Rayman Origins: Do download com possível sucesso, ao fracasso da mídia física? [PS3/X360]

Rayman Origins foi anunciado na E3 do ano passado. Era 2D, tinha lindos gráficos, e foi dito que seria mais um jogo nos moldes dos vários remakes que andaram saindo por aí: um game de download, e dividido em episódios. Até aí tudo indo bem, Rayman sem os coelhos malditos, derrubando tudo que vê pela frente e na maestria dos plataformes 16-bits. Eis que depois de quase um ano na geladeira, quanto a notícias a Ubisoft revela mais alguns detalhes e solta a bomba: O jogo será lançado em disco.

Porque a Ubisoft decide mudar a fórmula que fez com TMNT: Turtles in Time, que vendeu bem aliás, e lança um jogo nos mesmos moldes em disco? Eu acho que o jogo não vai ocupar nem de longe o disco todo, por mais conteúdo que possa ter, mesmo enfiando trocentas galerias, itens escondidos e tudo mais. O jogo para tal teria que ter um número absurdo de fases, o que eu particularmente não acredito que tenha. New Super Mario também foi lançado em disco, mas as circunstâncias eram totalmente diferentes, Mario é muito mais consolidade do Rayman, o jogo foi lançado para Wii, e os jogos de Wii custam cerca de 20 dólares a menos do que os de PS3/X360 no lançamento. O que me intriga é quanto a Ubi vai cobrar por Rayman. Comprar no lançamento como antes está fora de cogitação, e pior, não acredito que Rayman Origins tenha bala na agulha para disputar com os pesos pesados de caixinha, ainda mais na data em que será lançado: perto do Natal.

Das novidades temos um desafio “I dare You”, que é feito executando sequências de acrobacias e a afirmação que as fases terão segredos e coisas escondidas, mas se o jogador quiser pode fazer speedrun (o que eu curto muito mais dependendo da fase). O multi foi confirmado para 4 pessoas mas só offline, mais uma baita mancada, ainda mais se tratando de um jogo em disco. E todos os personagens vão ter as mesmas habilidades, o que eu não vejo problema, mas vi gente reclamando de uma maior variedade nesse ponto.

Aguardemos a E3 para mais novidades sobre o mascote da Ubi. Confiram um trailer antigo do anúncio do jogo:

 

A imagem que abre o post é de autoria do usuário Themrock do DeviantART

Isso também pode lhe interessar

16 Comentários

  1. Entendi o que tu quis dizer, mas tomara que NADA seja feito nos moldes de TMNT: Turtles in Time. Aquele jogo é muito ruim! XD

    E podem me mandar pro milho, mas nunca joguei Rayman. Só o comecinho assim beeem descompromissado em vários consoles, mas nunca jogueeeeei de verdade.

    Quem sabe dessa vez não faço isso, né? Depois de esperar o preço do jogo cair pros 15 dólares da vida, claro, haha.

    1. asasuhuhasuhsauh sério? Eu gostei da demo, bateu a maior nostalgia de quando jogava no Snes.

      Rayman eu joguei bem pouquinho também. O de Play acho que foi uma vez só, joguei mais o de GBA.

      1. O Turtles in Time Re-Shelled é o pior jogo das Tartarugas, e uma ofensa ao original: física maluca, detector de colisão inconsistente, música xarope, jogabilidade travada. Eu comprei, mas só por comprar pelo desconto de 50% na época…

  2. A distribuição digital para o novo jogo de rayman seria como rebaixá-lo a segunda divisão do brasileirão.

    Só não entendo deixarem o Wii de fora…

  3. Eu tambem odiei o que a Ubisoft fez com rayman origins… o jogo distribuido digitalmente custaria o que? o mesmo que sonic 4? 15 dólares no lançamento. agora em caixinha ele pode muito vem vir a custa de 40 a 60 dolares. ridiculo. não gostei mesmo, sem mencionar que soltando por episódios, mesmo que cobre por cada um, eles acabam sendo jogos isolados, onde o estudio pode consertar e aperfeiçoar o game pelo feedback do publico a cada proximo episódio… mas em caixinha não dá pra fazer muito…

    preferia muito mais que mantivessem a ideia de lançamento por download e depois de todos os episódios lançados, que se montassem tudo numa linda caixa de colecionador.

    meu hype para rayman origins diminuiu 80% com essa noticia de que o jogo não será mais por download.

    e concordo com vc, jamais compraria Turtles in Time Reshelled se fosse por mída fisica, mas via download, custando 10 dólares, é quase uma falta de respeito para com a produtora pagar apenas isso ao game… (independente das falhas e mimimi dos gamers na net.. é um game mega barato e ótimo!)

    1. Vai chegar essa versão simples e provavelmente quando acabar todos os episódios vão lançar uma versão definitiva com tudo, muitos tolos compram mesmo… assim como acontece com Street Fighter.

      Tirando esses jogos simples eu prefiro midia fisica, nada substitui aquela caixinha com manual na coleção.

      =)

      1. os que ainda trazem manuais né? porque nos ultimos anos, alguns estúdios andam abolindo o manual (deixando-os dentro da mídia) – ecologicamente mais saudavel ao planeta (eu apoio)

        1. Abolir os manuais não vai fazer diferença se a intenção é salvar o planeta, o que as produtoras querem é cortar custos e manter os mesmos 60 dólares.

  4. Vi uma lista de lançamentos da loja Game Stop que lista Rayman Origins pro Wii, e tem até a data de lançamento: 02/11!!
    Fiquei com saudades do meu velho PS1 vendo esse trailer…se sair mesmo pro Wii vou comprar !!!

  5. Se aumentaram o escopo do projeto, não vejo porque reclamar do preço que será cobrado. Melhor um jogo completo e bem executado por 50 ou 60 dólares, do que a enganação que foi o Sonic 4 (e olha que comprei e sou muito fã do Sonic!). Com o Sonic Generations não tenho expectativa de ver novos episódios para o Sonic 4, ainda mais com a recepção morna da crítica e dos jogadores. 15 dólares no lixo, por um jogo incompleto.

    Até hoje poucos são os casos de jogos em formato de episódio que fizeram sucesso, até mesmo Half Life é um negócio complicado, cada a Valve lançando de forma periódica os episódios? Não vejo motivo para reclamar enquanto não soubermos a dimensão exata do jogo.

    Por fim, lançar em mídia física não significa fracasso. O público que baixa jogos da XBLA e PSN é ainda MUITO pequeno. Basta ver análises e comentários de produtores, é MUITO raro algum título digital passar da marca de 500 mil downloads. Na PSN NENHUM título passou ( http://southernfriedgamer.com/industry/no-titles-on-psn-have-sold-over-500k-units-while-xbla-has-4-million-sellers/ )até onde eu sei, e na XBLA só 4 (Trials, Battefield, Castle Crashers e o outro não sei).

    Pegue o DeathSpank por exemplo, que é um título de qualidade, recebeu boas notas e teve um marketing razoável em cima. No mês de lançamento vendeu apenas 130 mil unidades nas duas plataformas (50 na PSN e 70 na XBLA). Digamos que a Ubisoft pegue o Rayman Origins, e o venda por 50 dólares. Se conseguir emplacar 100 mil unidades APENAS (é fato que títulos físicos costumam vender BEM mais… inclusive os que são uma porcaria), já terá uma receita MUITO maior.

    O problema não é a mídia escolhida, e sim o conteúdo que será oferecido. Se a idéia é ampliar o projeto, oferecer mais conteúdo, ou até mesmo ampliar o público alvo, a Ubisoft agiu certo, e não há motivo para reclamarmos.

    1. É andre, mas vc está se esquecendo um coisa neste monte de numeros. Os games via download tem um custo baixíssimo. em geral eles são feitos por um time extrememente reduzido de funcionários do estudio, em geral de 3 a 5 apenas, enquanto games de mídia, mais inflados, requerem até dezenas de funcionarios para concluir o game. o orçamento do games via download são baixos e ainda que as vendas sejam menores, os custos são pagos e o lucro é retornado ao estudio. vide a the behemoth e seus sucessos… se fosse tão ruim assim lançar por download, o estudio já teria alçado para midia fisica, pois porte já deve ter.

      games de mídia, precisa vender “milhões” por assim dizer, pois só com isso eles se pagam. e é muito pior um estúdio produzir um game de 6 milhoes (só chutando) e vender o suficiente para bancar metade, do que produzir um game de 100 mil e conseguir apenas a metade… no primeiro caso, a perda é de 3milhões, no segundo só de 50 mil, ou seja, até os games por download, quando dão prejuizo, não um prejuizo menor que os games de midia fisica.

      leve em consideração o que o kon disse, rayman origins vai sair no fim do ano, no meio da guerra dos blockbuster, entre gears, halo, call of duty e mais um monte de pesos pesados… acha mesmo que rayman tem capacidade pra ir melhor que tais titulos, para concorrer por meio de midia física? eu duvido!! diferente se for por download, que tem um custo menor, tem demo, e tem um apelo de venda mais hypado nesse periodo do que concorrer a tapas e socos com os lançamentos de 60 dolares do final de ano.

      1. Verdade, maior o projeto, maior o custo, maior a necessidade de vender mais. Ainda assim, analisando do ponto de vista comercial, acho uma boa idéia ampliar o escopo do jogo e lançá-lo em mídia física, justamente para aumentar o público alvo. Sendo um jogo de qualidade, provavelmente vai conseguir vender bem ao longo dos meses. X360 não tem jogos de plataforma praticamente, PS3 até tem alguns… se lançassem para o Wii ainda melhor (embora este tenha vários!).

        Agora, como CONSUMIDOR / JOGADOR eu até concordo com vocês, eu prefiro uma distribuição digital, só não curto mesmo a idéia de episódios. Não me incomodaria em pagar 20 dólares por ele “completo”, acharia inclusive um excelente negócio.

        1. só sei que se a ubisoft continuar com esse plano e rayman origins sair nesse formato de 60 bill no fim deste ano, eu vou ignorá-lo complemetamente. só jogo em 2012, quando o preço cair pra 19. agora se sair por download, cogito pegar no lançamento. meu dinheiro não é capim e final de ano é gears 3 e halo remake na cachola! o/

          1. Ah Thiago, mas sei que no final das contas você acabará pegando pois sua nostalgia por ‘personagens mascotes’ é grande.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.