PUTZ! Mais séries e mais desenhos no Netflix!

E o catálogo não para de expandir!

Carambolas! E as opções de programas para assistir no Netflix Brasil continuam crescendo e já começo a ver que tem mais coisas do que eu tenho tempo pra assistir. O que é um excelente sinal, diga-se de passagem. E as novidades estão me animando cada vez mais pelo serviço de TV por streaming que só custa 15 pratas por mês e eu assisto com qualidade superior a da minha TV por Assinatura – que não é HDTV porque eu não pago os absurdos duzentos e caralhadas que cobram pra ter os mesmos programas que a versão SD, mas com imagem em HD.

E continuo vendo que mais e mais pessoas pipocam aqui no blog com dúvidas sobre o que é Netflix, como funciona, o que eu acho e como assisto aos programas que o serviço oferece. Para todas estas respostas recomendo a leitura da minha primeira matéria sobre o Netflix aqui no Portallos, basta clicar neste link.

Continuando. Ttrês novas séries foram incluidas no serviço, além das três (Dexter, Nurse Jackie e Charmed) que entraram na semana passada e que comentei neste post. A começar por Huff, que é outra produção do canal pago norte-americano Showtime. Essa série chegou a ser lançada em DVD no Brasil, mas somente a primeira temporada. Na época, minha febre de ver séries em DVD, cheguei a comprar a primeira temporada e devorei ela. Sempre fiquei chateado pela segunda temporada não ter saído no Brasil. Nem sei se saiu na TV por Assinatura, na época não tinha então nunca corri atrás. Agora que Huff chegou no nosso Netflix com certeza terminarei de ver essa série. Acho Hank Azaria um excelente ator e ele sempre faz estes papéis bizarros. Huff tem um humor negro e toda aquela qualidade de programas do Showtime, sem censuras ou limitações que as séries da TV aberta americana possuem. Mesmo que a série tenha terminado sem um fim (eu acho), vou ver os episódios ainda inéditos pra mim.

Numb3rs é outra série que assistir o primeiro ano através do box de DVD lançado no Brasil. E é o mesmo caso de Huff. Lançaram apenas um box por aqui e esqueceram dos demais. É por isso que parei de comprar série em DVD. É muito bom ver elas assim, mas a falta de respeito e compromisso com o consumidor no Brasil é ridículo. Só compro coleções de séries completas desde algumas decepções com esse mercado alguns anos atrás. Voltando a Numb3rs, a série é bacana, típica série policial que os americanos adoram, mas com uma pegada mais original, onde os crimes são resolvidos através da matemática. É isso mesmo, matemática! Depois que você assiste a alguns episódios dessa série, você nunca vai olhar matemática da mesma forma. Foda! Voltarei a assistir ocasionalmente.

Por fim, Merlin. Ao contrário das duas acima, Merlin é um seriado britânico, produzido pela BBC. Nunca assisti, mas sei que faz sucesso entre o público adepto das produções do Reino Unido. Recentemente venho dando um pouco mais de atenção a estas produções. Comecei assistindo a hilária série The IT Crowd, depois vi algumas temporadas de Secret Diary of a Call Girl e agora ando dando uma chance ao Doctor Who (via Netflix mesmo), que ainda não me conquistou, mas os episódio melhoram e muito depois do ridículo episódio piloto (da versão de 2005). Talvez venha a dar uma olhadinha em Merlin, alguém por aqui assiste e recomenda?

Além das séries, foram adicionado novos desenhos animados (finalmente) ao catálogo! Me despertou a curiosidade o desenho The Boondocks, produzido para o bloco Adult Swin do Cartoon Network US, baseado nas tiras em quadrinhos da série de mesmo nome, produzidas por Aaron McGruder. Vou ver alguns episódios para ver se é tão legal quanto parece ser pela arte e pelos pequenos clips que vi no You Tube. Bom ver algo que não se vê com frequencia por aqui. Nem sei se esse desenho chegou a ser exibido no Brasil.

As outras duas adições são produções, até recentes, da Marvel: O Espetacular Homem-Aranha e Wolverine e os X-Men! Essa última série do Homem-Aranha esteve em exibição no Cartoon Network BR até o ano passado. Quando estreou aqui, cheguei a assistir direitinho a série, mas daí o CN mudou os horários e colocou os episódios em reprise, misturando com os inéditos e aí bagunçou toda a ordem cronológica que estava acompanhando. Parei de ver. Agora, organizadinho no Netflix pretendo voltar e dar uma olhada nos episódios que perdi. Não é o melhor desenho do amigão da vizinhança, ainda preciso aquele dos anos 90, mas é bem melhor do que aquela versão de alguns anos atrás que era todo em computação gráfica.  Já a série do Wolverine eu não acompanhei nada, pois era exibido na Nickelodeon um tempo atrás, mas nunca tive saco para acompanhar a programação da Nick e as reprises eram todas fora de horário pra mim. O fato é que estas duas séries não deram muito certo, tanto que este ano deve sair um novo desenho do Homem-Aranha, mas ainda assim, não são totalmente descartáveis. Para quem nunca assistiu, dá para se divertir e quanto mais opções de diversidade no Netflix melhor!

Além disso, mais uma cacetada de filmes estrearam no serviço nestes últimos dias, dos quais me chamaram a atenção: O Quinto Elemento (1997), Resident Evil 3: A Extinção (2007), Por um triz (2003), Jackie Brown (1997), Confidence – O golpe perfeito (2003), A vida por um fio (2007), Todo mundo em pânico (2000), Rebobine por favor (2008), Os piratas do rock (2009), O elo perdido (2009), Mestre das Ilusões (1995), Gnomeo and Juliet (2011), Eu, meu irmão e nossa namorada (2007) e Drácula 2000 (2000). Porque algumas tosqueiras valem a pena rever depois de tantos anos. XD

Para quem tiver mais curiosidades, a tag aqui no blog para postagens sobre Netflix é esta aqui (link).

Lembrando que as novidades diárias do serviço podem ser encontradas em blogs como Filmes Netflix e Lançamentos Netflix. Aqui no blog eu apenas dou uma revisada em algumas adições que me chamam a atenção.

Isso também pode lhe interessar

24 Comentários

  1. “(…) Nem sei se esse desenho chegou a ser exibido no Brasil.”

    Boondocks já passou pelo canal Sony e pelo Animax (na época em que já estava no leito de morte).

  2. O The Boondocks chegou a passar aqui na nossa (extinta) versão do Adult Swim,mas ja foi nos dias finais do bloco.

    Já as duas series citadas da Marvel: The Spectacular Spiderman e Wolverine and The X-Men não foram um fracasso, alias foram ate um sucesso razoavelmente bom para as series de animações da Marvel. O problema foi justo a compra da marvel pela disney.

    O que acontece: quem tinha os direitos dessas duas series animadas eram a Sony(spidey) e a Fox(wolvie) e depois da compra da marvel, todos os direitos sobre produtos da mesma que visam o mercado de animações teriam que ser da disney.

    Então as duas series foram canceladas e partir de então somente a disney poderia produzir produtos marvel para esse mercado. Os contratos para filmes eram outros 500 que foram negociados a parte.

    A serie tanto fazia sucesso que ates da compra ja tinham engatilhado a 3ª temporada de ambas.Po so o final de cada uma delas deixa um gancho enorme para mais uma temporada…

    Eu lembro que fiquei muito chateado com isso,porque ambas tinham um potencial enorme,mas por “frescuras” juridicas e de direitos adiquiridos,não poderei ver a continuação dessas historias e agora no caso do aranha tenho que amargar essa adaptação do universo “ultimateteenquerofazerdiferentefazendoamesmamer**”.

    Quanto ao netflix:melhor coisa que ja aconteceu a “tv” brasileira! Ja assistir varios filmes que queria,pude rever alguns episodios de series antigas e iniciar series como dexter e breaking bad,rever o final dos power rangers originais(eu odeio a versão americana,mas nunca tinha visto o final quando criança) e to aproveitando duck tales(eu quero dark wing duck!!).

