Jogando

HxH: agora na palma da sua mão!

Já está interessante apenas por não apostar no óbvio!

Cada vez mais eu me convenço de que essas produtoras japonesas não tem amor algum pelos consoles HD da atual geração. O PSP acho que nunca teve um jogo que batesse de frente com aquele Jump Ultimate Stars do Nintendo DS, mas nem por isso deixou de ganhar jogos que eu continuo sonhando em ver no meu PlayStation 3. A série Bleach: Heat The Soul por exemplo é uma que até hoje eu me pergunto porque não refizeram num formato completão em alta definição com tudo o que tinha direito ao invés daquela coisa meia boca.

Joguei desde o 4º game em diante e não preciso forçar o cérebro pra me lembrar do quanto tudo ali era super trabalhado. Mesmo com a limitação gráfica que não conseguia se esconder de mim naquela telinha, aquilo tudo parecia mesmo algo dedicado aos fãs e não fruto de um esforço coletivo incompleto.

De qualquer forma eu já me acostumei com a idéia de que nunca vou entender porque os portáteis levam mais vantagem nesse departamento de jogos baseados em animes. O que importa é que esse joguinho do HunterxHunter vai pelo mesmo caminho e o negócio parece muito bom. Gostei de ver que não optaram pelo caminho sagrado do ”ande e bata” que os outros jogos mais recentes da Namco Bandai vem seguindo. É evidente que ele também não foge completamente à regra, vai ter um pouco disso sim, mas ele está mais variado.

Essa exploração com uns toques de game plataforma por exemplo eu já achei massa. Creio que inclusive já passou da hora de eu começar a pesquisar os custos de um novo PSP. Sim, um PSP novo mesmo, afinal o Vita é carta fora do baralho, a line up dele atualmente está tão boa que quando eu penso nele já o imagino como o controle tablet do PS3 que propagandearam na E3 desse ano.

E pelo andar da carruagem eu não terei motivos para vê-lo de outra forma tão cedo.

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

K o n S a m a

Do ser sem razão a essa explosão de emoção, do preguiçoso leitor ao (meia-boca) escritor, do tímido calado ao ator inquieto, do caminho já traçado à esquina do destino incerto. Tentei me definir, mas sem sucesso. Games, filmes, música, animes, são só o começo desse quebra-cabeça sem nexo.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios