LendoMiscelânea

The Amazing Spider-Man #698

O Lobo na pele do Cordeiro!

É o começo do fim, que dará início a um novo início, ou algo assim. The Amazing Spider-Man #698 chegou nas comic shops físicas e online há alguns dias, e causou alvoroço.

Alvoroço já previsto pelo roteirista principal do Aranha, Dan Slott. Não é de hoje que Slott vem proclamando em seu twitter que muitos fãs pediriam sua cabeça em uma bandeja de prata ao lerem a edição de número 698.

Dito e feito. Só que não. A revista foi um grande sucesso e muitos elogiaram e revelaram estarem bem curiosos para descobrirem que acontecimentos virão nas vindouras edições. Alguns fãs ainda querem a cabeça do Slott. Aliás, reparem o logotipo comemorativo dos 50 anos do Homem-Aranha aparece destruído. Para alguns fãs mais haters, esse status do logotipo foi bem sugestivo.

A capa de The Amazing Spider-Man #698 já é curiosa e mostra um Dr. Octopus no que parece estar usando suas últimas forças para balbuciar quase imperceptivelmente um nome:

“Peter Parker…”

A história começa mostrando um Aranha bem contente. Apesar de trem ocorrido algumas coisas terríveis (como a morte da Marla) depois de muito tempo a vida de Peter Parker parece ter entrado nos eixos. O roteirista Dan Slott e o desenhista Richard Elson (com um pé no estilo anos 80) meio que fazem um delicioso tour pela vidinha atual do Aranha.

O que é muito bom para quem não tem acompanhado o personagem, diga-se de passagem, e por isso recomendo a leitura dessa edição mesmo que você leitor não esteja muito a par do que acontece com o herói nessa fase. Como diria a MJ, “vai tigrão!”…

Mas, estamos falando do Aranha, e logo esse momento bacana se vai quando os Vingadores são convocados pára irem até a Balsa (aquela prisão para supercriminosos), pois parece que o Dr. Octopus está mexendo com os alarmes daquele lugar. Como ele está nas últimas, o Aranha se oferece para conversar com seu inimigo a sós.

É quando descobrimos então que foi feita uma troca de mentes, com a do Octopus estando no corpo de Parker e vice-versa. E o pior: o vilão tem acesso às memórias de Peter, e com isso pode perfeitamente se fazer passar pelo Aranha de maneira bem natural.

“Huuuuu… P-P-P… P-Peter Parker…

“Sim. Eu sou Peter Parker.”

“Eu sou Peter Parker.”

“Não mais, Homem-Aranha. De agora em diante eu sou Peter Parker. Eu tenho todas as suas memórias. Eu sei tudo o que você sabe. Eu tenho sua vida e tudo o que vem com ela. Agora você é Otto Octavius. Com esse pouco tempo que lhe resta… Preso nesse corpo mal tratado… Culpa de anos de seus golpes brutos dados nele. E como um bom mágico, eu não revelarei meus segredos. Você morrerá, sem saber como eu realizei o meu último e maior truque.”

Sem nem dar tempo de nos recuperarmos dessa choque de realidade, o corpo morimbundo do Octopus então se rende ao beijo da morte, levando com ele a mente do nosso amigão da vizinhança.

Octopus é o Homem-Aranha. E não é de hoje.

Como isso foi acontecer é o que está vitimando os neurônios dos fãs, que já estão sem unhas para roer de ansiedade para a chegada das próximas duas edições e então saberem todos os detalhes desse momento impactante.

A idéia em si não é nada nova, mas o momento em que isso acontece pegou os leitores de surpresa. Afinal, daqui a duas edições (três se contarmos Avenging Spider-Man 15.1) estreará o tão polêmico The Superior Spider-Man.

Já era dado como certo que o tal do Aranha Superior seria o Homem-Aranha 2099 vivendo no tempo presente. Após essa edição 698, aparentemente muitos passaram a aceitar que o novo Aranha seria mesmo o Octopus. Mas depois vazaram as capas variantes da revista do Aranha Superior e o Aranha 2099 voltou a ser apontado já que é ele que aparece nessas capas…

Bem, em breve voltarei com esse assunto, por ora devo encerrar dizendo que gostei muito do que li em The Amazing Spider-Man, fiquei muito instigado para saber como a troca de mentes aconteceu e se ela será mesmo desfeita. Foi bem legal poder ver nessa revista uma espécie de “demonstrativo” do que aconteceu nos últimos tempos com nosso herói, com a leitura da revista terminando de maneira intrigante. E depois que ler essa revista, é legal reler novamente, mas tendo total ciência que é o Octopus, e então aquele sensação de estarmos vendo um Parker agindo de maneira estranha é finalmente compreendida.

Faltam duas edições… #The Amazing Spider-Man #700

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Mauri Link

Um gamer inveterado desde a primeira geração de consoles, aficcionado por histórias em quadrinhos, nerd de carteirinha, e super-herói nas horas vagas!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios