Doug Funnie: nos primórdios da Nickelodeon, ele conquistou o mundo! [Personagens que Nós Amamos]

E estamos de volta com o “Personagens que Nós Amamos!”. Se você é novo no blog (ou não se lembra porqe a última edição saiu há tempo demais, confira as outras edições: Teresa do Sorriso Aparente, Mestre Kame, Berta [Two and a Half Men]).

Esse post é para homenagear e dar destaque a grandes personagens de grnades histórias, seja de um livro, série, filme, desenho, game, enfim, de toda a cultura pop! Por isso, se você tem sugestões de “Personagens que Ama” ou mesmo quer fazer justiça à alguém esquecido, não hesite em comentar!

Mas, vamos então direto ao assunto! Muitas pessoas da minha geração resolveram ter um diário após Doug! Mesmo sendo “coisa de menina”, sei de alguns que tiveram um diário… Eu nunca tive! XD

De qualquer forma, Doug não é um “Personagem que Nós Amamos” só por isso! Além de narigudo, ele tocava banjo, compunha músicas loucas, era fã da galera do “Mingau Matador”, tinha seu fiel escudeiro Costelinha, seu melhor amigo era azul e claro, o seu inesquecível alterego, Homem Codorna!

Foi umas das primeiras séries produzidas pela Nickelodeon e tinha um ar meio noir, melancólico, meio nostálgico (de algo que você queria ter vivido, sabe?).

O amor platônico pela Patti Maionese era o pano de fundo para grandes momentos interessantes, brincando com clichês e se divertindo à custa do amor infantil.

Doug Funnie tinha os pais super legais e a irmã mais caricata dos desenhos! O “vilão” da escola nunca passou dos limites e as brincadeiras, mesmo as mais esquisitas, não passam do bom gosto, não tinha o tal “bulliyng” estampado! Era um cara esquisitão (verde) com seus capangas super lerdos!

As amizades eram bem puras e as aventuras non sense, totalmente divertidas e despretensiosas. Cada personagem era bem utilizado, com ótimas histórias paralelas: o vizinho Sr. Dink, o melhor amigo Skeeter (e seu “bep, bep” clássico!), o vice-diretor Sr. Bone (Lamar Bone), o núcleo da Beeb Bluff, com o pai mais rico da cidade, etc.

Mas, voltando a falar só do Doug Funnie (que é o personagem homenageado aqui!):

Acredito que a melhor fase foi mesmo a da Nick. Quando foi para Disney acabou tornando-se mais uma “série que tem pano de fundo a escola”. Com umas intrigas bestas e algo se perdeu… Um tempero… Acho que a falta de pretensão cedeu lugar para a vontade de atingir mais sucesso.

E aí o próprio Doug mudou… Os momentos marcantes, as grandes músicas, as doideiras mais legais (todas eu exemplifiquei com vídeos abaixo – graças ao YouTube!), aconteceram no início, quando o traço era menos limpinho e a fotografia era mais “sépia”, digamos assim.

O fato é que marcou época e foi exibido no Brasil no auge da programação infantil: quando a grade ocupava as manhãs por completo (sem programas de culinária e variedades disfarçados) e até horário nobre (a parti das 18h até às 20h – horário da novela até!).

Então, você que curtiu, comente sobre o narigudo! E se você ainda não conhece Doug, é uma boa oportunidade! Não vou dizer que hoje, já adulto, consigo re-assistir com o mesmo entusiasmo… Mas, reconheço a maravilha que era! Vocês chegaram a assistir o filme do Doug? Aliás, sabiam que saiu um filme? Mas, isso é assunto para outra hora! XD



Isso também pode lhe interessar

51 Comentários

  1. O filme eu lembro, parecia era com o suposto monstor-do-lago-ness XD (é assim…?)
    Eu peguei justamente essa parte da Disney =/

    Mas de vez em quando olho na TVE a dá nick é bem mais bacana, é muito despretensiosa e te apresenta a imaginação de um garoto normal que só quer ser normal e é normal 😀

  2. Doug era muito loko, lembro dos fins de tarde assistindo tv cruj, infancia dos anos 90 eh insuperavel msm, soh tinha coisa boa, muita saudade dakela epoca

  3. Ah, um desenho que eu sinto falta, apesar que acho que ainda passa na Nick, mas só de madrugada, é o Ei, Arnold! Nossa, era demais assistir aquele menino com cara de bigorna ajudando seus amigos e passando por situações que eram tão parecidas com as minhas na infância. O episódio em que ele descobre a história dos pais, eu quase chorei!!! Se puderem falar dele vou adorar!
    O problema dos canais de hoje (disney, Nick e Cartoon) é que, quando eles descobrem que algo dá certo, eles só fazem bolo com a mesma forma. Assim, você fica com aquele tanto de programa tudo um nariz do outro. Na Disney é história de meninas que querem se tornar famosas e encontrar o homem de suas vidas, no Cartoon só fala de super-heróis estilo Ben 10 e na NIck, tudo imitação de Icarly. É, simplesmente lamentável… E eu aqui com tanta ideia boa e só uns idiotas que aparecem pra fazer TV…
    Ah! Eu amo o blog, tá demais!

    1. Pois é! Arnold é da escola do Doug, sabe? Com aquele climão “noir”…

      Mas, essa geração é a 2000: a de heróis, ação rápida. O mundo tá muito rápido, afinal! XD

  4. Doug era simplesmente o máximo, volta e meia me pego assoviando o tema do desenho, muito bom kkk. O Homem Codorna era o máximo, para mim os melhores episódios eram esses, e o Roger tb, muito hilário (Clotszeistein, Clotszilla, kkk cada uma que aparecia). 

    Uma sugestão para posts futuros seria o “Capitão Planeta”, não se alguém se lembra, mas eu curtia muito, a união dos anéis que formava um salvador na natureza (bem infantil, mas eu era uma criança xD).

      1. Terra, fogo, vento, água e coração… Era tão ruim, que dava para assistir!

        Se for olhar hoje, vixe! Péssimo!
        Mas, outros tempos, afinal…

  5. Doug era foda! Apesar que quando eu era pequeno não gostava muito… Simplesmente por achar estranho. Mas ai fui aprendendo a gostar e se tornou um dos meus favoritos do TV Cruj xD

    Um dia ainda reassisto esse desenho.
    Uma sujestão pro Personagens que nós Amamos (ou até mesmo um post especial sobre a série) é As Aventuras de Jackie Chan. Eu adorava (ainda adoro) esse desenho, e seus personagens são todos ótimos. Pra citar só um, acho que o Tio merece um post XDMas tinha muito personagem legal nesse desenho… O próprio Jackie, Tohru, Jade, El Toro e tantos outros… Eu fazia minha avó gravar esse desenho pq quando passava eu tava na escola. Ai chegava e assistia. É outro que eu teho muita vontade de baixar e reassistir.

      1. O desenho teve um fim sim. Não lembro direito, mas no final Shendu e seu filho Drago (que foi o ultimo vilão do desenho) acabam presos numa dimensão sem saida, acabando tbm com todos os talismãs. Ainda, no final o Capitão Black convida a Jade pra se juntar à seção 13 quando for um pouco maior

  6. Cara, Doug era muito massa!! Assisti muito quando era pequeno (e até hoje, rsrs), e sem dúvida é um desenho que está no coração de muitos de nós. Gostava muito dos episódios “Doug e Patti Maionese”, era tudo tão bobinho. XD

  7. Cara, Doug era muito massa!! Assisti muito quando era pequeno (e até hoje, rsrs), e sem dúvida é um desenho que está no coração de muitos de nós. Gostava muito dos episódios “Doug e Patti Maionese”, era tudo tão bobinho. XD

  8. Faz tempo que não vejo Doug, eu assistia bastante na época.  Gosto pakas do costelinha xD
    Como disseram, anos 90 foi show o/
    Um personagem que acredito ser inesquecivel é o Roberto Bolaños, principalmente no papel de chapolin, é muito massa *0*

        1. Seu Madruga é realmente um clássico, um ícone pop! Mas, devo dizer, com medo aqui de ser apedrejado: não gosto muito de Chaves! heheh

          Vou falar com o resto da equipe para saber quem pode falar mais sobre Seu Madruga, com mais propriedade que eu! XD

          1. Seu Madrugada era o cara do Chaves. Pensem em todos os sábios ensinamentos que ele nos passou. Se Sasuke soubesse que a vingança nunca é plena, mata a alma e a envenena, as coisas teriam sido diferentes para ele. XD

            Eu amava Doug demais, e me dá uma raivinha quando eu falo de Doug para as pessoas e muitas nem chegaram a conhecer. Era um clássico!

            Poderiam fazer um post assim com o Eek the cat (aquele gato roxo do “ajudar não dói”, lembram?). Amava aquele desenho, além de ser um dos poucos que não fazia do gato o vilão (amo gatos).

  9. Putz, Doug na TV Cultura era o melhor (mesma época de Castelo Ratimbum), essa sensação de nostalgia era muito presente mesmo e o Costelinha é com certeza um dos mascotes mais carismáticos dos desenhos sem mesmo dizer uma só palavra…eu nem conto com a fase Disney que pra mim estragou tudo de bom que a série tinha antes. Porém não sei se teria saco pra rever de novo (além da abertura digo) pois tudo da minha época de infância que ousei rever depois de velho estragou todas as boas lembranças que tinha guardadas na memória (a respeito da qualidade do negócio, tipo Jaspion, Jiraya, He-Man, Thundercats, etc).
    Eu tenho muitas sugestões, anotem aí: Eek the Cat, Beakman (do mundo de Beakman que tinha o ratão Lester), Lucas Silva e Silva (do Mundo da Lual), De volta para o Futuro (o desenho da TV) Wally (de onde está o Wally) Baby (da família dinossauro, um dos poucos programas das antigas que se vc pegar pra ver agora vai babar no roteiro inteligente de um negócio quase todo infantil) e Samurai Jack (junto do desenho do caverna do dragão, mais um injustiçado perdido em outro mundo que nunca vamos saber como e quando vai voltar pra casa).
    Valeu galera  

    1. Meu Deus, Beakman é o melhor programa de tv que já existiu! Aprendi tantos princípios da ciência pelo Beakman, deveriam organizar um material em Blu-ray do Beakman para as crianças poderem assistir hoje em dia!

    2. Cara, Baby era muito carismático! A Familia dinossauro como um todo mereceria um post. Assisti quando era pequeno, quando já não era tão pequeno assim, e hoje só tenho a lembrança. Não dá pra esquecer do clássico “Não é a mamãe, não é a mamãe!”.

  10. Esse desenho marcou uma geração mesmo…
    Doug, Arnold, A vida moderna de Rocko (o antecessor mais sério do Bob Esponja – segundo alguns), Freakazoid, Super Patos, Gárgolas, Jibaku-kun (ou Bucky)… Os anos 90 foram os melhores.

    Poxa, nunca vi o filme -.-
    Será que tem pra baixar na net?
    Portallos, vcs estão de parabéns!

  11. Doug comanda! O legal desse post é a nostalgia que passa para quem teve infância nessa época, para a molecada de hoje em dia é só mais um desenho com traço zuado, mas não deixa o Doug menos clássico. XD

  12. poxa, eu gostava muito de assistir doug quando era mais criança, e até percebi a mudança que o desenho teve quando foi para o Disney Club(palco de outros excelentes desenhos que marcaram muito, inclusive Super Patos). Post muito bom Pedro, parabéns!

  13. Simplesmente o cara que fez esse post definiu perfeitamente a atmosfera da Doug!!!
    Vopu dizer mais…A atmosfea que envolvia esse desenho tornou ele para min uma dos melhores desenhos de comedia que já foi feito,se não O MELHOR

  14. nossa! Perdido nas minhas memórias só tenho a certeza de ter assistido os episódios da “era Disney”. Também pudera, nascido em 1993 eu não poderia lembrar de tanta coisa assim não. Óbvio, de uma coisa eu lembro: Doug era muito bom!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.