Jogando

Battlefield 3: um soldado do Portallos entra no campo de batalha! [Impressões] [Beta]

Eis que depois de dois dias aproveitando o Early Beta de BF3 consigo deixar o controle um pouco de lado e deixar registrado no Portallos minhas impressões sobre essa demo, disponibilizada com antecedência para quem comprou Medal of Honor L.E. ou a pré-venda  de BF3 pela Origin. Uma pena que fui o único da equipe do Portallos a participar desse beta até agora, o pessoal prefere correr atrás de monstrinhos e desenhos animados, mas quem sabe agora que o beta é público o time ganhe reforços…

Como sou novato em BF, a minha impressão inicial é bem positiva. A demo contém o modo Rush e o mapa Operation Métro, onde duas equipes se enfrentam pela proteção/destruição de objetivos, no caso sempre dois M-COM, equipamentos militares que estão espalhados pelo mapa. Aliás, o mapa foi o que me chamou muito a atenção. Ele é gigantesco! Sempre ouvi falar que essa era uma boas qualidades da série, mas como o mais próximo que cheguei dela foi o multiplayer de MoH, minha reação é compreensível. Operation Métro é um mapa muito maior do que o maior mapa de MW2, Rust. Fiquei um tempo só explorando o terreno enquanto meu time ia atrás do objetivo de destruir os dois primeiros equipamentos inimigos.

Em dado momento, meu time conseguiu isso e para minha surpresa um avião cruza o terreno e lança bombas que abrem crateras! Entrei por uma delas e me vi em um túnel de metrô, e me espantei de novo. O mapa já era grande, e ele continuava embaixo da terra! Depois de uma acirrada disputa subterrânea em meios aos vagões e a área da estação do metrô, meu time elimina mais dois equipamentos inimigos, o que desencadeia uma nova busca por mais dois equipamentos, dessa vez saindo da estação do metrô e indo para o centro da cidade! Embora o jogo tenha um limite para a distância da qual você pode se afastar de tudo, esse limite passa praticamente desapercebido, e contribui para a sensação de grandiosidade, tirando aquela sensação que você está lutando em um “cercadinho” que muitos jogos de tiro dão com mapas pequenos. Em termos de mapas, BF3 já ganhou um ponto positivo comigo.

E quanto aos gráficos? Uma das características mais chamativas de BF3, no PS3 eles vão bem, obrigado. Antes de mais nada, sei muito bem que no PC (ou quem sabe no Wii U) é onde os visuais podem ser apreciados com qualidade total, mas a versão do PS3 me agradou bastante. A engine Frostbite 2 mostra um sistema de iluminação sensacional e realístico. A física somado ao sistema de danos é bem legal, de rpente alguém solta uma granada perto de uma árvore, e depois da explosão a árvore cai e tudo. Dependendo da arma, pode-se destruir até paredes, a poeira e fumaça são um show.

No beta eu percebi vários e vários bugs, desde literalmente “entrar no chão” até ver soldados abatidos continuarem atirando com suas armas flutuando, coisa surreal com toque sobrenatural! Mas nada muito fora do comum que não tenha visto em outros betas. Porém, sempre me veio à cabeça aquele pensamento de esperança de que na versão final muita coisa que vi seja consertada. O tamanho do arquivo do beta nos consoles é bem menor do que no PC, mas não sei se isso influencia, já que a arquitetura é diferente. O importante é ter em mente que o PS3 e X360 e PC’s modestos realmente não farão tudo aquilo que é visto nos trailers.

O som de BF3 é um espetáculo. Se tiver um par de fones decentes ou um Home Theater então… é incrível quando um sniper atira e você ouve a bala passar zunindo ao lado. E quando os times estão juntos, o turbilhão de sons diferentes vindos de cada tipo de arma é uma sensação única. E mais uma vez, essa atenção aos pequenos detalhes fazem toda a diferença. Prestar atenção aos ruídos é fundamental aqui para se travar um bom combate. Outra coisa que chama a atenção é justamente a atenção aos detalhes. Quando o inimigo mira em você com uma mira a laser, o brilho do laser chega a te cegar; idem para as armas com lanternas acopladas. É possível identificar mais fácil os snipers, devido ao reflexo das miras telescópicas. Quando você pula um obstáculo é possível ver suas pernas. As mortes causadas por facas possuem animações específicas e são bem divertidas de executar.

Gostei do sistema de evolução das classes e armamento, que premia o uso para sua evolução, e mesmo no início dá para ser competitivo, embora a ação do jogador tenha que ser bem mais cuidadosa. Eu estou agora no nível 10 e destravei grips e miras, então já estou me arriscando mais nos combates em campo aberto. E vou variando, participando às vezes apenas como o cara que fica ressuscitando os companheiros, às vezes como o Rambo da vez. A maior diferença que notei em relação aos CoD’s é que em BF3 a taxa de Kill/Death não é o ponto central do jogo, e sim a ação tática que beneficie todo o time. É muito legal quando em seu grupo cada um assume um “papel” e todos agem como se fosse realmente um time, algo que é difícil encontrar na concorrência a não ser que se jogue em clãs. Mais um ponto positivo para BF3.

Em termos gerais, a demo me agradou completamente, mostrando um jogo com jogabilidade bem dinâmica e diversificada, um mapa bem amplo que permite o uso de variadas táticas, e as características da nova engine adicionam elementos que promovem a imersão. Quando penso que ainda não vi nem um terço do que o jogo é com os mapas maiores ainda e a presença de caças e tanques, a minha expectativa de jogar a experiência completa de BF3 se agiganta monstruosamente. Definitivamente entrei em um novo campo de batalha.

Sem dúvida, BF3 ao lado de MW3 é uma das melhores opções para quem curte jogos de tiro, e essa duplinha vai me manter entretido no PS3 pelos próximos meses e serão fortes candidatos a GOTY. A demo será disponibilizada para todo mundo hoje, portanto, reserve um lugar no seu HD e bom jogo!

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Mauri Link

Um gamer inveterado desde a primeira geração de consoles, aficcionado por histórias em quadrinhos, nerd de carteirinha, e super-herói nas horas vagas!
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.