Demolidor: Um Novo Começo!

Dica de uma HQ “Imperdível”.

Demolidor um novo começo

Chegou ao Brasil a nova HQ do Demolidor chamada “Um Novo Começo”, o Volume 1 está nas bancas e é composto pelas 6 primeiras edições dessa nova fase do DD, e o que posso dizer é que o material está arrasador.

O legal é que esse é o Volume 1, então se você tem interesse em iniciar a leitura de quadrinhos de heróis, mas não sabia por onde começar, essa é uma ótima chance, e para os que já são leitores e admiram uma bela historia, creio que vale muito a pena dar uma conferida nessa nova fase da vida do Homem Sem Medo.

Um detalhe que preciso enfatizar é que fique bem claro que estamos diante de uma “Nova Fase” na vida do herói, sendo assim, não se trata de um Reboot.

O que vemos aqui é Matt Murdock voltando a viver em Nova York e tentando reestabelecer sua luta contra o crime, tanto como advogado quanto como o sentinela noturno conhecido como Demolidor. Porém, como sua identidade secreta já foi relevada, ele começa a sentir esse grande fardo abalar sua carreira de advogado e sua amizade com Foggy Nelson, seu sócio no escritório de advocacia Nelson & Murdock. Outro ponto complicado para o Demolidor é que ele ainda possui algumas “dívidas” com a justiça, fazendo que o próprio Capitão América o faça uma visitinha para refrescar sua memoria.

Durante a leituras você perceberá que a HQ possui quase que um tutorial que esclarece muito bem todas as dúvidas que alguém poderia ter sobre os superpoderes do Demolidor, como ele os controla, os seus pontos fracos e outros aspectos que tornam o nosso herói cego tão especial. Além disso, mostra um lado mais “cafajeste” de Matt Murdock, minimizando um pouco aquele clima bem pesado que rondava a vida desse herói nos últimos tempos.

Essa nova fase do Demolidor é assinada pelo Roteirista Mark Waid, e é vencedora do Prêmio Eisner (algo como o Oscar dos Comics) como Melhor Série e Melhor Escritor.

O Material é encadernado,  possui capa-cartão, 148 páginas, papel LWC e custa R$ 18,90, pontinho positivo para a Panini.

Apreciem a leitura, pois talvez daqui alguns anos essa edição seja histórica.

More from Gustavo Grangeiro

Lewis Carroll e a maior de todas as charadas

Por que um corvo se parece com uma escrivaninha? O livro “Alice...
Read More