AssistindoDando Nota!Seriados

Piloto | The Man in the High Castle – O mundo onde o nazismo venceu!

The Man in the High Castle é um outro projeto de série da Amazon Studios. O piloto da série foi liberado em janeiro deste ano na internet e repercutiu um pouco mais agora em julho quando um trailer foi levado pela Amazon a San Diego Comic-Con. Se você não viu o trailer, ele está lá no fim da postagem.

A produção já ganhou sinal verde para produzir a primeira temporada completa, porém a Amazon ainda não revelou quando a série vai estrear em seu serviço de streaming – que não está disponível no Brasil. Fico um pouco preocupado com isso dada a experiência com The After que também parecia promissor e acabou sendo cancelado. E é uma situação diferente de Hand of God, resenhada aqui alguns dias atrás, que tem a sua estreia já agendada para o próximo 4 de setembro. Entretanto, tendo em vista que a série vem chamando a atenção em alguns canais de fãs de seriados americanos pela web, resolvi dar uma olhada em seu piloto e comentar aqui no blog.

O seriado é baseado num livro de 1962, que possui o mesmo nome, escrito pelo americano Philip K. Dick. É uma trama de história ficcional, na qual trabalha num mundo alternativo onde a Alemanha e o Japão saíram vitoriosos da Segunda Guerra Mundial e dominaram e dividiram os Estados Unidos ao meio, cada um ficando um com pedaço para si. Retrata um mundo onde o Nazismo permaneceu como a maior potência mundial.

A trama de passa em 1962, data de publicação do livro e 15 anos após o fim da guerra. Numa rápida pesquisa pelo Google a série e o livro tem lá suas diferenças, porém com medo de ser atingido por algum spoiler resolvi não pesquisar a fundo quais seriam as diferenças. Mas imagino que uma adaptação é mais do que bem vindo quando se pensa num conto de 1962.

O piloto trabalha com duas histórias, uma envolvendo um rapaz em Nova York que faz parte do Grande Reich Nazista (no original Greater Nazi Reich) que se afilia a um pequeno grupo de americanos que querem se rebelar ao domínio dos nazistas e de uma moça que vive em San Francisco, que faz parte dos Estados Japoneses do Pacífico (no original Japanese Pacific States). E a partir desses dois personagens esse universo alternativo da história do mundo se os Estados Unidos tivesse perdido a segunda guerra mundial vai se compondo.

nazi-times-square-the-man-in-the-high-castle

japanese-pacific-states-the-man-in-the-high-castle

Não vou revelar grandes spoilers sobre o piloto, afinal ele foi muito bem escrito e dirigido para fechar uma bela surpresa ao seu final e instigar o espectador a querer ver mais sobre esse mundo surreal de domínio nazista.

Ambas as tramas, seja do rapaz ou da moça são deveras interessante e tentam retratar como ficou o domínio de cada lado dos Estados Unidos por duas nações e culturas tão gritantemente diferentes. Só a ambientação da série por si só já vale ver esse piloto e fazer esse exercício histórico na qual a série se propõe.

Fiquei intrigado com um ponto curioso na trama, envolvendo um vídeo e que é ponto de partida para a trama da moça do lado japonês, mas acho que vai ser mais divertido se você assistir e piloto e ver por conta própria. Foi algo interessante e que gostaria de saber para onde isso vai ser levado.

Bem eu não quero falar muito para não entregar nada. Basta saber que o piloto é incrivelmente interessante. A produção é impecável e se isso não se tornar uma série, poderia facilmente se tornar um longa metragem. Espero que a Amazon não pise na bola com essa produção e que resolva estrear logo de uma vez seu primeiro ano. Tem uma pinta de mini série, muito mais do que um seriado que poderia durar anos e anos. O jeito é aguardar e ver. Mas fico feliz de que ao menos o piloto foi produzido e liberado. É realmente assustador como o mundo poderia ser tão diferente se um evento histórico fosse alterado de tal maneira.

E acredito que a série nem tem como objetivo retratar Alemanha ou Japão como vilãs do mundo na qual ali se inserem, e sim retratar como culturas tão diferente são impostas a um outro local do mundo que já possuía sua própria cultura. Como essa adaptação não é fácil e como não é “uma nação” ou “todos seus representantes” que são os vilões da história, mas sim personagens chaves que conspiram e corrompem as estruturas do sistema e o torna tão desprezível ou cruel. No final das contas são as pessoas no poder e não um país ou uma cultura que são tóxicas por si só.

Fique de olho em The Man in the High Castle. Num futuro na Amazon Prime e posteriormente na internet. A Amazon já está no Brasil, ainda que com uma loja vergonhosamente tímida, mas quem sabe seus planos de expansão num futuro. Eu exploro que esse serviço de streaming da empresa possa sair dos Estados Unidos e chegar em outros países, sendo o Brasil um deles. Não sei se pagaria o que pago hoje para ter mensalmente a Netflix e Crunchyroll em casa, mas certamente assinaria por um ou dois meses para ver estes conteúdos originais e depois cancelaria esperando a próxima leva, afinal ainda não tem originais por lá estreando a todo momento.

O piloto de The Man in the High Castle pode ser encontrado em qualquer site de distribuição de torrents e as legendas em português dá para pegar facilmente em sites como o Legendas.TV. Está lançado a dica!

Premissa base da universo da série
Trabalho excepcional de ambientação de um EUA alternativo
Dois lados de dois protagonistas
Alguns clichês são óbvios, mas necessários
Apenas um piloto... série ainda sem data para estrear

Uma instigante visão alternatida da história do mundo!

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios