AssistindoMiscelânea

Mais séries norte-americanas estreando na Netflix

Dexter, Nurse Jackie, Charmed e mais episódios de Hércules! o/


 E o Netflix, serviço de TV por streaming, continua adicionando mais conteúdo do que eu consigo dar conta de assistir (rá! ainda bem). Essa semana rolaram algumas adições no catálogo que achei que valem a pena mencionar aqui. Ah começar pelas séries acima. Dexter chegou no começou desta semana, com três temporada completa na lata. Ainda faltam um monte de temporadas, porém pra quem nunca teve a oportunidade de conferir uma das melhores séries do canal pago Showtime, é um prato cheio os primeiros anos, que por sinal são os meus favoritos.

Acompanho Dexter pela internet, mas acho muito bem vindo a série ao catálogo do Netflix. Na TV por assinatura não é sempre que se exibem os primeiros anos da série e nem faço ideia se ela passa (ou passou) na TV aberta. Então é sempre legal ver um potencial para o show ganhar mais e mais fãs. Programa de qualidade merece ser assistido uma segunda ou terceira vez. Isso também me livra da tentação de querer comprar os boxes de temporadas da série. Pra que se posso ver no Netflix, quando quiser?

Nurse Jackie, assim como Dexter, é outra série americana que ainda continua sendo exibida nos EUA. Acho legal o Netflix conseguir exibir séries que ainda estão em andamento lá fora, mesmo que não consiga trazer pau a pau, as temporadas recentes. Esta é outra atração do Showtime americano e sempre tive curiosidade de conferir se é bacana. Alguém aqui do blog acompanha? No Brasil ela é exibida pelo canal da TV por assinatura Studio Universal. Esse canal tem uma grade de programação bem desordenado e nunca tive saco para tentar entender os horários de Nurse Jackie, até porque eu gosto de ver séries desde o primeiro episódio, caso contrário, não assisto. Agora com a inclusão no serviço do Netflix, posso dar uma olhadinha pra ver se ela é bacana, com episódios organizadinhos e cronológicos.

E no quesito série já concluida, temos Charmed! Pra mim não chega a ser uma adição que irei assistir, até porque tenho todas as 8 temporadas em DVDs, pois foram lançadas no Brasil, mas ainda assim é legal. Uma série de bruxaria que surgiu antes dessa explosão de séries americanas sobre sobrenatural. Não que as atuais sejam ruins (algumas são), mas Charmed, Buffy, Arquivo X entre outras serviram de pilares estes seriados atuais. Lembro que acompanhava Charmed em paralelo a Buffy. Gosto muito dos primeiros anos do seriado, mas admito que ficou cansativo e xarope em suas últimas temporadas. Passou o tempo de cancelarem o show e ninguém quis cancelar até tudo ficar terrivelmente ruim. Mas valeu a jornada.

Enquanto isso, o clássico (que passou a exaustão no SBT), Hércules finalmente ganha novos episódios no serviço. Ainda não comecei a a (re)assistir Hércules, mas acho bacana a disposição dele no Netflix. Pretendo reassitir sim. Acho que nunca vi a série por completa ou com os episódios arrumados cronologicamente. Vi que já estão disponíveis todas as seis temporadas, faltando apenas alguns buracos entre elas (episódios que talvez tenham dado problema com aúdio ou legendas). Dos 111 episódios produzidos, 104 estão no Netflix. Show! Agora só falta a chegada da Xena, A Princesa Guerreira (curtia mais a Xena do que o Hércules).

Quanto aos filmes incluídos no catálogo ao longo destes últimos dias, há alguns pipocões para perder o tempo em frente a TV: O Último Trem (2008), Pergar e Largar (2006), De Médico E Louco Todo Mundo Tem um Pouco (1989), Vigaristas (2008) e Duplex (2003). Nada muito “ohhhh”, mas enquanto o catálogo estiver aumentando, pra mim está mais do que ótimo continuar pagando os míseros 15 reais que o serviço cobra.

Para quem tiver mais curiosidades, a tag aqui no blog para postagens sobre Netflix é esta aqui (link). Para um geralzão do sistema, minha opinião e impressões da época em que assinei estão neste link.

Lembrando que as novidades diárias do serviço podem ser encontradas em blogs como Filmes Netflix e Lançamentos Netflix. Aqui no blog eu apenas dou uma revisada em algumas adições que me chamam a atenção. 😉

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.