Jogando

Voltando no tempo com Max Payne!

Não curte spoilers? Então get out man, get out!

É nessas horas que eu me arrependo demais por não ter aproveitado a geração passada como deveria. Não fosse a Rockstar provavelmente eu ainda estaria totalmente alheio ao assunto Max Payne, mas cá estou eu no maior hype por esse jogo. E rapaz… como é triste não ter conseguido construir uma base sobre a franquia antes. Queria muito ter jogado ao menos o primeiro porque além de muito bullet time e a cidade de São Paulo, os trailers de Max Payne 3 também mostraram que as lembranças do personagem vão ser muito bem exploradas. Logo, referência pra quem é fã mais atento não vai faltar.

Eu bem que tentei fazer algo com o pouco tempo que eu tinha, mas eu não obtive muito sucesso. Caçar um link esperto na internet é um saco e o meu PlayStation 2 me assustou quando eu liguei ele na minha TV HD. Tudo o que me restava era apelar para o combo PC + Steam, mas daí olhei para a verba limitada do mês e vi que não tinha muito o que fazer. Só depois que a idéia esfriou é que relançaram o primeiro na PSN.

Minha reação? NICE, já estava mais do que na hora e que por favor não demorem a disponibilizar o segundo também. Aliás a PSN é bem lerda quando o assunto é colocar os jogos de PSOne na lojinha. Até dou um desconto quanto aos jogos do PlayStation 2 pelo seu tamanho ser maior e até pelas HD’s Collection que não param de sair, mas os velhos de guerra do PlayStation…? Fala sério, a rede já devia estar transbordando desse conteúdo e não saindo a conta gotas todo mês.

Quanto aos vídeos, vocês já devem saber que eu não me aguentei e fui correndo ver o que andei perdendo. Realmente não ligo para spoilers, vou aproveitar o jogo do mesmo modo quando a hora certa chegar, então acho que um resumão bem rápido sobre o que rolou na vida do personagem não faz mal antes de entrar de cabeça no Max Payne 3. Na verdade até serve pra se familiarizar com tudo o que fez do jogo o que ele é hoje. Como a progressão da história que abandona cutcenes mais elaboradas e conta tudo através de quadrinhos, como se fosse uma comics e tal. Sem falar nessas killcam que deviam ser muito fodas na época e o salto gráfico que a franquia recebeu no jogo seguinte.

Enfim, pra quem ficou curioso não só com o novo jogo, mas sim com tudo o que levou a história até São Paulo, fica aí a dica nos vídeos feitos pelo usuário charlezzbronsonn no YouTube. Enjoy my friends.

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

K o n S a m a

Do ser sem razão a essa explosão de emoção, do preguiçoso leitor ao (meia-boca) escritor, do tímido calado ao ator inquieto, do caminho já traçado à esquina do destino incerto. Tentei me definir, mas sem sucesso. Games, filmes, música, animes, são só o começo desse quebra-cabeça sem nexo.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios