Bastidores: Um novo futuro?


Já estamos com quase 4 anos de blog. De lá para cá muita coisa mudou na internet brasileira. Hoje começa as discussões e debates internos com a equipe para decidir o que fazer com o blog em 2012. Precisamos nos reinventar, senão o futuro pode ser um problema…

Existem algumas ideias e caminhos que podemos percorrer. Só é preciso decidir para qual deles nós devemos ir. Um dos meus favoritos é o conceito de “Portallos EXP”.  E eu já andei, indiretamente, brincando com este conceito aqui no blog. Pretendo falar mais disso em breve.

Hoje, é só isso que tenho para dizer. Sei que o blog anda parado e meio “perdido” entre sua ideologia. É por isso que tenho pensado muito sobre o que fazer com o mesmo. Está chegando a hora de tomar uma decisão. Espero que todos fiquem com a gente para ver o que faremos a sequir.

Isso também pode lhe interessar

120 Comentários

    1. Rá! Mas essa é que é a graça. XD

      Se eu der tudo mastigadinho, perde o mistério… a minha intenção era apenas alertar que de que estamos ciente de que precisamos evoluir e testar algo diferente. 😛

  1. Pra falar a verdade não entendi muito o que seria esse “EXP”…  rsrsrsrsr…
    Poderia por gentileza me explicar e a quem mais também tiver essa dúvida?

    Sobre o Blog, acho que o foco principal dele pode continuar sendo em séries, animes, mangás e games como já é agora, mas acho que para os leitores seria legal que tivesse uma divisão no menu do blog por temas, exemplo: “Mangás” – “Séries” – “Wallpapers” – “Cinema” – “Animes”, para que cada um encontrasse o que curte com mais facilidade e além disso dividir as tarefas de forma mais ou menos fixa para a equipe… Assim por exemplo, poderia manter os CDM e PDS com maior regularidade, que são duas colunas bem legais… A coluna Eu Fui voltada para Cinema, também é bem legal e seria interessante análise de filmes com mais frequência… Acho que seria algo assim: “Fulano” escreve de forma fixa um PDS da prefrência dele e tem liberdade de escrever o que quiser a mais, mas com o foco principal na sua coluna…

    Também acharia legal um Conversa de Animes fixo, com o Redator dando sua opinião e os leitores discutindo nos comentários… Como já sabemos a massa brasileira gosta de “assistir” mais do que “ler”… Além disso às vezes tem episódios de animes que vale muito a pena discutir… uma sugestão para que uma provável coluna “CDA” não desse tanto trabalho, seria fazer apenas um resumo dos principais episódios de animes da semana e dar uma nota e fazer um brevissimo comentário de cada um, talvez comentar a qualidade da animação, arte, desenvolvimento, etc… Em geral seria mais uma coluna para os leitores discutirem seus animes preferidos mesmo… já vi muita gente pedir algo parecido por aqui…

    Bom, são apenas algumas sugestões e claro, realizar isso não é fácil, demanda tempo, quantidade de pessoas, planejamento e vontade… Mas como leitor, é oq eu eu acho que seria legal acrescentar ou evoluir no blog, que é o meu preferido na internet a uns 2 ou 3 anos…

    1. Acho que se pudessemos expandir e aumentar a quantidade de PDS ou CDM já teriamos feitos. Admito que são projetos interessantes e importantes e que não serão abandonados numa futura reforma, mas simplesmente fazer mais, em maior quantidade não é a solução, até como vc mesmo disse, desgata ainda mais a equipe. O que precisa se fazer é o inverso, encontrar um balanço de harmonia entre esforço, tempo e diversão que a equipe precisa para continuar no blog. Fazer mais textos com maiores frequencias desequilibraria as coisas ainda mais.

      Isso não significa que não tenha ideias de contornar fatores e problemas e que não possa fazer PDS e CDM e outros projetos, voltarem a ter um auge bacana. A sigla “EXP” é uma das ideologias para tal… mas não posso explicar agora o que ela representa. 😛

      1. “EXP” Experince…….
         Um blog quando tem muitos menus deixa de ser um blog e passa a ser um site…
         Um site quando deixa te ter seu conteudo estatico e passar a interagir com o  usuario, e o usuario interage com o site passa a ser WEB 2.0…
         WEB 2.0 = EXP = Novo Portallos
        :FuckYea:

        1. não é isso exatamente… mas chegou perto da filosofia da coisa. 😉

          mas não tem nada a ver com virar site ou qualquer outra coisa… o portallos vai continuar sendo um blog, muito mais do que ele é talvez. tem um pouco a ver com as raízes do conceito de “ser blog”.

      1. Eu acho que ele se referia a animes como Fate/Zero, Guilty Crown, Working e outros. Animes de duração bem menor que geralmente ocupam de 3 à 6 meses a programação da TV japonesa.

  2. pensei q vc ia dizer q o blog ia fecha o blog e tal até a bem q não é isso e ja q vcs vão mudar uma paradinhas aki, pq não coloca um chat no blog ?

    1. Existe um feito feito por vários leitores lindos daqui, é no msn, mas foi preciso para pararmos de floodar… bons tempos de mais de 500 comments em um wall… *-*

          1. Na verdade acho que todos somos moderadores/maybe só deixar o msn aqui ou quando add o Leo que daí já vai poder desfrutar de conversas um tanto picantes com os membros homens masculinos do chat interessantes sobre afins que nos interessam e sempre sobre a vida nossa de cada dia… o/

          2. Se ajeita, rapaz. XDD hauehauhauheuaheuahuea Passando a ideia errada do chat pro cara. XDD

          3. Não irmão, é apenas uma brincadeira ahuehaeuhaeuhaeuaeu
            Sabemos que lá todos são machos, like a Jeremias! 

          4. Cara, eu ri tanto do que você falou HAUEHUAEHUAEHUAEHUAEHAUEHUAEHEAUHAEHAUEHU
            mas nisso tenho que concordar ahuehaeuhae http://opreh.com.br/wp-content/uploads/2011/09/funny-date-girl-guy-true-story-meme.jpg

    2. chat é uma ferramente que tira publico das paginas, para ficarem massivamente floodando dentro da ferramenta. já tive um forum e o chatbox simplemenste assassinou toda a participação da comunidade no forum. chat é a única coisa que posso afirmar com toda a certeza que nunca irei implementar no Portallos.

  3. Ae, ainda não entendi muito também o que seria EXP… /o/

    Mas é né, 4 anos de blog e realmente o Portallos anda meio perdido entre seus post’s e tudo mais, acho que a maioria que entra aqui é o Otaku e quer ver coisas a mais sobre animes e mangás e etc… 

    E vendo o pessoal falar desse CDA eu até me interesso em ver alguma vez isso aqui no Portallos, parece bem interessante mesmo eu não acompanhando nada desses animes grandões que nem Naruto, Bleach, One Piece. Enfim isso somente me atrai a querer ler por que parece um formato que me atrai em ver aqui.

    E o que mais eu queria ver aqui era uma coisa que sempre penso é o pessoal falando mais sobre filmes antigos, não sei por que mas tenho essa vontade de ver aqui os redatores escrevendo sobre filmes antigos ou não tão antigos de qualidade pra recomendar pra gente algo bom que nos dê uma diversão direta e que nos faça agradecer depois de ler essa recomendação… 

    É isso que eu tenho pra sugerir também e que quem sabe algum dia se torne uma realidade aqui no blog…

    1. “acho que a maioria que entra aqui é o Otaku e quer ver coisas a mas sobre animes e mangás e etc… ”

      – infelizmente eu vejo isso como algo muito negativo, pois acabamos sendo pressionados por um publico específico, enquanto o blog surgiu para ser algo eclético. É Portallos e não “Portakullos” XD – é triste constata que as vezes o publico “otaku” é muito limitado em outras áreas, já que muitos apenas “chupam” gratuitamente mangás e animes free pela web e porque isso não experimentam outras coisas que exigem dinheiro (HQs, Games, Série da TV Paga etc), e quando são estimulados nestas outras áreas, é porque elas se apresentam de forma free na web tb. é muito complicado diversificar o conteudo com um publico assim, que só mastiga as coisas que caem no colo.

      “E o que mais eu queria ver aqui era uma coisa que sempre penso é o
      pessoal falando mais sobre filmes antigos, não sei por que mas tenho
      essa vontade de ver aqui os redatores escrevendo sobre filmes antigos ou
      não tão antigos de qualidade pra recomendar pra gente algo bom que nos
      dê uma diversão direta e que nos faça agradecer depois de ler essa
      recomendação… ”

      – concordo plenamente. Tanto que ia fazer no halloween um especial sobre Scooby Doo na Ilha Zumbi e infelizmente perdi o “time” da matéria. Mas pra mim é uma das melhores animações do scooby. Um dia ainda volto com um especial desses filmes do scooby por aqui.

      1. Ah, sim, os Otakus em geral é isso mesmo de que tudo que se provém do que eles leem, assistem vem diretamente da internet sim, e o que se quiserem propor a gastar já fica meio difícil né, dinheiro é o que nos falta D: rsrsr tanto como gastar em Games, Hq’s, Séries entre tantas outras coisas dessa “cultura nerd” se vem por meio de pagamento, mas nada que deixe os Otakus longe disso, também a aqueles que mesmo sem um video-game se interessam em ler as matérias de games, ou os que não compram hq tentam baixar também, por que afinal de contas hoje em dia você encontra quase tudo que quer ver, ler, assistir na internet… 
        O Portallos eu sei que eclético, pois eu li muitas das primeiras matérias do blog e a grande maioria falava de games, hq’s(o que me levou a me interessar por essas tirinhas/hq’s dos Piratas do Tietê) e séries, mas o que eu mais penso é que mesmo vocês sendo um blog eclético tem um publico alvo que são os Otakus, e que conseguiram atingir esse público sem nem mesmo ter pensado em que eles seriam o público maior de vocês. Mas não que eu exija algo assim sempre, mas é que sentimos falta de reviews de animes, mangás mesmo sabendo que eles voltarão em breve e que sabemos que vocês nunca deixam na mão.

        “- concordo plenamente. Tanto que ia fazer no halloween um especial sobre Scooby Doo na Ilha Zumbi e infelizmente perdi o “time” da matéria. Mas pra mim é uma das melhores animações do scooby. Um dia ainda volto com um especial desses filmes do scooby por aqui.”

        – Cara, eu acho essa a melhor animação em filme do Scooby-Doo! o/

      2. Essa questão é complicada, os idealizadores do blog dever fazer materias de coisas que gostam ou do que o publico procura? A maioria vai falar que tem que escrever o que gosta, pq a ideia é expor e divulgar coisas que acha legal para os demais, porem esta sujeito a não aceitação dos posts pelo gosto diferente do leitor!
        A meu ver, aqui rola muito mais informação de games que animes! O que pra mim não é estimulante, pq não ligo muito pra jogos, ver o que vai sair, como vai ser, eu vou olho a capa e compro um jogo a cada 10 meses e olhe lá, o ultimo que comprei foi FFXIII. E uma das áreas que acho melhor, rola pouco aqui, que é a livroteca!
        Na minha opinião o problema do portallos não é que esteja pouco ecletico, é que precisa definir equipes para cuidar de areas especificas, se tiver um trabalho regular de postagem aqui, de todos os temas, todo o tipo de pessoas vai vir para o portallos.
        Agora vez ou outra rola posts que fogem de games, mangás ou HQ/seriados, ai o publico vai ser sempre esse mesmo!

        1. mas antes de encher de colaboradores… 20 pra cada área pra cobrir o gosto de todo mundo… antes é preciso definir ideologias editoriais para o espaço. é isso que estamos discutindo.

          eu acho que o blog tem que tratar exatamento do que seus realizadores gostam. combinando ou não com o gosto do publico. o meu gosto não é o mesmo de 3 anos atrás, não posso pedir ao leitor que mantenha seu mesmo gosto pelos próximos 3 anos. essa é uma questão que nunca terá solução. a gente trata do que gosta, o publico que será atraido pela similaridade de gosto.

          eu mesmo penso muito mais em games do que em animês. o que contradiz com certeza muitos leitores daqui. infelizmente, mas não vou deixar de gostar menos de games e mais de animes por conta da opinião global.

          não adianta encher de colaboradores se o gosto de cada um muda tudo dia. quanto mais pessoas para administrar e monitorar, mais caótico a coisa fica e mais dificil de manter a qualidade editorial é.

          o blog tem que ditar o fluxo da maré… e não a maré ditar o curso do blog. temos que conduzir e não ser conduzidos.

          1. Thiago a dakini tb faz um CDM ótimo, pq quando vc não tem tempo para postar o CDM, pq não pede para outra pessoa postar ?

          2. Não é que eu não deixo ninguem da equipe fazer CdM. Mas acho que não é uma questão de “ter que pedir” para alguém fazer. Já houve casos em que a Dakini se animou e fez o CdM. Acho que é desse animo que tem que surgir a iniciativa. Caso contrário o CdM sai forçado.

            Eu mesmo tem semana que acho chato escrever. Imagine “obrigar” alguem da equipe fazer.

            Semana passada mesmo não fiz por completa falta de vontade. Tinha tanta coisa bacana acontecendo que mal tive tempo de ficar animado com os mangás da semana.

            Esse é um problema comum em se acompanhar toda bendita semana um titulo… com o tempo, se torna maçante.

            Comentei com um leitor do Portallos semanas atrás durante uma partida de Gears 3. Se não fosse pelos leitores e pelo CdM, eu não estaria lendo nenhum mangá semana da Jump atualmente. Teria pausado tudo já. Não porque ficaram chatos, mas porque as vezes faz bem dar um tempo as mesmíssimas coisas da rotina.

          3. é velho to ligado é que foi tão emocionante ver os 5 kages em modo de combate contra o madara q tou doido para ver o CDM espero q saia no proximo manga a ultima pagina colorida.

          4. fiz isso com os animes e esta otimo ver one piece agora!
            tava de saco cheio, parei de ver na morte do ace
            agora que to vendo tudo de uma vez, ta otimo, deu aquela refrescada!!!

          5. pois é. isso é otimo mesmo. é por isso que ando pausando os cdms as vezes. semana passada ia fazer, mas aí coincidiu de ser feriado… e a bunda caiu no sofá em frente ao gears 3 e de lá não saiu mais. XD

            essa semana me sinto revigorado, sem fazer cdm já há duas semanas… então é muito provavel que eu faça tudo. (a menos que me pressionem e eu fique de saco cheio. XD)

          6. Mas ai eu acho que é mais uma questão de definir a ideologia do blog mesmo. Se vai ser postado informações de acordo com o que a equipe curte no momento, não devem ficar preocupados ou tristes se tiverem pouca repercussão! Ou faz algo pensando em agradar os leitores ou faz uma troca de ideia sobre assuntos que vcs gostam para a internet, não para leitores do blog no momento!!! Definir o que querem é a melhor maneira de arrumar a casa! O que deve ser o que vcs ja estao tentando fazer!

          7. na teoria as coisas funcionam assim… vc faz e não se preocupa se vai ter participação ou não. o problema é que é involuntário as vezes se sentir desanimado em ver um texto que vc levou horas fazendo e ninguem deu atenção e um outro de anime que foi feito em 20 minutos e com pilhas de comentários.

            na teoria a pessoa não deveria se chatear, mas é algo psicológico. não dá pra evitar. pra mim foi isso que matou parte do papo de série, que estava um tempo atrás competindo com o cdm.

            (vide o meu comentário sobre isso em resposta ao DouglasMO)

    2. Hmm…eu não concordo muito com a parte da maioria dos leitores serem “otakus” (ainda mais se considerarmos a real definição de otaku). De fato percebe-se que os posts com mais comentários e que geram mais discussões são sobre mangás e animes, mas falar que somos otakus (porque eu acho que também me incluiria nessa categoria) é meio errado, na verdade somos simplesmente fãs.

      Também é difícil classificar as pessoas só por isso. Digo, de fato muitos leem mangá e tal, mas também assistimos séries, filmes, gostamos de games, tecnologia em geral. Exemplo: Uma pessoa que antes só jogava video-game e assistia filmes, por indicação de alguém ou para se enteirar do assunto de uma certa matéria pode muito bem começar a ler um mangá. Uma coisa leva a outra, é natural. 

      Meu ponto é: Possivelmente muitos dos leitores desse blog gostam de diversos gêneros de lazer, incluindo mangás, animes e séries e etc. Dificilmente encontramos alguém que gosta apenas de um gênero especifico…Não somos otakus. =]

      1. Sim, não somos hehehe

        Eu só usei esse termo porque ele foi o que achei melhor pra englobar o que mais se é comentado aqui pelos leitores, gostamos sim de vários gêneros e dificilmente só de um…

      2. existem várias definições de otaku, eu só fui na onda do primeiro que comentou sobre o assunto… mas otaku = fãs pra mim. não é aquele otaku pejorativo ou doente que vc deve estar pensando.

        mas eu não sei se concordo com vc. ao menos visualmente, parte do publico “animes e mangas” do blog, mal participa do restante da área do espaço. são raras as exceções.

        não estou dizendo que uma pessoa não pode ter vários interesses. é claro que pode. mas a web nacional, principalmente na área dos animes e mangás, ainda vejo muita gente bitolada demais num formato que é gratuito na net e por isso não dá bola para outras coisas.

        semanas atrás eu estava comentando sobre cdm e one piece com um leitor aqui no blog, enquanto estavamos online no meio de uma partida de gears of war 3. quão foda é isso? mas era uma daquelas exceções onde os publicos se mesclam… em geral isso é dificil de acontecer.

        o publico pode não ser “otaku” na definição que vc pensou. mas são bitolados a ponto de colocarem um cdm, acima de qualquer outra materia do dia. houve uns tempos atrás que ninguem da equipe gostava de postar no blog nos dias de quarta e quinta porque ninguem dava bola pro assunto porque ficavam esperando o cdm. quando isso acontece, vc fica feliz pelo sucesso do projeto, mas no fundo sabe que isso tambem vai ser prejudicial ao blog num futuro proximo.

        CdM não é “OMG” que o pessoal pensa. One Piece, Naruto e Bleach são apenas uma gostinha pequena do que há de melhor na minha semana, por exemplo. Alias a fall season americana desta ano anda me entretendo muito mais do que qualquer anime ou mangá semanal. Tá muito bom Dexter, Terra Nova e Fringe. É revigorante voltar a ver series depois de meses sofrendo com os pessimos animes destas temporadas atuais no japão. Fim de semana assisti Once Upon a Time e Grimm, series novas, que até me esqueci de baixar os animes de fim de semana…

        uma pena que a impressão que fica, é que parte do publico do blog, não fica tão animado assim se o assunto não é anime ou mangá. em parte é por isso que parte da equipe se desanimou com o Papo de Série, um projeto que foi criado porque a equipe queria esse espaço para falar de série no blog. As vezes tenho a impressão que essa área dos CdMs e afins sufoca qualquer tentativa que temos nas outras áreas deste espaço.

        Basta ver a quantidade de vezes que estamos discutindo esta mesma área aqui neste post que não é só sobre animes… mas sobre o conceito atual do Portallos. note como os membros fundem a coisa… numa espécia de “Portakullos”

        1. Eu não cheguei a pensar naquele esteriótipo de otaku, geralmente usado para ofender uma pessoa, mas sim um fã que participa mais da comunidade otaku, que compra, frequenta eventos e etc. No Brasil, como as coisas andam, ainda tem um longo caminho para podermos chamar uma pessoa de “otaku”. Não estou dizendo que não estamos evoluindo nesse sentido, mas sim  que ainda temos que melhorar. 

          Concordo com a parte que , tirando as matérias sobre animes e mangás, as outras recebem muito poucos comentários. Não nego isso. Ser tão fechado para outros assuntos é ridículo. Eu mesmo não participo mais porque estou MUITO atrasado e desantenado quando se trata de jogos. Quando se trata se séries e filmes eu leio as matérias e se tiver algo pra falar eu comento, simples. Mas simplesmente ignorar sem sequer dar uma chance, aí sim é sacanagem.

          As colunas sobre séries são demais! Existem séries interessantes e divertidas sendo lançada. Me diverto tanto com elas quanto assistindo animes. Filmes também são uma ótima opção para relaxar. Aumentar as matérias sobre esses gêneros seria ótimo. 

          Imagino que deve ser frustante para a equipe do blog fazer uma matéria sobre um assunto diversificado e não receber um comentário. É preciso perseverança para não ficar desmotivado. Mas como é impossível forçar alguém a ler algo e comentar…não tem jeito, isso vai de cada pessoa mesmo.

          O bom do Portallos é justamente ser um blog com assuntos diversos e flexível. ^^

        2. Reforço o que o Renato falou entao: o jeito é decidir ou agrada o leitor ou faz o que gosta e o que da vontade. Já vejo como muito dificil mesclar as duas ideias ja que o leitor, segundo voce influencia no psicologico dos membros…bom Boa Sorte ae euaheuaha

  4. Vou dar minha opinião sobre o que tenho achado do blog ultimamente, como alguém que o frequenta já ha uns 3 anos. Só que obviamente é opinião de um mero leitor do blog, que não tem acesso a informações de bastidores da equipe.

    Olhando de fora o que mais parece, a meu ver, é o que o blog tentou crescer mais do que realmente suportava. Foram criadas ao mesmo tempo colunas novas, aumentou número de mangás do CdM, e os novos integrantes que foram entrando, alguns sumiram e outros tem foco em apenas um tipo de assunto.

    Minha opinião alguns colunas deveriam ser reformadas para que seja possível a equipe conseguir postar com mais frequencia, ou então algumas serem até extintas. MdQ mesmo me parece que muito tempo não tem nada.

    CdM é ao meu ver o que tem o maior número de pessoas que acompanham e comentam, então deveria ter um esforço extra por parte da equipe para que não atrase. Em minha opinião no mínimo o post para cada série deveria ser criado, mesmo que sem texto para que aquele pessoal que sempre comenta não fique órfão naquela semana. Depois se um texto for criado o post é atualizado, ou então o capítulo da semana não tem muito o que falar então o autor pode interagir apenas nos comentários mesmo.

    Sobre isso do exp, acho que se é algo novo e que vai agregar ao blog deve ser feito, mas antes o que tem hoje deve ser dado uma definição de como vai ficar, senão corre o risco de ser algo que o blog anuncia, implementa mas depois não consegue manter adequadamente.

    1. A sua visão tb está correta Simiano. Infelizmente a coisa cresceu e a equipe não conseguiu acompanhar o ritmo. Talvez não pelo crescimento normal do espaço, mas até mesmo da vida pessoal de cada um (em quase 4 anos, muita coisa muda.)

      É por isso que uma reinvenção se faz necessário. Podar excessos, e criar um formato que torne simples blogar, como era no inicio. Mas sem extinguir nada, apenas simplificando tudo e implementando uma nova filosofia.

      Não acho que o excesso que atrapalhou no fim das contas. É algo que estou discutindo internamente com a equipe do blog. Quando o Portallos começou há 4 anos atrás, não havia Facebook e Twitter integrado na vida na web como existem hoje. Sites de games eram apenas os saudosos Cotinue, Goluck e Haduken, o Girls of War apenas engatinhava e KotakuBR era algo inconcebível. O Portallos quanto surgiu 4 anos atrás tinha esse diferencial de integrar Cultura Gamer e Cultura Nerd num espaço que poucos ousavam pisar (Nem o Omelete falava de games como fala hoje).

      Esse diferencial sumiu com o amadurecimento natural da web nacional. Agora está chegando a hora de mudar de novo. O que no passado era diferencial pra gente, hoje é normal. Então vamos dar outro passo, tentar algo diferente de novo e sair dessa zona de conforto que conseguimos estabelecer.

      É mais difícil, pois temos uma bagagem de projetos e colunas que não queremos abandonar, pois elas são crias nossas, são parte de nossa essencial. Mas não é impossível mexer no formato, dar diferencial de novo. A web é um laboratório de experiências.

      O importante é tentar… falhar e errar faz parte do processo.

      E pode não parecer, mas eu fiz esse post hoje exatamente para ver a realmente tanto da equipe na forma da apresentação completa de “mudar tudo de novo”, quanto dos leitores ao afirmar que não estou satisfeito com a forma na qual o blog se encontra hoje.

      O feedback aqui está sendo muito interessante porque casa exatamente com o que venho pensando sobre o blog ao longo deste ano de 2011.

      1. é, vc disse algo muito importante e que poucos observam ou tentam ir contra isso, sair da zona de conforto!!! O que procura é a coisa mais dificil que o mundo enfrenta agora, inovação! Seja na forma de gerenciar, de passar informação e de atuar na web!!!! Faça como nos design, brainstorm, co-criação, prototipe no blog pra testar, volte a planejar e o resultado vai ser uma inovação que pode não ser a tecnologia do fogete, mas vai mudar a experiencia de todos os leitores aqui!

      2. Bacana Thiago, ter coragem para mudar e sair da sua zona de conforto é sempre complicado mas ao mesmo tempo corajoso. Acho muito válido mesmo, agora fiquei curioso para saber o que tem em mente.

    2. Acho que os CdM deveriam ser quinzenais.=D Sério, seria melhor para a equipe do blog e daria para fazer uma discussão bem mais elaborada e com mais conteúdo. Tem vezes que um capitulo semanal simplesmente não rende (ex: Bleach…¬¬), e o texto fica muito pequeno (mesmo com o esforço de quem está fazendo a matéria), podendo ficar repetitivo e massante…Se passasse a ser quinzenal, teria mais conteúdo, os leitores comentariam mais e diminuiriam as chances de atrasos, pois a equipe teria mais tempo. 

      1. pode não parecer, mas eu já meio que estou fazendo isso… 😛 (ser quinzenal ou dar folga e respiro ao autor – ou seja eu)

        na semana passada não teve porque foi feirado (senão teria)
        na anterior não fiz porque queria fazer aquela matéria das coleções de blu-ray (que ficou muito satisfeito com o feedback que tive com ela. isso é uma das experimentações indiretas que ando fazendo no blog para o Portallos EXP)

  5. Acho que o que acontece muito, é que realmente o blog está voltado muito mais para games ultimamente e parece que se deve ao fato do gosto pessoal dos colaboradores mesmo… Só que justamente pela internet ter uma atuação muito grande de otakus (não gosto muito desse termo), acaba que o Portallos parece ter um público maior desse nicho também… Na verdade até olhando o layout do blog, ele tem mais cara de “blog de séries, animes e mangás” do que de games… mas na prática, se vê o oposto… muito mais postagens de games…

    Muitos, eu inclusive, viemos parar aqui pelo post “resumão de op, bleach e naruto” ou em algum “CDM”, que querendo ou não é o carro chefe de comentários do blog… talvez isso explique um público mais “otaku”…

    Eu particulamente leio quase tudo que sai no blog, mas sem dúvidas minha matérias preferidas são sobre animes e mangás… site de games nós temos muitos, apesar de o Portallos ter um jeito especial, e blogs de animes e mangás, nem tanto…

    Um exemplo de blog voltado a animes e mangás é o Chuva de Nanquim, que sempre tem muitos comentários e eu considero muito bom… mas porque tem tantos comentários? Presença marcante de otakus na internet…

    No fim das contas acho que tudo é realmente uma questão de definir o editorial e “quem escreve o que”, pois qualidade sabemos que o Portallos tem e com certeza é o blog preferido de muitos tanto para games quando “otakices”, só que pelo comentário geral da galera, parece que o foco em games ultimamente anda muito mais forte do que o resto…

    1. “Na verdade até olhando o layout do blog, ele tem mais cara de “blog de séries, animes e mangás” do que de games…”

      – o visual é outra coisa que obrigatoriamente terei que mexer para que case com a nova ideologia que quero montar. o layout atual ficou arcaico e poluido para meus planos. Preciso de algo mais simples e fácil, porém mais intuitivo e que separe melhor algumas áreas.

      e vc citou muito bem o chuva de naquim. tambem gosto do gyaboo. as vezes não entendo porque o pessoal vem aqui procurar pela parte de animes e mangás do que nestes sites mais especializados. XD vcs são bizarros. XD

      acho que sites de animes e mangás dá uma certa solidão. os assuntos são sempre os mesmos, as séries caem nas mesmas reflexões, os mangás sempre as mesmas reclamações… o universo de mangá e animes visto como algo isolado é triste e deprimente na minha visão. acho que eles ficam muito melhor mesclado com outros assuntos… games, tv, hqs. esse universo deve fazer parte da nossa rotina e não se isolar em áreas proprias… criando esse nicho de solidão. é por isso que me incomoda um pouco que os fãs dessa área, as vezes se interessem tão pouco por outras coisas (graças ao fator free da web).

      o que dá graça a um site ou blog ou forum é a diversidade. se todo dia todo mundo fala a mesma coisa, logo perde a graça. por isso hoje em dia sites de variedades se mesclam melhor ao seu publico do que sites especializados.

      dada suas exceções é claro.

      1. Eu ri onde você diz que somos bizarros… kkkkkkkkkkkkk… realmente tem coisas que deviamos procurar em blogs especializados, mas vamos caçar no mesmo lugar sempre, ou seja, aqui… é como um filho dependente do pai, rsrsrsrsrs… muito do que fui assistir e ler na minha vida agradeço as indicações do Portallos e acho que muitos aqui devem ser assim também… One Piece na minha vida é creditado ao Thiago; Claymore, Elfen Lied, Ano Hana entre outros a Dakini e tem muitas outras indicações que poderia citar… lógico que ao ver a indicação aki, também consulto amigos e outros sites (nem sempre) para ter outras opiniões…. Assim devem ser muitos leitores aqui…

        Tenho notado que ultimamente tem surgido muitos blogs novos e com boa qualidade… credito isso aos blogs que surgiram junto com o Portallos a alguns anos atrás e que incentivaram outras pessoas a divulgarem suas idéias…

        Acho que a mudança de layout deve ser feita devido a novas idéias, porque pelo layout em si, eu acho muito agradável e nem um pouco defasado… prefiro sempre ler blogs com layouts mais “clean” assim como esse…

        1. Não temos novas indicações de animes recentemente porque grande parte do que estreou de julho pra são umas porcarias. XD

          se houvesse algo realmente imperdível nesta temporada de estréias… a gente já tinha recomendando. 😉

        1. Essa é uma questão a ser considerada, o público daqui, salvo raras exceções é muito civilizado, assim como quem posta (tirando uns que são meio esquentados e não aceitam criticas).

      2. “as vezes não entendo porque o pessoal vem aqui procurar pela parte de animes e mangás do que nestes sites mais especializados. XD vcs são bizarros. XD”  Essa é a prova  de que somos fãs mesmo do Portallos. XD
        Leio  outros blogs sobre animes como além desses que vc citou o Maximumcosmo, mbbanikenkai e assim vai…Mais eu gosto de ler a opinião de vcs sobre as coisas até pq muitos dos animes que sou fã hoje é graças ao Portallos que conheci. 

        “o universo de mangá e animes visto como algo isolado é triste e deprimente na minha visão. acho que eles ficam muito melhor mesclado com outros assuntos… games, tv, hqs. esse universo deve fazer parte da nossa rotina e não se isolar em áreas proprias… criando esse nicho de solidão. é por isso que me incomoda um pouco que os fãs dessa área, as vezes se interessem tão pouco por outras coisas (graças ao fator free da web).”
        Acho que fãs de animes/mangás do blog  até se interessem por outras coisas(independente de ser free ou não) mais eles dificilmente vão sentir a mesma empatia por um outro “universo” como sentem por aquele que lhe agrada mais.

      3. Não sei aqui no blog, mas muitos ‘otakus’ sao menores de idade e nao tem renda nenhuma ou NAO(edit) sao como eu diria “ricos” para bancar apenas mangás e animes, muito menos as outras partes. Pra quem nao tem como ler/ver series/filmes/animes/mangas a Internet é uma boa saida e nem sempre significa que a pessoa nao se interessa ou nao quer participar desse mercado e sim significa que ela nao consegue…

        1. o problema não é conseguir, o problema é o comodismo que essa situação gera. vejo muitos que se enquadram nessa situação… no começo, não podiam. hoje, talvez possam, mas não querem. já se tornou comodo apenas seguir o fluxo que se tornou rotina. isso é que é ruim.

          1. Bom no meu comentário acima falo no contexto geral mas especialmente sobre mim ja que cada caso é um caso. Já para chegar ao ponto de ocorrer essa transformação pelo menos pra mim é incerto já que não sei nem se daqui a 4 anos ainda estarei lendo mangá.

            A questão do mercado nacional já ruma pra outra parte que pode ser resumir a: pressa do leitor e o manga por um preço que muitas pessoas nao acham justo(no caso dos mangas).

          1. Errado. Cada um tem uma quantidade de livre arbitrio e o nome desse livre arbitrio é dinheiro. Eu estou seguro de mim que nao compro originais porque nao posso e falo apenas por mim e porque sei que muitas pessoas se encontram na mesma situação, tambem nao teria motivos para mentir. 🙂

          2. Sem discussoes 🙂 Sem esquecer que o que move tudo é dinheiro: games, mangas, animes, filmes, series, livros e etc

          3. Realmente essa é a desculpa padrão e foi a minha por muito tempo, quando comecei a trabalhar resolvi colecionar algum título e usei a internet para fazer buscas mas me deparei com um mercado vergonhoso e um publico que não ajuda. O trabalho das editoras no caso dos mangás não é dos melhores e seu publico tende a mostrar toda a sua insatisfação na internet com isso espantando novos consumidores como eu na época, por motivos consideráveis e alguns nem tanto, por isso fiquei longe do mercado por um tempo até ter coragem e começar a importa, e mesmo assim não acabaram os problemas por que o mercado norte americano e trimestral e via internet semanal, ou seja, basicamente eu estou trocado a Cléo Cadillac pela Rita Cadillac e ainda preciso casar para ter o que quero com a segunda. Sem contar que com esse período de tempo é “brochante” só compro por ser um “colecionador”, tem sua vantagem esse modelo de venda que é poder colecionar várias obras mas o problema fica na inconstância do dólar e taxas, atualmente coleciono dois títulos e pago menos de 20 reais nos dois até menos por causa dos descontos mas como precaução resolvi estacionar por enquanto.

            O que quero dizer é que mesmo acompanhando pela internet ainda compro os mangás, mas as editoras tornam esse caminho mais difícil e também os fãs que ao invés de instruir e instigar a compra do material original fazem má propagada do produto, não estou dizendo exatamente para compra um produto de péssima qualidade no mercado brasileiro ou importar, mais sim que é diferente você fazer reclamações em um mercado forte, se todos que acompanham pela web comprasse ao menos um ou dois mangás faria uma grande diferença e poderíamos exigir algo de maior qualidade, se importássemos esses produtos em maior número as editoras pensariam com mais cuidado no assunto pois veriam que podem crescer. Sei que mudei a rumo do assunto mas é bom colocar isso só para constar.

  6. Eu visito o blog há bastante tempo já, se não me engano quase 3 anos e também reparo que quando comento geralmente é mais sobre mangás e animes, porém sou muito fã de games, mas não vejo muita graça ver trailers e ler sobre eles nos posts, quando o assunto é trailer de games eu prefiro ver e escutar comentários de quem também está vendo, alguns blogs já fazem isso.

    Outro ponto que compromete para que o público que curte Animes e mangás é que nem todo mundo tem a grana pra ter e sustentar um console ou um pc dessa geração, principalmente a galera do chat, a maioria parou no tempo quando falamos de games, é sempre sobre o Mario, o Sonic, de vez em nunca quando rola um papo sobre Fifa 07 Fifa em geral (Ryogachan) ou então sobre DOTA (Synyster), como eu e a maioria não curte MMO’s do inferno o papo é sempre bem superficial.

    Eu tenho um PS3 e compro apenas originais, mas é algo que faço pois entendo o lado de quem faz esses games, mas mesmo assim não tenho grana pra pegar os lançamentos importados ou até mesmo os jogos mais velhos quando tento comprar aqui no Brasil. Outro fator que compromete a minha leitura de posts de games é que eu não leio se vou comprar o jogo daqui a um mês ou dois, pois eu gosto de formar a minha opinião enquanto jogo, acredito que reviews influenciam a minha percepção da obra.

      1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk… eu ri muito… Madao chan, nem compre o Fifa 12, achei muito fraco, pode ficar no 07 mesmo… ultima partida que joguei do Fifa 12 (piratão diga-se de passagem) ficou (eu) Real Madrid 5 x 4 Manchester City (meu primo), não gostei mesmo dessa facilidade em fazer gols…

        G.Higuain mete gol demais nesse jogo… Halla Madrid… 

        1. O que a maioria e o meu irmão (xD) estão reclamando do Fifa 12 é a jogabilidade da marcação que foi totalmente alterada, agora exige um pouco mais de treino para pegar essa nova jogabilidade. Fácil de fazer gol eu acho que sempre foi, pelo menos desde o Fifa 10 sempre foi meio fácil, mas depende muito contra quem você está jogando.

          1. Pois é, minha comparação foi feita com base em mim e no meu primo que somos muuuuito bons e jogadores viciados em Fifa desde o 2009… se eu pegar novato, esse fato da defesa ter ficado com “curva de aprendizado” mais elevada é goleada na certa… no Fifa 11 a defesa estava mais firme e mais fácil de controlar… ainda posso citar que diminuiram um pouco a velocidade do jogo… apesar do meu comentário acima, ainda acho Fifa o melhor jogo de futebol, mesmo com essas mudanças… pode ser que eu mude de idéia porque o jogo foi lançado a pouco tempo e eu joguei só uns 3 finais de semana ainda, mas as primeiras impressões não foram muito boas…

          1. High five, madao! o/o Tá difícil mesmo. :/

            Off: Acho que posso ficar feliz por nunca ter presenciado esses papos loucos sobre  o Fifa 07, hehe. XDDD

  7. Pelos comentários gerais, deu pra perceber que realmente o que o pessoal mais sente falta é do conteúdo voltado para os animes… parando para pensar e olhando pro passado, o Portallos nunca foi um blog de Animes, temos os CDMs que são a única coisa regular voltada para isso (cultura japonesa), as indiciações que a maioria aqui cita vieram de posts randon, ou de wallpapers diários, ou até mesmo de comentários de outros leitores.

    A gente as vezes confunde as coisas, partindo do portallos, teve tanta coisa que eu assisti, mas a maioria não foi propriamente indicação da equipe, vez ou outra vem um wall e maioria comenta que gostou e tal, pronto, vai pra lista, ou aparece alguém falando muito bem de um anime/mangá, e pronto vai pra lista. O conceito de “blog de animes” que o portallos tem hoje vai muito mais do que rola nos comentários do que propriamente nas postagens (pelo menos tem sido assim nos ultimos meses).

    Quanto a questão dos games realmente confesso que é um saco. Um saco para quem não tem um console… do tempo que acompanho o portallos (+/- 3 anos) só fui comprar um ps3 em janeiro agora (2011), e só então comecei a me interessar mais nos posts sobre games. Acredito que a mioria aqui não tem nenhum console, e por isso sente a falta de novidades não voltadas para essa área.

    1.  Eu mesmo não tenho nenhum console, com exceção do PC, por isso vez ou outra meus posts são direcionados a games de PC, não sei se alguém percebeu. Quando não é, ou fala de games antigos ou de alguns games de DS (que não é meu por sinal).

    1. Reboot impõem que se recomesse do zero… tudo. Isso não dá pra fazer. Não tem como pegar 4 anos de blog e jogar no lixo e começar do nada. Tem que ser mais inteligente que isso, sem duvida alguma.

      O certo é pegar a experiência acumulada nos anos e disso transformar toda a situação em algo novo, mas não essencialmente na forma de reboot.

  8. Espero que não mudem radicalmente o blog. O Portallos é o melhor blog que conheço justamente por abordar vários assuntos e a maior parte deles ser do meu interesse. Além disso quem escreve sempre dá opiniões bacanas e nos comentários sempre podemos dar continuidade ao assunto. Não percebi isso que estão dizendo do portallos estar ”perdido”. Enquanto eu puder me entreter, me informar e discutir assuntos que gosto, continuarem acessando o blog diariamente. Tenho algumas sugestões de assuntos que poderiam ser abordados com mais frequencia, mas prefiro nao sugerir nada, pois entendo que o legal é que cada um possa escrever sobre o gosta e nao escrevr nada ”forçado”.
    Abraços e continuem com o bom trabalho! 

    1. “O Portallos é o melhor blog que conheço justamente por abordar vários
      assuntos e a maior parte deles ser do meu interesse. Além disso quem
      escreve sempre dá opiniões bacanas e nos comentários sempre podemos dar
      continuidade ao assunto.”

      – estes elementos do blog (variedade e opinião) não é algo que possa se mudar. Isso está enraizado na alma do Portallos. o que deve mudar é a “abordagem”.

  9. Opa, tinha comentado antes rapidinho só fazendo menção a última frase do post (“espero que todos fiquem com a gente pra ver o que faremos a seguir”).

    Algumas coisas que eu penso:

    1. Menos Japão! Eu costumo visitar o Portallos desde antes de haver “Conversa de Mangá”, de repente isso parece que tomou o blog pra si. E aí com isso seguem diversos posts sobre anime e outras coisas orientais. Talvez pedir que postem menos sobre isso seja egoísmo, então pelo menos poderiam criar, como há em muitos blogs, o separador de categoria perto do banner, pra filtrar os posts.

    2. Não levem a mal, e não me refiro a todos, mas a escrita das pessoas poderia ser melhor. Os colaboradores parecem todos inteligentes, aí quando escrevem alguma coisa feia fica parecendo até ser preguiça. Ninguém espera que seja tudo 100% certo, mas saber onde se usa s e z, mas e mais, separar de repente e etc. é fundamental.

    3. Andei lendo os comentários e o Thiago menciona que quando o blog começou, a cobertura brasileira de games na internet era menor. E eu concordo. De forma que talvez fosse melhor focar em posts de conteúdo original (comentários sobre os jogos, listas, informações interessantes sobre, por exemplo, cronologia de séries, etc.) em vez de notícias e imagens novas.

    1. “Menos Japão!” WTF? Com exceção do CDM, ultimamente o Portallos quase só teve postagem sobre games =P Separar o blog por assunto acho bem desnecessário e pode fazer com que alguns nunca entrem em posts de alguns assuntos quando poderiam se interessar…

      1. Ultimamente deve ser mesmo como vc falou, mas juro que havia uma época onde era praticamente só Japão.

        A separação é opcional, é simplesmente um link que faz o blog mostrar apenas as categorias escolhidas pelo leitor. Pode ser até que já exista dentro do sistema do Portallos, só faltando os botões necessários no layout. Eu acho que traz mais benefício do que malefício (afinal, usa quem quer).

  10. Torço muito pelo Portallos, não vejo essa perda entre os post, por que acompanho pouco, os de games e afins, por que não possuo nenhum modelo da geração de lançamentos,e tambem por não me interresar em ver Trailers, Imagens e Afins, são poucos que me chamam atenção nisso.

    Um dos meu pontos preferidos do Portallos, é a area de Séries, conheci muitas, Game of Thones, Terra Nova, Dexter, e uma penca a mais, por não me envolver nessa area antes de conhecer o portallo, confesso que no momento o que mais me chama atenção é a area voltada ao “Otakus”, pelo simples fato de amar LER, seja manga, livros e afins, e no momento o de mais facil acesso acaba sendo os Mangas, por serem gratis, sempre que vejo uma recomendação de anime, vou atras do manga dele, por adorar ler, e sinto falta disso no portallos, uma maior abordagem no tema de Livros, sei que é uma area pouco abordada, e pouca relacionada ao mundo Nerd, que traz no logan do site, mas é so minha opnião.

    Lembro que quando começei a meter mesmo a cara no Portallos, não conseguia sair dele, ficava o dia todo vendo os comments e dicutindo com os leitores daqui, em tudo que é post, por ser tanto um plubico mais aberto e educado, quanto um lugar que parece ser feito para isso, o Portallos me da um ar de que estou em casa, e posso falar  o que quiser, dar realmente minha opnião.

    Bem, ali foi mais minha opnião mesmo, mas o que vi no post em si, é o problema com o plubico, acabar tendo se tornado de uma area que não é realmente a area do blog, Games e Series, e afins, acabaram por terem menos leitores que a area que não é abordada constantemente, que seria a de manga e animes*, e como dito, esse publico e maior pela simples vantagem de ser “Free” e de facil acesso.

  11. Bora comentar que faz tempo que eu não comento, te entendo perfeitamente Thiago, eu tenho preguiça de comentar nos walls da Dakini ultimamente, e sinto menos euforia vindo do blog, mas era óbvio que uma hora isso aconteceria, os redatores tem vida também, não estou falando para largar os leitores a própria sorte, mas também não precisa tratar o blog como prioridade, o bom é esse ar tranquilo e espontânio que o blog passa, os atrasos do CdM, as ToC’s, projeto do leitor convidado, tudo isso se ajeita uma hora, dont worry guys, bom mesmo é mudar.Renovar é a palavra chave pro Portallos em 2012 e organização, mas com esforço e seriedade nas horas certas. =} Eu não em preucupo com os rumos que o blog levará, com uma equipe assim e leitores com esse nível de educação e respeito, nunca que este blog ficará ruim/ultrapassado, desanimado no máximo e olha lá.

  12. acompanho o portallos há bastante tempo e foi sempre meu blog preferido, sempre foi minha home page e tudo o mais hehe e ainda é, mas realmente acho que tem posts demais sobre games hehehe e eu que só jogo WoW nem leio direito esses posts, alguns jogos que me interessam eu vejo o trailer e tal, mas como n tenho um videogame n faz muita diferença. É CLARO que tem que continuar com os posts de jogos, mas acho que tem q ter uma diversificada, como falaram aqui em cima, recomendar filmes antigos, animações antigas, animes, mangás e hqs antigos, dar mais foco para o PdS e o MdQ, enfim, diversificar mais no geral mesmo.

    Tenho certeza que esse novo portallos vai ficar MUITO foda pq confio muito na capacidade de toda a equipe, e esse blog sempre vai ser o meu preferido hehe.

  13. Acho que estou por aqui mais de um ano… Eu já vi que recebemos novos leitores; alguns integrantes diminuiram sua participação e outros que frequentavam o blog foram embora. E creio que seja por uma questão de não estar mais encontrando o que vinha ver aqui. Porque afinal de contas, sempre estamos procurando por algo que nos chame a atenção ou tenha um quê diferente, que nos prenda.

    Para ser sincera, Portallos foi o primeiro blog que tive vontade de ler e também participar. Gostei da equipe; bem como do pessoal que frequenta. As idéias são diferentes e dá para se debater diferentes pontos de vista.

    O conteúdo diversificado do blog também me chamou a atenção e foi um bom chamariz.

    Mas para meu gosto pessoal adoro debater sobre mangás e animes aqui, por causa da qualidade de idéias e até dos argumentos e forma de escrever. Já passei por alguns sites e blogs e sinceramente… sem comentários. Então, penso que essa qualidade seja um dos grandes motivos que o pessoal adora vir aqui.

    Sobre os outros assuntos, até dou uma olhada e comento quando me interesso por algo. Sempre tento dar uma olhada nos posts. Mas tem coisa, que realmente não chama minha atenção porque eu não gosto do gênero.

    Se eu falasse de meus interesses ficaria nessa ordem:

    1 – Ler: Sou uma leitora assídua: adoro ler! Revistas, livros, histórias em quadrinhos e mangás; quer dizer tudo que cair na minha mão. Sou compradora; mas acompanho na internet apenas por interesse pessoal ou quando algo é indicado. Até porque alguns materiais não vem para cá também…

    2 – Animes e filmes: gosto, vejo o que me interessa. Até comento se estiver acompanhando algo no momento.
    3- Imagens: Gosto de colecionar e adoro ver diferentes imagens, principalmente de fantasia.
    4 – Jogos: Gosto de jogar; mas não tenho muito tempo e sou muito seletista quanto ao que jogo. Adoro estratégia e que tenha uma história por detrás.
    5 – Séries: Muito raramente vejo algo.

    Também penso que o blog não deve ficar em apenas um único assunto; porém é isso que está ocorrendo. Eu vejo de um tempo para cá muito posts sobre jogos. E outras colunas estão sendo pouco abordadas.
    Compreendo que a vida daqueles envolvidos no blog também mudou e com certeza vai mudar mais ainda futuramente. Por isso, acho correto uma nova estruturação, que objetive um melhor aproveitamento do tempo e organização de assuntos. Agora, também penso que se você escreve é para um público-alvo. Dessa forma, os interesses dos dois lados devem ser pesados e harmonizados.

        1. Digamos, uma série de investigação científica, com cada episódio trazendo um novo conceito e uma trama de fundo que interliga tudo. A quarta temporada começou recentemente. É o Arquivo X dessa geração.

          1. Hum, interessante… Vou procurar e dar uma olhada nas férias de janeiro. Admito que gosto de histórias nesse tema. Obrigada pela dica!

  14. Achei uma boa essa discussão. O blog é execelente, um dos melhores que eu conheço. Mas eu reparo que ultimamente tem tido muitas colunas, e a maioria delas atrasada ou abandonada. Tá certo que um blog é algo desorganizado por definição, mas tinha que organizar um pouco os conteúdos. A gente fica esperando determinado post e ele nào vem nunca.

    Não estou querendo falar mal nem nada, é só uma crítica construtiva.

    Quanto à questão dos otakus, tem que ver que a maioria dos leitores do blog são adolescentes/universitários. E gente dessa faixa etária não tem grana pra gastar com jogos ou outras coisas caras. Eu mesmo ainda jogo gamecube, e nao tenho nenhuma perspectiva de ter um Wii ou outro videogame dessa geração num futuro próximo. No máximo um DS e olhe lá. Mangás, webcomics (bem que podia falar disso aqui), blogs e vídeos ocupam a maior parte da minha diversão. Ou Team Fortress, que é de graça. xD

    Em geral eu nem olho os posts de videogame. SE um dia eu jogar, não vai ser antes de eu sair da faculdade. Então pra que eu vou ficar passando vontade?

    1. A questão não é nem não ter um videogame, sabe, mas sim um console dessa ultima geração. É preciso cada vez mais dinheiro pra acompanhar os lançamentos de consoles e games (que ficam cada vez mais caros) e aí a dificuldade dos leitores. xP

      Imagino que a maioria dos leitores estejam entre uma média de 17-25 anos. Well, adolescentes dependem da boa vontade dos pais e universitários vivem sem grana, tendo que lidar com gastos altos da universidades; ser capaz de trabalhar, estudar, pagar contas e, por fim, conseguir AINDA gastar com lazer em geral…É para poucos. -.-

      1. “os lançamentos de consoles e games (que ficam cada vez mais caros)”

        – mentira. os games estão muito mais em conta hoje no Brasil do que estavam na geração PS2/Gamecube.

        acho que isso é um preconceito mesmo do brasileiro, seja por falta de grana ou por comodismo como já disse acima. Este fim de ano é a prova disso, com Gears 3 e Forza 4 chegando as lojas custando R$ 129… Halo Anniversary e The Gunstringer a R$ 99… Assassins Creed Revelations e Driver San Francisco a R$ 149. Alguns anos atrás um lançamento de jogo poderia faculmente chegar a R$ 250 a R$ 300 em alguns canais de venda.

        Eu peguei Halo Anniversary em 4X de R$24, aonde que 24 pratas é um valor exorbitante? Para um jogo que vai durar anos no meu console (Halo 3 até hoje dá pra se jogar e muito). Gears 3 com cupom de desconto também saiu pelo mesmo valor… e também segue a mesma lógica.

        Essa de que consoles e games são caros não cola mais. No passado vc tinha que importar e pagar a vista por consoles ou games, hoje em dia, o mercado nacional se abriu. Da mesma forma como tem brasileiro que se mata por uma TV de LCD ou um computador de alta geração ou até mesmo um tablet (que é mais caro que um videogame por sinal), o mesmo vale para consoles… há planos de parcelamento, descontos e muita oferta.

        Uma coisa é se ter um videogame e querer todos os games que saem nele. Isso é irreal. Nem os americanos consomem assim. É igual ter um Blu-Ray e querer comprar tudo que sai pra essa mídia.

        Videogames tem o mesmo conceito. Se você compra um jogo a cada 3 meses, já está no lucro, pois os games (ao menos do xisboca) tem o replay para durar anos.

        Obs: Com 17 anos eu já tinha meu proprio console, comprando com meu proprio dinheiro. Nunca dependi dos meus pais para sustentar minha paixão por games desde que comecei a trabalhar aos 14 anos. Não estou dizendo que todos precisam ser assim… só estou dizendo que assim como tem gente que se mata por um carro ou que adora torrar numa balada, dizer que videogames são algo que só os americanos podem ter tranquilamente hoje em dia, é mentira sim.

        1. Nossa, tomei um patada da realidade agora. KKKKKKKKKKKKKKKKKK xP

          Na ultima vez que pesquisei os preços games de games, eles valiam no mínimo o dobro ou triplo do que você falou. Não fazia ideia que estava nesse preço atualmente… O dono da loja onde compro está cobrando demais nos jogos!¬¬…Enfim, falei besteira, admito, mas desembolsar R$150 em um game ainda doí no bolso. Tem que saber o que comprar mesmo.

          1. Chegou a fatura do meu cartão hoje… meu cartão que só uso para comprar games…:

            Gears of War 3
            Dance Central
            The Gunstringer
            Halo Anniversary

            Quando deu para pagar este mês? R$ 92. 4 games que comprei entre setembro e fim de outubro. Ok que é parcelado… um deles acaba nesta fatura, 2 na proxima e 1 começou nela… mas este mês.. 4 games novinhos (gears 3 eu já devorei, mas ainda tenho centenas de horas de multi pra me divertir, dance central é da minha esposa e ela adora, the gunstringer mal comecei e halo ainda nem chegou)… e que me custaram este mês só R$ 92.

            Claro que tem que saber comprar, tem que saber administrar os cartões, tem que procurar ofertar.

            Não dá pra sair comprando Modern Warfare 3 e Battlefield 3 e Batman City por R$ 199 cada… o que não significa que não tenha outros games bacanas, por preços mais competitivos com o bolso de cada um.

            Olha aí o Mortal Kombat 9 por R$ 99 hoje no Walmart:
            https://www.clubewalmart.com.br/

            Lindo preço… fabuloso jogo.

        2. infelizmente a maioria das pessoas que vieram da saudosa época de Super nintendo e Ps2 se acostumou a pegar um jogo, virar, e já comprar outro, esquecendo por completo aquele último. Também pudera, jogos ou cartuchos novos custavam R$ 5,00 ~ R$ 10,00 nos camelôs da vida, hoje em dia isso acabou, não exista jogo pirata em abundância, existe pirataria, mas são casos isolados, vc sempre tem que sacrificar algo para tê-la. Naquela época não era assim.

          Hoje em dia se vc quiser desfrutar de 100% do seu console, comprando games originais, e tudo mais, vc precisa se contentar na qualidade dos games, pois se comprar pensando em quantidade, pode esquecer.

          1. mas desde quando quantidade supera a qualidade?

            é muito melhor ter um game de qualidade que dure meses do que 15 games vagabundos que não dure semanas…

          2. Vc tá maluco. XD

            Se vc enjoa rapido de um game que foi feito para durar centenas de horas, tem algo errado contigo.

            É como ler livros pela metade… vc compra e para porque enjoou ou lê até o fim?
            Você vai trabalhar e sai no meio do expediente porque enjoou de trabalhar?
            Você faz metade de uma prova na escola porque enjoou de pensar?
            Nem vou citar “transar pela metade” XD…

            Vc sai no meio da sessão de cinema porque enjoou de ver o filme?
            Para de ver séries e animes tudo pela metade?

            Qualidade tem que ser padrão destas coisas. Não dá para produzir ou comprar coisas, pensando na quantidade.

            Isso é um vício totalmente errado.

          3. Mais temos que levar em conta que a pessoas que joga um game só pra se divertir, zera-lo e acabou. Não querem saber de platina-lo, jogar online e etc….Não vejo isso como um “vício errado” e sim somente um jeito de pensar da pessoa de não se apegar tão firmemente a algo.

          4. Nada me refiro a jogos de campanha, onde vc faz a campanha, e ela termina. Depois disso o que mais você vai fazer? Repetir a campanha inumeras vezes, derrotando os mesmos inimigos, vendo as mesmas paisagens, assistindo as mesmas falas e videos… eu odeio ver coisas repetidas (digo ver, e não fazer).

            Dae vc vem e me fala, “A, mas a diversão é jogar online”, existem 4 tipos de jogos online em consoles, 1) FPS (Odeio) – 2) Futebol (Até que curto, mas…) – 3) Luta (Enjoa rápido) – 3) Corrida (tb não me convence). Então, pessoas como eu, que curtem jogos com inicio, meio e fim (ex. GOW, Uncharted, DK, Mario, Megaman, Castlevania, etc) vão ter que se contentar em ficar jogando sempre as mesmas fazes para o resto da vida?

          5. Olha só, tem muito mais tipo que estes que você citou, RPG, Estratégia, Adventure. E não só em consoles como também PC. RPG’s em geral costumam durar muito, veja Elder Scrolls como exemplo, onde você enquanto joga, sente que não está vendo tudo que está ao seu redor.

            Quando você cita jogos como Uncharted, Castlevania, GOW, em que você só quer jogar uma vez… Encare como ler um livro. Você está comprando um jogo, mesmo você pensando que só vai jogá-lo uma vez, isso não quer dizer que aquilo não valha a pena a ser comprado, só por causa disso. É um produto que dá trabalho de ser feito (falo isso porque estou estudando a área de programação). E nem é tão caro…Os lançamentos para PC  (que é a unica plataforma que tenho) saem em média 99 reais. Starcraft 2 na ocasião de lançamento saiu senão me engano por 50 reais. É muito em conta. Sem falar dos games antigos que aparecem sempre com boas promoções, sejam em boxes ou mesmo na Steam.

            E se alguém reclamar que 99 reais é muito por um jogo. Pegue os seus dois reais diários de lanche e veja que em menos de dois meses você vai ter o dinheiro suficiente e sobrando. Sem contar que você poder parcelar  em várias lojas em n vezes… Disponibilidade é o que mais há neste ramo.

          6. Corrigindo o parágrafo acima:

            E se alguém reclamar que 99 reais é muito por um jogo. Pegue os seus
            dois reais diários de lanche e veja que em menos de TRÊS meses você vai
            ter o dinheiro suficiente e sobrando(…)

        3. concordo com seu ponto de vista, a questão é que muitos não tem esses R$ 99, pode se pagar 24 quatro parcelado, mas no final acaba sendo 100R$, e pra mim isso é muito, gasto isso em um tenis e olha lá, se não tiver mais barato.
           e ter um Videogame na sua epoca é caro sim, ter um Ps2 hoje em dia é facil, mas ter um xbox,já é caro, pode se pagar parcelado e ter multipas escolhas pra se fazer, mas no fim 2.000.000R$ acaba sendo caro, pois há outras necessidades que vem a frente.

          1. game 100 pratas >>> tenis 100 pratas

            é questão de balança. não sei porque vc acha que é aceitável pagar 100 reais num tenis e não num game. não faz sentido pra mim.

            24 reais parcelado é menos do que 2 pizzas que se compra num fim de semana que vc não queria comer nada da geladeira da sua casa.

          2. Acho um tênis de 100 pratas caro, mais a questão é que convenhamos que um tênis é mais útil ao dia-a-dia do que um game. E acho que compras parceladas podem parecer não fazer falta num mês, mais se num outro mês ocorre alguma merda(afinal 30 ou 31 dias podem se ocorrer muitas coisas sejam elas ruins ou não) aí vc pensa que R$24 vão fazer falta. 

          3. eu disse que só gasto 100 pau em um tenis, caso não tenha escolha,e ainda acho caro, quem dera um game por esse preço, pode parecer algo simples, 24 reais e tal, mas no fim das contas são 100 reais, que já não são poucas coisas.

            posso jogar o tanto que quiser, e durar bastante, mas pesa no bolso, de muitos, pra mim um simples jogo,não compensa 100 pratas.

            edit: acabei usando os mesmo argumentos T-T.

          4. Um tênis dura muito, mas muito mais do que um jogo de videogame. O custo-benefício é imcomparável.

            Pra mim se um jogo dura 20h eu já comemoro porque fiz um bom negócio, porque fiquei 2 semanas jogando nas férias. A maioria dura umas 10h e olhe lá. Os únicos jogos de gc que eu tenho que resistiram bem ao tempo foram Smash Bros Melee e Mario Kart Double Dash, e eu só jogo eles nas raras vezes que meus amigos da vida real estão interessados em jogar videogame (e estão na minha cidade).

            E não, eu não vejo graça nenhuma em jogar um jogo de novo (a não ser anos depois), ou de ficar tentando pegar todas as 300 moedas ou algum objetivo impossível e chato que os produtores botaram pra falar que tem 100h de gameplay.

            Jogar online? Talvez. Eu não tenho esse luxo com o gamecube, mas também não vejo sentido em comprar vários jogos pra jogar todos online. Não tenho tanto tempo assim. Estou curtindo o meu Team Fortress, devagar, 4 ou 5 horinhas por fim de semana enquanto não estudo e pretendo fazer isso até enjoar. Em 6 meses eu não acumulei nem 70 horas de TF2.

            E tem a questão dos pais. Sabe quando minha mãe vai me dar 2000 reais pra gastar num console? NUNCA. Ela não gosta de videogame, acha que vicia (e é verdade, já tive problemas com isso), e definitivamente não acha que vale à pena gastar tudo isso em outro videogame sendo que eu já tenho um (e nem joguei todos os jogos de gc que eu queria, apesar de ter 20). Se eu comprar um videogame de novo vai ser depois que me formar da facul, daqui 3 anos.

            É muito mais facil e duradouro, e igualmente divertido, acompanhar meus 5 mangás e minhas 5 webcomics (números em vias de aumentar).

  15. Olha, tenho dois pontos de vista diferentes em relação a compra de jogos originais, é uma questão muito complicada:

    SE uma pessoa está num emprego estável e tem uma folga no orçamento, acho que o ideal é comprar jogos originais, tanto pela qualidade, quanto pelo incentivo a indústria… No meu caso, tenho 23 anos, faço faculdade e atualmente meu orçamento é apertado, tomei a seguinte decisão: compro jogos originais no meu Nintendo DS e jogos piratas no meu X360… tenho cerca de 15 jogos de DS e uns 40 jogos de X360… Foi a única forma que encontrei de me divertir, tentar ter algo de qualidade, ajudar a indústria e ter vida social… De fato, no nosso país a massa naão tem condição de bancar jogos e tirar grana do orçamento da familia, mas também não acho justo que essas pessoas não possam jogar, só porque tem que colaborar para o “crescimento da indústria ou do país”, sendo que o próprio país não dá condições para essas pessoas viverem…

    Bom, to meio com pressa e depois comento mais, mas é mais ou menos isso que acho nessa questão…

    1. É tipo assim, eu quero andar de carro, mas como não tenho dinheiro, vou roubar um, pois acho justo que eu possa andar de carro, e de preferência, de Porsche.
      Também quero jogar um videogame ou ler um mangá, mas como não posso comprar vou me virar com pirataria…

      É uma linha de pensamento perigosa. É o TER sobrepujando o PODER. Entendo isso pois já tive vontade de coisas que não podia, e tive que me contentar com o que realmente podia. Trabalhei em loja de games piratas e sei como o povo que quer mais do que pode pensa, e não é nada bonito.

      Tenho um amigo que comprou uma xisboca destravada, alegando que não tinha dinheiro para comprar jogos. Eu disse que é mentira, pois se comprou um console caro, tv cara, Kinect e o escambal, pode pagar por original sim. Ah, mas ele quer muitos jogos. Mas não, ele não sabe se contentar com pouco, não sabe comprar um jogo, usar e revender ou trocar. Ah, essa mania de queer muito…

      1. Essa ultima linha de argumento resolve tudo. Compra e revende seus games. Qual o problema disso? Nenhum! Eu mesmo faço isso a rodo.

        Por sinal, games da minha coleção a venda no mercado livre pra quem quiser:
        http://lista.mercadolivre.com.br/_DisplayType_G_CustId_48254143

        Da venda destes, virão a compra de outros games lá pra janeiro e fevereiro do próximo ano.

        O Mauri está certíssimo no raciocínio. Nada justifica a pirataria. Podemos usar, mas nada justifica ela.

      2. Revender games não é algo assim tão simples, se fosse, os problemas de muitos estariam resolvidos. Claro que não justifica a pirataria, mas tb não é de se generalizar a ponto de fazer parecer que você só precisa de um game original que seu futuro está garantido.

      3. A questão não querer ou certo ou errado, mas sim poder. Se eles não tomarem medidas contra isso não será a agente que tomará, pois não tomamos medidas nem contra os políticos e não iremos fazer isso por algo tão supérfluo quanto games ainda mais sobre algo que nos prejudicaria.

    2. é, rapeiz! 
      e se tu reclama do preço tem jogo original muito bom no Steam e que de vez em quando tem umas promoção loucas, tipo teve uma vez no mês passado em que o portal tava de graça pra tu baixar por um dia inteiro

      1. exatamente… na Live mesmo, eu só pegos os arcades em promoção… tenho mais de 50 joguinhos onde não paguei nem 15 reais por eles. Produtos originais… vendidos por download.

        realmente não existe desculpa.

  16. Bem, parece que internamente, com a Equipe, toda a ideologia e filosofia do novo Portallos EXP já está acertado. Agora bem a parte complicado, que é tirar da teoria e colocar na prática.

    Futuramente pretendo explicar mais sobre isso aqui no blog. Por enquanto, iremos manter o suspense. E talvez muito em breve, os membros vão conhecer o “novo” Portallos. 😉

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.