Japão

Sob a luz do luar, o coração da espada descansa em meio às melodias do lendário retalhador! [PTunes]

Pensando muito durante a semana sobre música, fiquei imaginando qual trilha sonora postaria hoje. Já faz tempo desde a última vez que encontrei uma folga maior nas minhas atividades para organizar um PTunes. E após ponderar bastante sobre o assunto no banheiro (não tem lugar melhor) cheguei a conclusão de que depois da trilha sonora de Saint Seiya e BLACK Kamen Rider, o terceiro repertório de músicas memoráveis que mais povoa a minha mente neste momento é o de Rurouni Kenshin ou se preferir Samurai X (porque os norte americanos adoram rebatizar tudo como se fosse deles).

Paciência para rever o anime eu já não tenho mais. Não porque enjoei dele, mas sim porque toda vez que vejo o final da saga de Shishio me lembro do quanto a trama do anime desce ladeira abaixo por não seguir o roteiro restante do mangá, que infelizmente na época teve de ser pausado, o que fez com que o anime terminasse de uma forma bem sem graça. Posteriormente foram lançados 4 OVA’s. 2 contando o passado de Kenshin e como ele se tornou Battousai (este com algumas sutis diferenças seguiu bem o que o mangá ditava). Já os outros 2 são nada menos que um final alternativo e bem melancólico para a série, final este que eu odeio, diga-se de passagem. Não por ter um desfecho triste, longe disso. O trabalho de animação feito com estes OVA’s é algo realmente impecável. Tudo está mais humano, mais real, mas nem de longe é o mesmo Rurouni Kenshin do qual aprendi a gostar vendo o anime. Quando você compara o desfecho dado a luta de Kenshin e Enishi vendo tanto os mangás quanto os OVA’s, fica claro que o objetivo era apelar mais para o emocional de quem estava assistindo, deixando de lado o eletrizante (e verdadeiro) ritmo para a conclusão da história. Isso sem falar de vários personagens que deveriam voltar a cena, mas que acabaram ficando de fora. Excetuando isso, só posso dizer que poucas animações até hoje me emocionaram tanto quanto esta, acho que os OVA’s de Rurouni Kenshin só perdem mesmo para Hotaru No Haka no quesito “Faça-me chorar”.

Este ano a série completa seus 15 aninhos de existência e para comemorar, o game de luta para PSP, Rurouni Kenshin Saisen, foi enfim lançado neste mês de março (10/03/2011). Além dele, um site especial em razão do aniversário foi criado. Embora eu não entenda bulhufas de japonês, desconfio que uma nova animação vem por aí para abrilhantar ainda mais a comemoração dessa data. Rumores correm pela internet, mas nada foi oficializado ainda, muito provavelmente um OVA ou OAD (não é tudo a mesma coisa?) será lançado. Seria finalmente a saga Jinchuu recebendo o tratamento que ela tanto merece? Só o tempo para nos responder isso. Enquanto essa hora não chega, que tal ouvirmos um pouco do melhor de Battousai Himura? Com vocês… Rurouni Kenshin (o retalhador que somente a rede Globo conseguiu cortar), por Nobuhiro Watsuki, logo após o continue.

Rurouni Kenshin OST I Año: 01/01/1996

Rurouni Kenshin OST II Año: 01/04/1996

Rurouni Kenshin OST III Año: 20/04/1997

Rurouni Kenshin OST – Theme Song Collection Año: ??/??/????

Rurouni Kenshin OST – Premium Collection  Año: ??/??/1999

Rurouni Kenshin OST – TsuiokuHen Año: 20/03/1999

Rurouni Kenshin OST – SeisouHen Año: 23/01/2002

OBS: Nem todas faixas acima tocadas correspondem aos álbuns colocados. O caso é que achar boas imagens desses Sound Tracks ás vezes é mais difícil que achar uma agulha num palheiro. Como a discografia é cheia de remixagens e coleções que se repetem (até demais eu diria), não vi mal algum em colocar algumas capas no lugar de outras. Enfim, o que importa é a música, espero que tenham gostado e até a próxima.

Etiquetas

K o n S a m a

Do ser sem razão a essa explosão de emoção, do preguiçoso leitor ao (meia-boca) escritor, do tímido calado ao ator inquieto, do caminho já traçado à esquina do destino incerto. Tentei me definir, mas sem sucesso. Games, filmes, música, animes, são só o começo desse quebra-cabeça sem nexo.

Artigos relacionados

Fechar