    Tambem ja iniciei dois amigos meus a assinar o serviço e eles piraram na quantidade de conteudo, heheh

    1. Eu não disse fracasso, eu disse que não deram certo. Independe dos bastidores legais, eu também não sou muito fã desse negócio de temporadas de desenhos animados com 13 episódios. Desenhos animados foram feitos para serem exibidos e reexibidos, Fazer 13 episódios por ano para uma série animada é bem tosco. Isso me chateou um pouco na série animada do Aranha. Vc pega por exemplo o Justiça Jovem, que está ainda em seu primeiro ano e já foram 19 (ou 18) episódios exibidos. Quase uma temporada de série live-action. Aí sim.

      E muito bom que você está animado com o Netflix Wazuki! o/

  3. Aproveitando o post e o tema, ontem o Major Nelson da Microsoft anuciou que o Xbox 360 americano estaria recebendo novos aplicativos relacionados a TV por Streaming, entre eles o Crackle, que é um canal de séries e animês, que a alguns dias atrás abriu sua fase beta aqui no Brasil. Fiquei interessado, se o Crakle realmente chegar ao Brasil (tem que passar pelo Beta) e for disponibilizado para a Live Nacional, é outro serviço por Streming que terá meu total suporte (e ele é gratuito, mas se tiver uma versão paga como Netflix, faço questão de assinar.)

    1. Tomara que isso seja verdade.

      Estamos em um periodo de mudança,acho que da mesma forma que houve do radio pra TV,agora temos da TV para a internet.

      Eu acredito(e desejo) que o serviço de streaming se fortaleça cada vez mais e possamos ter bastante conteudo(atual e acervo) para escolhermos quando queremos ver e por quanto queremos pagar.Chega de operadoras de tv que nos cobram 200,300 reais por milhoes de canais que na maioria são inuteis ou copias de outros.

      Serio da NET que assinamos em casa,so assisto: Cartoon, Discovery,History, FX,VH1 com algumas passadas nos simpsons,nick(quando passa algo classico) e Disney XD quando passa alguma coisa interessante(muuuuuito raro).

      1. TV por Streaming tem que ser o futuro. Chega mesmo de TV a Cabo onde vc não escolher o que quer assistir. SmartTVs tem que ser o padrão de TV. Com total suporte a qualquer serviço por Streaming que exista.

        Netflix tem que ser o primeiro passo para a revolução na TV brasileira… espero que ainda haja muitos outros passos.

  4. netflix tá crescendo bem aqui, daqui a 1 ano pode valer a pena a mensalidade dele, eu só tenho agonia por ele demorar a lançar filmes novos, Fui assistir scott pilgrim naca de um amigo que tem netflix e ele disse que não tinha, pra eu que vivo de lançamento ainda não serve pra mim, espero que eles diminuam essas demoras, aí eu pego sem pensar 2x!

    1. Khallil, Netflix não é um serviço de filmes recentes. Não é essa a proposta do serviço e acredito que jamais será. O catálogo é focado em séries, desenhos e filmes do passado, para ver e recer quantas vezes quiser. Ele não deve substituir por exemplo, a janela de lançamentos de filmes de locadoras, a menos que cobre a la carte isso, como o Pay Per View da TV por Assinatura.

      Não faz sentido ter uma mensalidade de míseros 15 reais e demolir totalmente o sistema de pay per view que existe na TV a cabo. Nenhum estúdio permitira que isso acontecesse.

      Não assino Netflix pra ver coisa recente, é exatamente o oposto, assino Netflix para ver clássicos do passado e programas alternativos que vc não acha com facilidade por aí.

  5. ahh, não sabia que a proposta do netflix era essa, se for assim é uma boa então. Deve ser uma beleza de usar nos EUA ou japão onde tem net 4g e tu pode assistir pelo seu note ou tablet quando estiver viajando : )

    1. Verdade… mas isso já é uma realidade no Brasil em pequena parte. Eu tenho um iPad e vejo netflix quando vou na casa de um parente ou no serviço. Onde há Wi-fi. Na rua, nem que tivesse, não teria coragem, porém já vi pessoas usando notes e tablets em consultorios médicos, que geralmente possuem wi-fi (quando são consultórios em edifícios empresariais).

      Mas o Netflix até mesmo para residencia é extremamente útil. TV aberta não existe em casa. DVD eu parei de comprar (vida longa ao Blu-Ray) e a TV por assinatura eu cancelei tudo… pra que ficar pagando mais de cem reais por mês pra ver filmes na TNT, Megapix ou Fox e Sony com séries em delays dos americanos? Pra isso eu prefiro pagar 15 pra ver no Netflix. Series e filmes recentes eu já vejo pela web, em HD, graças a conexão X360 e PC, vejo tudo na minha TV.

      1. Não vai mais ao cinema, Thiago? XD

        O problema da Netflix é que muito dos grandes clássicos não tem! Não tem Robocop, nem Exterminador do futuro, nem Guerra nas Estrelas… Assinei o Netflix e estou assistindo muita coisa do meu interesse (como Wolverine e Boondocks (agradeço pela dica)), mas ainda sinto falta desses filmes que citei…

      2. Desde que o cinema da minha cidade passou a exibir os grandes lançamentos da temporada apenas em salas 3D eu não vou mais. Acho ridículo essa obrigação de ter que ver filme em 3D. Não gosto, não curto e não vou mesmo. É mais caro, os óculos me incomodam e tenho dor de cabeça. Acho uma bosta filme em 3D.

        E o Cinemark aqui de Jacareí não dá opção de ver em 2D. Tin Tin eu queria ter ido, mas só estreou em 3D.

        Cinema morreu pra mim desde que inventaram esse lixo de sessões 3D que custam 3x mais que um ingresso normal.

        ——————

        Netflix só está no ar há 5 meses, não dá pra ter tudo ainda. Mas Robocop tem, sabia? Ao menos o Robocop 3.

      3. Thiago concordo contigo a respeito do cinema. A última vez que fui ao cinema foi para assistir o Capitão América, e isso foi a mais de seis meses. Eu já acho que o cinema norte americano vem ficando cada vez pior pela falta de criatividade e com muitos filmes com qualidade dúvidosa, e ainda tem esse lixo de 3d que apesar de não ter problemas com a visão ou dor de cabeça eu acho que em 99% dos filmes a qualidade do 3d uma bela porcaria, além do que cada vez menos vem sendo fornecido a opção do 2d, ou seja para para mim é desculpa para arrancar nosso dinheiro, outra coisa que me fez abandonar os cinemas é que eu detesto filme dublado e é outra coisa que estão tentando empurrar, pois pelo menos onde eu mor (RJ-capital )o o número de seções dublados é muito maior que os legendados, e quando tem legendado é apenas 3d. Com todas essa imposições draconianas e a queda de qualidade dos filmes me feziram me afastar de uma coisa que já gostei muito (Sério cansei de passar um dias inteiros no cinema assistindo 3 filmes diferentes), esse ano só vou ao cinema para assistir os filmes que eu que MUITO ver, como: Vingadores, Batman, Hobbit e Deadpool, de resto fico com a internet e blurays e isso é culpa da própia indústria.

        PS: Thiago você e de Jacareí ? Viaja muito para ae até uns anos atrás….hehehehe

      4. É realmente não fica claro quando vai sair, mas estou levando fé que sai antes desses citados pois o projeto do Deadpool existe a bem mais tempo que eles, acho que no máximo sai no primeiro semestre de 2013, e também já li em alguns lugares onde Ryan Reynolds. e a produtora do filme falam que inicialmente ele pretendem lançar em 2012.

  6. @Leoreaper

    – sou de jacaroça sim. cidadezinha de fim de mundo. Pois é fico com muta raiva destas limitações dos cinemas. Tin Tin estreou com duas sessões, dublado e legendado, mas as DUAS são em sessões 3D. Escrotísse total.

    Eu não vou em filme 3D, pode ser o filme do ano… não gosto, não pago e não apoio. Nada contra o 3D, DESDE DE QUE ofereçam a opção em 2D, muito mais economica.

    Depois a industria fica de mimimi porque as pessoas não vão aos cinemas, não apoiam o produto oficial. Mas porra, inves de ficar mais barato, ir aos cinemas ficou mais caro nos últimos anos, graças ao 3D. WTF? É assim que se combate a pirataria? Fala sério.

    1. Vixe, que absurdo! Raramente eu vou ao cinema, só fui mês passado para ver Tintim, que eu estava ansiosissímo para assistir! Mas se tivesse só 3D como opção, talvez eu nem iria. É com certeza o maior motivo para muitos não irem ao cinema, pois o 3D atual ainda é uma porcaria, salve raras excessões… Depois FBI e companhia ficam fechando sites de downloads por ter conteúdo pirata (e sem 3D). Ainda bem que não fecharam o (melhor de todos) Mediafire! XD

      Ah, e Robocop 3 não vale! Já assistiu o 1º e o último para perceber como a qualidade decai?

  7. "Netflix tem que ser o primeiro passo para a revolução na TV brasileira… espero que ainda haja muitos outros passos."
    Eu acho q um passo decisivo q pode ser feito desde já é o NF fazer algum acordo com alguma fabricante de eletrônicos brasileira (tipo a samsung ou lg por exemplo) pra fazer algum aparelhinho q tenha um Ethernet e/ou wi-fi eq se conecte ao NF com um preço baratinho [Pq hoje em dia o aparelho mais barato q acessa o NF é o AppleTV q custa R$400 e não é algo q qq brasileiro pode comprar].
    Como hj em dia a net tá ficando bem mais barata, pode ser q um aparelho dedicado seja uma boa idéia pra expandir o serviço.

    1. Lucas a Netflix já anda fazendo algumas parcerias nacionais… as SmartsTV da Samsung e LG já possuem suporte ao Netflix sem a necessidade de outros aparelhos. Nos EUA existe muito mais TVs assim, mas aqui já estamos começando. Eu espero que essa ano eles deem suporte as TVs Philips, que é a marca que mais confio.

      Lá fora tambem estão aparecendo os primeiros BD Players que possuem suporte ao Netflix. Acredito que seja questão de tempo até chegarem aqui também.

      Acho que criar um aparelho próprio é ilógico, o Netflix é um serviço, é desnecessário fabricar algo só pra ele. Ele tem é que se expandir… vir em Tvs, Players de DVD e BD, Videogames, portáteis etc. Existir em tudo que tem internet. Porque se eles lançam um aparelho assim… ficaria restrito a só um serviço… o que iria contra a maré da modernidade.

      Tem que ser algo flexivel, adaptável, que evoluia com os aparelhos. Senão quebra a vinda de serviços semelhantes no futuro.

      Em casa eu já tenho 3 formas de ver Netflix… PC, X360 e iPad. Muitos brasileiros tem Wii. Tem PC. Acho que o caminho é essa, pois permite que a Netflix cresça conforme a população se modernize.

      É por isso que eles vão parar com o suporte do PS2. Segundo as estatítsicas, o serviço é irrisório no aparelho. O negócio é andar pro futuro, disponibilizar o apps em tudo quanto é aparelho, mas jamais precisar fabricar e vender um aparelho apenas para este objetivo.

    2. "Ele tem é que se expandir… vir em Tvs, Players de DVD e BD…"
      Era exatamente isso q eu tava falando, eu não quero ter q comprar uma tv nova pra ver NF e tb não tenho $ pra comprar um VG [nem a maioria dos brasileiros].

      "Lá fora tambem estão aparecendo os primeiros BD Players que possuem suporte ao Netflix. Acredito que seja questão de tempo até chegarem aqui também."
      [2], só q em DVDs players tb q ainda são + baratos praki.

  8. E a Xena retornou ao Netflix HOJE!! o/

    Massa! Vou aguardar mais alguns dias pra ver se mais conteúdo bacana entra.. e se for necessário, farei mais um postão com as novidades do últimos dias!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.