AssistindoMiscelâneaPapo Pipoca

E essa onda dos Vingadores que não passa…

A grana mais bem gasta em tempos no cinema me deixou algumas marcas!

Eu já fui bem mais fã de video clipes. houve um tempo em que a MTV era tudo o que importava na minha televisão. Já endeusei muito o canal e a sua programação cheia de reprises, mas assim como na época em que eu adorava e ouvia muita gente dizer que os anos 90 foram melhores, hoje eu diria o mesmo se alguém me viesse cheio de elogios para a emissora.

Só que a MTV não é o assunto do post e sim o vídeo clipe em questão. Se anos atrás eu tinha que ficar de marcação cerrada em cima da TV esperando o clipe do momento passar, hoje com uma conexão de internet decente eu posso dar play nele até os meus dedos caírem. E é exatamente o que ando fazendo com esse aí do Soundgarden.

Tô bem por fora de assuntos relacionados à música nos últimos tempos, então não sei se é exatamente a volta triunfal dos caras ou se já tinha um tempo desde que eles voltaram, isso se é que eles realmente pararam algum dia (Audioslave lembram?). Tudo o que eu sei é que uma das coisas que fecha o filme dos Vingadores com chave de ouro (além do Thanos dando o ar da graça) é exatamente Live To Rise do Soundgarden.

Ouvi muita gente dizendo que quando foi ver o filme na estréia rolou até aplauso no meio da sessão dada a fodacidade de algumas passagens (não tiro a razão de ninguém). E bem, na minha não tinha muito porque rolar algo assim, só fazia um dia de diferença para a estréia, mas a sala estava tão vazia que parecia que eu tinha levado mais de um mês pra levantar a bunda do sofá de casa e ir ver o filme no shopping.

Sem contar que até hoje desconfio que a imagem do projetor da sala onde eu fiquei não estava lá aquela Brastemp. Eu esfreguei o olho e limpei o meu óculos umas 3 ou 4 vezes pra ter certeza da imagem que eu estava vendo. Não era nada grotesco, o caso é que parecia uma imagem sem alta definição, levemente borrada e tal. Mas como eu tinha acabado de acordar e ir ao cinema foi a primeira coisa que eu fiz naquele dia, não posso afirmar nada.

Então toda vez que eu revejo esse clipe no YouTube eu faço questão de colar a cara na tela pra ver as melhores cenas em uma definição que me parece bem mais decente. Sem falar na sensação de estar vendo o filme de novo.

Porque quando eu pensei que Avengers já tinha sido foda o bastante e já estava me acostumando com a idéia de que aquelas 2 horinhas de puro entretenimento numa tarde de sábado sem muito sentido estavam mesmo acabando. Veio essa música nos créditos e todo o tesão do filme voltou a correr pela minhas veias. Até saí da sala pensando seriamente em engatar uma segunda sessão ali mesmo, só não o fiz porque dinheiro não é capim e mesmo que fosse, o meu a vaca já tinha comido todo.

Fim do trolóló. Agora se vocês me dão licença, eu vou ouvir essa música pela enésima vez.

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

K o n S a m a

Do ser sem razão a essa explosão de emoção, do preguiçoso leitor ao (meia-boca) escritor, do tímido calado ao ator inquieto, do caminho já traçado à esquina do destino incerto. Tentei me definir, mas sem sucesso. Games, filmes, música, animes, são só o começo desse quebra-cabeça sem nexo.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios