JogandoMiscelânea

Testado! Demo de Super Smash Bros. para 3DS!

A Nintendo liberou semana passada, através do Club Nintendo, alguns códigos para download do demo de Super Smash Bros. para 3DS, sendo que o demo para todo e qualquer 3DS deve ser disponibilizado no próximo dia 19 (próxima sexta-feira). O Club Nintendo, como você deve saber, não existe oficialmente para os brasileiros, o que não impede que alguns utilizem endereços americanos e se registrem mesmo assim. No meu caso, nunca corri atrás disso, mas felizmente o ex-colaborador aqui do blog, o Alex Pikachu, gentilmente me deu um dos códigos que ele recebeu pelo Club Nintendo. E cá estou, testando o limitadíssimo demo de Super Smash Bros. para 3DS, enquanto aguardo o tão esperado dia do lançamento oficial: 03 de outubro!

O demo é realmente bem curto e limitado. São apenas 5 personagens liberados, sem qualquer opção de “options” funcionando para ver o que você pode regular para melhorar a sua experiência (como arrumar os comandos dos botões do jeito que você quiser), e apenas um cenário habilitado, sem outros modos de game disponíveis, apenas uma honesta pancadaria contra dois jogadores controlados pelo game em si.

Já de cara mencionei a falta de ter o options habilitado porque gostaria muito de saber se será possível customizar os botões do game, porque do jeito que o demo traz os comandos não me agradou muito. Isso porque a posição dos botões A, B, X e Y me causa um pouco de desconforto. Tipo o A é o botão de ataque, enquanto o B é o botão de especial, e ambos ficam no canto direito do 3DS, deixando o X e Y como botões de pulo. É muito estranho estar atacando e ter que deslocar meu dedo para a esquerda para pular. Não é intuitivo. Você está usando o A (ataque normal), cai da arena, usa o Y (dedo pra esquerda) para pular no ar e ainda precisa lembrar que embaixo dele tem o B (corre o dedo pra baixo) que dá um golpe pra cima auxiliando o pulo… na minha cabeça essa posição de botões tá muito errada. Acho que pra mim funcionaria igual os antigos jogos do Mario do Super Nintendo. Y é o botão de ação (ataque), o B é o de pulo e o A do ataque especial.

O que me lembra que já faz muito, mas muito tempo desde que joguei Super Smash Bros. num controle tradicional. Até joguei Smash Bros. Brawl no Wii, mas lembro que na época o vislumbre durou muito menos do que deveria, pois os controles do Wii até hoje me desagradam e Gears of War já havia na época me sugado para dentro do mundo Xbox. Meu último Smash Bros foi realmente o do Gamecube, na qual debulhei até ficar com bolhas nos dedos. Bons tempos, mas faz tanto tempo que nem me lembro como eram os controles, apesar de que na minha memória, o controle do Gamecube é um dos melhores controles de todos os tempos do mundo dos videogames. Não é pra menos que ele voltou numa versão exclusiva para o Smash Bros. de Wii U.

Mas voltando ao demo! Cinco personagens: Mario, Link, Pikachu, Villager e Mega Man! Os três primeiros não possuem uma variação diferente do que quem joga Smash Bros. já está habituado. É exatamente o que se espera destes personagens, nada que merece ser relatado como grande diferencial dessa versão. Quanto a Villager e Mega Man, estes sim são diferentes, em especial o Mega Man, já que seus ataques normais basicamente são atirar com sua buster arm, o que o torna um personagem meio travado, sem muitas formas de ataques físicos a curta distância. Villager já é mais dinâmico, com um melhor controle tanto para atacar quando para se defender, apesar de existir alguns comandos estranhos, como plantar uma árvore no meio do cenário e logo depois cortá-la, o dano desse movimento vem do fato dos oponentes simplesmente estarem próximos desse pequeno movimento. Estranho, mas não é nada que não funcione no mundo maluco de Smash Bros.

E o fato do game estar rodando pela primeira vez num portátil? Pois é, causa um pouco de estranhamento sim, mas não é nada que deixe a impressão de que um game assim estar numa plataforma errada. Nada disso, lembrando apenas que no meu caso, tenho um Nintendo 3DS XL, que já tem uma tela consideravelmente maior em relação ao 3DS normal (e que acho horrível). Mesmo assim, rolaram alguns momentos em que precisei chegar com a tela mais próximo ao meu rosto do que habitualmente estou acostumado, pois a ação estava frenética e a câmera do game se afastou muito, porque estavam todos os jogadores em extremos da tela. Aí ficou difícil mesmo. As vezes nem mesmo distinguir que diabos é um item que apareceu é muito fácil. Mas não é culpa do game, e sim da consequência de se jogar um game num portátil. Tudo vai realmente ficar menor do que numa TV gigante, tais como as que existem atualmente. É inegável que quando Super Smash Bros. para Wii U sair, graficamente e visualmente, ela vai dar um banho na versão de 3DS, ao ponto de que talvez quem tenha estar duas principais plataformas, deveria talvez optar apenas pela do Wii U (isso talvez explique porque a versão de 3DS está saindo primeiro).

No mais, é aquele Smash Bros que todo mundo já sabe e conhece o esquema. Porém com mais personagens, mais cenários, mais modos de game, melhorias de performance e de comunicação online. O demo não foi feito para mostrar todas as novidades, mas para apenas dar a ideia de que o jogo funciona muito bem num portátil, com controles tradicionais (sem inventar frescuras de usar a tela de touch) em botões e numa dimensão bem menor visualmente. Está feio? Não. Está mecanicamente quebrada a jogabilidade? Não. E isso é isso que importa. No mais é realmente impressionante ver Super Smash Bros. numa versão portátil.  Se você tem um 3DS, obrigatoriamente tem que eventualmente ter este game.

É isso!


Obs: ainda é cedo para confirmar, mas tenho a leve impressão de que vai rolar muitos usuários quebrando o analógico do 3DS jogando continuadamente esse Smash Bros. Quem já jogou um Smash Bros. sabe como usar o analógico com força e pressão ao extremo e é algo que acontece mesmo, e o analógico do 3DS parece tão fraquinho em comparação aos analógicos de um controle de console de mesa. E não, ao menos na demo, nada de usar o D-pad como alternativa a isso. O que bem que poderia rolar…

super-smash-bros-for-nintendo-3ds

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.