Jogando

Rayman Origins e a técnica de transportar desenhos para o vídeogame em novos trailers! [Multi]

Rayman pretende voltar às origens ainda no fim deste ano e a Ubisoft numa jogada no mínimo inesperada transformou todo universo do personagem num completo desenho animado sob os cuidados do motor gráfico Ubiart Framework. Quem acompanhou o anúncio na E3 do ano passado sabe que a informação confere, porém de lá pra cá o game passou de conteúdo via download para game em caixinha e por hora só podemos rezar para que a frustração não seja grande, já que a concorrência de lançamentos será brava nesse final de ano. Mas deixando isso de lado, caso você tenha perdido um dos melhores highlights do ano passado, não tem problema. A Gamescom deste ano está aí para nos lembrar que o game além de uma proposta de aventura cooperativa similar a New Super Mario Bros Wii, mas desta vez com o dobro de jogadores numa tela, além de ter direito a diversos cenários pulsando criatividade e uma riqueza sem igual em cores.

Mesmo tempos depois de anunciado, o game continua marcado pela simplicidade sem deixar de lado a jogabilidade atraente de um game plataforma da atualidade, mas pra mim esse mesmo ar de simlicidade também mostra que o jogo continua tendo muito mais cara de um game via download do que um jogo de peso para ser lançado em caixa, mas vamos esperar que tudo dê certo, pois Rayman é clássico e merece seu lugar de destaque hoje e sempre. No mais, ainda não dá pra confundir gráficos realistas demais com a vida real, mas ao menos já estamos bem próximos de fazer isso com os desenhos animados. Rayman Origins chega no dia 11 de novembro para PlayStation 3, XBOX 360, Wii, 3DS e Vita e promete ser mais do que só uma mescla de cartoon com videogame, oferecendo uma jogabilidade divertida para quatro jogadores, belíssimos cenários que parecem ter sido desenhados a mão e desafio suficiente para lembrar os velhos tempos em que se ficava encalhado numa fase difícil de algum game plataforma, palavras da própria produtora. Só acredito vendo (e ao vivo).

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

K o n S a m a

Do ser sem razão a essa explosão de emoção, do preguiçoso leitor ao (meia-boca) escritor, do tímido calado ao ator inquieto, do caminho já traçado à esquina do destino incerto. Tentei me definir, mas sem sucesso. Games, filmes, música, animes, são só o começo desse quebra-cabeça sem nexo.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios