Jogando

Gears of War | Não bastar ser Ultimate, tem que ser Ultimate Deluxe!

OK, eu estou overhype com Gears of War Ultimate Edition. Estou animadaço para retornar a franquia no Xbox One, perder tempo de vida jogando online, revisitar toda a história que deu início a tudo, especialmente agora que conheço o universo, li os quadrinhos e os livros estão aqui na cabeceira da cômoda para começar a ler o mais breve possível. Pra ajudar a ansiedade, foi liberado o vídeo da abertura do game!

E agora fiquei um pouco preocupado com o quanto isso tudo vai me custar monetariamente. Um dos pontos altos do anúncio do remaster pra mim foi o fato de que o game não iria custar o preço de um lançamento habitual do momento. Lá nos Estados Unidos seu preço foi fixado em 39 dólares, o que daria em torno de 130 reais no Brasil. Valor razoável por tudo que está sendo feito e reformado para tal clássico.

Hoje finalmente o game entrou em “Gold“, termo utilizado para definir o ponto de término do desenvolvimento do jogo, é o momento onde ele pode ir para o processo de fabricação por assim dizer. E esse é o momento onde a Microsoft abre suas pré-vendas digitais dos games e com Gears não foi diferente. E aí é que vem o susto no bolso!

Aqui no Brasil Gears of War Ultimate Edition irá custar R$ 140 digitalmente. Não estou certo se haverá lançamento em mídia no país, ao menos ainda não vi nenhuma loja fazendo pré-venda. Em todo caso não é um título que me interesse em ter em disco, pois não pretendo me desfazer e é muito mais prático tê-lo a um clique do controle direto na memória do console. Mas 140 reais é aproximadamente 3,60 na cotação do dólar. Maldita econômica. É um valor meio salgado. Acho que no fim das contas, ainda torcia pelo título a 99 reais em pré-venda. Pena que não rolou.

Pra piorar a situação, a Microsoft me aparece com um Gears of War Ultimate Edition Deluxe Version! Caraca, que exagero de sub títulos! E essa versão vai custar os 59 dólares padrões dos lançamentos lá fora. Por aqui, ao menos não vai custar os malditos 230/250 reais da atual febre de escrotice do mercado nacional. O valor ficou naquele preço que odiamos por nunca conseguir vencê-lo, e quando quase o vencemos a economia degringolou: os clássicos 199 reais.

Já adianto. É uma versão escrota. 20 dólares por toneladas de skins de armas e mais dois personagens exclusivos para o multiplayer. Duas skins de personagens melhor dizendo, já que não há diferenças entre eles no multiplayer de Gears of War. Alias, essa é uma mecânica que poderia ser repensado, pois seria interessante personagens com cartas de habilidades distintas no multiplayer. E mesmo admitindo e sabendo que é escroto cobrar 20 dólares a mais por isso… provavelmente vai ser a versão que comprarei. Argh, maldita febre “gearsniana”!

Por mais que muitos digam não se importar com skins exclusivas, de armas ou personagens, há uma parcela que é fãs de carteirinha que sempre fica animado com a possibilidade de ter um destravável diferente do público em geral. Seria para pagar de riquinho ou se mostrar? Não acho que seja com essa carga ruim, e sim apenas porque fã mais fervoroso curte estes mimos, ainda que eles custem mais do que deveriam.

Pode parecer bobo, mas eu adorava jogar o multiplayer do Gears of War 3 com as skins da Alex Brand e Michael Barrik, personagens que foram criados nos quadrinhos da franquia e até então eram inéditos nos games. Alias, lembrei que Gears of War 3 foi lançado no Brasil custando 129 reais. Pra se ver como as coisas mudam em uma questão pequena de anos.

Ao menos a lista de tudo que as pré-vendas de Gears of War Ultimate Edition trarão está muito bem listada e ilustrada no site da Xbox Store! Veja só:

Gears of War Ultimate Edition – Versão Normal
U$ 39,90 ou R$ 140,00

02 skins de personagens (Civil Anya e Adam Fenix) + 01 skin de arma (Emulsion)!

Gears of War Ultimate Edition – Versão Deluxe
U$ 59,90 ou R$ 199,00

Contém os 3 itens acima da versão normal + 02 skins exclusivas de personagens (Civil Marcus Fenix e Aaron Griffin) + toneladas de skins de armas (basicamente todas as skins criadas em games anteriores, sendo algumas estáticas e outras animadas). Respire e espie só:

Sabe o que ainda não foi esclarecido? Todo esse conteúdo será exclusivo tanto da versão de pré-venda quanto da versão deluxe? Ou os jogadores poderão adquirir separadamente e individualmente os pacotes que mais lhe interessarem? Parece um detalhe, mas é um senhor detalhe.

Eu desconsideraria totalmente a versão Deluxe se ficar sabendo que este conteúdo vai ser vendido separadamente futuramente. Até porque eu aguentaria sem problema esperar uma promoção. Agora se esse conteúdo for apenas e incondicionalmente para a versão Deluxe… complicou.

É esperar um pouco mais próximo da data de lançamento, 25 de agosto e ver o que vai rolar. Desde Gears of War 3 há esse histórico de skins usurpadoras de dinheiro dos fãs. Mas não é como se Gears of War fosse o único a fazer isso.

Pra terminar, estou apenas na torcida para que dentre os personagens destraváveis do game, esteja a Alex Brand! Alias, pensando na cronologia da série, não sei que fim levou a personagem. Morrer ela não morreu…

alex-brand-gears-of-war

E é isso!
(por enquanto, porque comigo em febre de Gears of War nunca se sabe)

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.