabalha com imagens menores para atingir o potencial da tela diminuta do aparelho. Não tem a necessidade de um processamente de uma tela do tamanho de uma TV de 49 polegadas. Então é algo possível de ser feito. Segundo a Sony o NGP tem 4x a potência do PSP em termos poderio gráfico.

Tudo bem que o 3DS não ficou tão para trás assim, mas o que não me agrada na ideia do portátil da Nintendo é essa onda de remakes de games de Nintendo 64. Ora, a Sony já pensa em games do PS3 para o NGP, enquanto a Nintendo fica pensando em remakes da era N64? E ainda não ficou tão claro até onde o 3DS aguenta. Queria ver um Super Mario Sunshine rodando no mesmo ou um Super Mario Galaxy, afinal, ele não é quase tão potente quanto o Wii? Fico contente que a Sony não está pensando num portátil para remakes de Playstation 2, e sim em algo ainda mais potente.

A guerra pelos gráficos no dois novos portáteis promete! Quero ver se a Capcom irá criar um Super Street Fighter IV no NGP e como ele ficará em termos gráficos. Estou na torcida, já que este game no momento é um dos mais bonitos no 3DS.

O vídeo abaixo é mais um vídeo conceitual da ideia por detrás do novo portátil da Sony. Bem viajado e tal, mas não fica muito longe dos comerciais da Nintendo do Wii ou do Kinect da Microsoft. Parece que o público hoje em dia gosta dessa coisa de comparar videogames com o mundo real. Mas dá pra sacar que o vídeo mostra (exageradamente e cinematográficamente) algumas das funções do NGP:

Analógicos em dobro! E mais funcionalidades…

Outra reforma feita no sucessor do PSP são os botões, em especial o analógico, que agora vem em dobro! São dois e nada daquela tosquisse que é no PSP, pelas imagens divulgadas, os analógicos são realmente saltados para fora do aparelho e mais parecidos com o que vemos nos controles do PS3. Parecem infinatamente melhores do que o usado no PSP.

Os botões clássicos também estão no aparelho: O D-Pad (direcional digital), as alavancas superiores (L/R), os 4 botões de ação (triangulo, quadrado, circulo e X), além de botões para volume, de ligar e desligar e um para abrir a home do aparelho, além dos clássicos “Start” e “Select”.

Outra novidade no PSP é que ele terá toda aquela parafernália show do controle SIXAXIS, como o giroscópio e o acelerômetro, além de uma bússola interna. O aparelho também terá conectividade via rede 3G, Wi-fi, IEEE 802.11b/g/n e  Bluetooth 2.1+EDR. Nada mal! Também andei lendo por aí que até mesmo GPS para localização o aparelhinho terá.

Mas ainda não acabou, o portátil virá com duas caixas de som, além de um microfone imbutido, mais duas câmeras, uma frontal e outra na traseira do aparelho.

Sinceramente não consigo pensar em nada que tenha faltando no aparelho. O efeito 3D que a Nintendo está usando para promover o 3DS? Não sei se isso fará falta no futuro, sinceramente só vou saber disso quando tiver um 3DS e puder ver realmente qualé desse efeito, porque se for comparar com o do cinema de hoje em dia, não faço questão alguma de ter só por causa disso. No geral achei o NGP um aparelho completo, muito mais recursos que o PSP, já atualizado mesmo com a tecnologia de hoje dos consoles, potente o suficiente para aguentar por muitos anos, junto com o Playstation 3.

Os games já revelados!

A lista é pequena, já que o anuncio rolou num evento em Tokyo, certamente a Sony não iria entregar todas as cartas do baralho logo no começo do ano, com a E3 acontecendo em junho deste ano. mas o que a Sony comentou é que o aparelho deve receber games das franquias: Uncharted, Killzone, WipeOut, Resistance, LittleBigPlanet, Hustle Kings e Hot Shots Golf.

Dos outros estúdios, na conferência foram mostrados pela Capcom mostrando a versão de PSP de Monster Hunter Portable 3rd rodando no NGP, e isso também confirma o que já se esperava, mas todos os games do PSP podem ser disponibilizados via Playstation Network e rodam sem problema algum no aparelho. Infelizmente não terá entrada de UMD no NGP, então só por distribuição digital mesmo para curtir os games de PSP. Não encontrei informação se games já comprados na PSN hoje para PSP, poderão ser futuramente baixados novamente no NGP sem qualquer custo, como por exemplo, Patapon 2. A Sega demonstrou Yakuza 4 e a Konami mostrou Metal Gear Solid 4 rodando no NGP, estes são games de PS3 mesmo. E a Activision já se adiantou e anunciou que o portátil irá ganhar um game da franquia Call of Duty. Lost Planet para PSP é outro game da Capcom que acabou aparecendo no evento em Tokyo, mas sem muitas informações também. Ah e os que curtem o sistema de Trófeus do Playstation 3 pode comemorar, pois o sistema será integrado ao NGP!

É verdade mesmo que em relação a anuncios se ficou mais nas intenções do que em algo mais real. Porém é cedo ainda para querer ver algum jogo em estágio final, afinal o aparelho só será lançado no final do ano. Ainda tem 12 meses de desenvolvimento e acabamento dos games, sem mencionar, como já falei, a E3 no meio do ano parece ser o lugar mais correto para demonstrar novos games para o NGP.

Tudo que se demonstrou agora foi para dar ideia da capacidade do mesmo.

O vídeo abaixo, apesar da péssima qualidade, vale a pena ser visto. Tem o anúncio do NGP, com vídeo do aparelho em vários angulos, além de vários trailers de games que estão em desenvolvimento para o mesmo, dá até para se ter uma ideia de como será usado em games o touch pad traseiro e como Uncharted mistura jogabilidade convencional, por sensor e de toque durante o gameplay (é impressionante!). Vejam!

E para o desesperos de alguns, nada de se falar sobre o preço do aparelho ou seus games. Será que a facada vai ser grande? Tendo em vista o que a Sony fez nos primeiros anos do PS3, não duvido que seja, só espero que os games não tenham os mesmo preços dos games dos consoles de mesa, pois se tiverem, vai ser uma falha grave do portátil. Mas se fosse para chutar, chateria entre U$ 39 e U$ 49 na mídia real, e talvez um pouco menos os que sairem por distribuição digital.

Para terminar, quero dizer que fiquei muito mais empolgado com o NGP ou PSP2 do que com o 3DS. Pra mim gráficos são importantes e apesar do 3DS ser muito superior ao DS, ainda acho que poderia ser melhor, ainda mais tento em vista o poder que um Iphone tem hoje em dia. O NGP superou isso e ainda trouxe algumas das vantagens do DS para si, como a tela de toque e os sensores de movimento. Resta torcer para que Sony realmente dê a devida atenção ao aparelho, criando grandes games, e que consiga convencer os estúdios a criar games e versões de games de outras plataformas para ele, assim como ocorre com o DS. Porque o PSP é realmente um excluido atualmente, que mal recebe games direito. Se conseguirem uma boa line-up nos primeiros anos, acho que o NGP pode se tornar um concorrente peso pesado no mercado. Afinal, o PS3 também começou por último nesta geração, mas provou que basta ter paciência que se chega lá e hoje em dia não tenho duvidas que ele vai terminar esta geração em primeiro, que dizer, ele deve continuar forte ainda na próxima geração, enquanto a Microsoft e a Nintendo deve ser as primeiras a trocarem seus consoles por outros mais potentes. Por fim, uma galeria de imagens do NGP, tenha paciência, pois elas estão enormes e pesadas!

[Informações e Imagens via Kotaku e UolJogos]

Obs: Eu sei que tem mais informações saindo sobre o NGP neste exato momento, assim como games e impressões mais detalhadas. Mas por enquanto, resolvi ficar com o básico mesmo. Mas a gente vai conversando sobre as novidades via comentários e daqui alguns dias se tiver a necessidade de um post mais detalhados com mais informações, o mesmo será feito. 🙂

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios