E3 Electronic Entertainment ExpoJogando

Para nossa alegria: Sly is back!

E agora, um pouco de mimimi!

Aqui está um jogo que me deixa menos triste quando eu olho para todos os cantos e não acho o meu tão querido Crash Bandicoot dos tempos do PSOne totalmente renovado para os dias de hoje. O jogo está mais lindo do que nunca, o que me lembra que eu ainda não retomei o Sly Collection comprado no meio do ano passado.

Mas também pudera, no segundo jogo te forçam a revezar o gameplay com o tampinha do Bentley e o gorducho rosado que infelizmente me fugiu o nome agora. E isso é muito brochante, sei que os parceiros também tem direito a uma fatia da história, afinal o Sly sozinho não seria nada sem o cérebro de um e a força do outro, mas pra mim foi inevitável me sentir desanimado tendo que abandonar por diversas vezes a mecânica leve, dinâmica e super divertida do Sly pra jogar com os outros dois em várias mini missões totalmente coerentes com cada momento do jogo, mas ainda assim extremamente charopes.

Eu ainda não vi nada do terceiro jogo, mas torço pra que ele e o próprio Thieves In Time dêem menos importância a esses personagens secundários no que diz respeito a espaço no gameplay. O Sly é a estrela o show, ele não precisa de coadjuvantes dividindo as atenções pra tornar essa franquia mais divertida do que ela já é.

Então pelo amor do guarda Belo, voltem a fórmula do primeiro jogo que já estava bom até demais!

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

K o n S a m a

Do ser sem razão a essa explosão de emoção, do preguiçoso leitor ao (meia-boca) escritor, do tímido calado ao ator inquieto, do caminho já traçado à esquina do destino incerto. Tentei me definir, mas sem sucesso. Games, filmes, música, animes, são só o começo desse quebra-cabeça sem nexo.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios