Jogando

Cliff Bleszinski & Lawbreakers | Revelado o gameplay e… ah não!

E acabou de sair um trechinho do gameplay de Lawbreakers, próximo game de Cliff Bleszinski, aquele cara que todo mundo passou a conhecer por ter criado Gears of War, ainda que ele tenha uma porrada de méritos e trabalhou em vários outros games, dentro eles o Unreal Tournament que se você for pensar, tem muitos elementos e visuais que depois foram levados para Gears of War.

Admito que apesar das expectativas que tenho para o próximo game do Bleszinski, Lawbreakers ainda não me animou muito. É cedo para isso ainda, é claro. Os teaser são ralos e não entregam tudo, afinal o jogo ainda está em desenvolvimento e seu lançamento é só para 2016.

O trailer do anúncio, postado aqui e que irei repetir abaixo, até dá uma premissa legal de um mundo em destruição na qual a força da gravidade embirutou geral. Porém não mostra muito qual é o inimigo ou grande vilão pela qual o jogador precisará ir atrás.

E hoje ele vem com esse gameplay de multiplayer de arena com classes de personagens em primeira pessoa? Um estilo que está todo mundo fazendo ultimamente? Qual é realmente o grande diferencial de Lawbreakers? Não sei. E sai numa plataforma que é batata para esse gênero, o PC. É um entre um milhão! Será que só ter o nome do Bleszinski será suficiente para o sucesso?

Não nego que estou um pouco decepcionado. Isso porque depois de Gears of War a Epic Games veio com o tal de Fortnite que também não tem aquele peso que a franquia anterior teve. E sei que existe essas discussões de que os blockbusters dos games atuais não andam mais pagando os custos do desenvolvimento e não dá retorno, porém, os jogadores ainda querem coisas grandiosas, não?

Tanto a Epic Games quanto o Cliff Bleszinski parecem que deram uma encolhida em si. OK, que a Epic é dona da Unreal Engine e isso lhe garante sempre uma carteira cheia de dinheiro, mas eu queria ver essa galera tomar pra si um projeto de grande porte e risco até, como a Bungie, que resolveu sair de Halo para projetar Destiny, que foi um passo evolutivo no estúdio. Parece que a Epic Games ou até mesmo o próprio Cliff Bleszinski, agora dono da Boss Key Production estão por esse caminho? Eu não acho.

Espero estar redondamente enganado e que Lawbreakers seja algo incrível e com inovações. Torço mesmo. Lembro que Bulletstorm, que veio após Gears of War, tentou algo bem fora da roda na ocasião, com a ajuda do pessoal da People Can Fly e pra mim só falhou porque tentou ser mais um FPS em meio aos tantos existentes. Tenho pra mim que se o game tivesse sido em terceira pessoa, com algumas adaptações, teria sido muito mais legal.

E não adianta um gameplay incrível sem um bom background, é verdade. Esta semana o próprio Bleszinski estava falando no twitter sobre a sua fase meio pesada que vivenciava na época de Gears of War e o quanto isso foi parar dentro do jogo, tem um texto no Meio Bits sobre o assunto que vale conferir. E é meio foda isso, quando um desenvolvedor coloca tanto de si mesmo em uma série e depois precisa se reinventar em algo novo. Muitos fracassam justamente porque suas experiências mudam e aquela fase brilhante fica no passado. Eu torço para não ser este o caso do Cliff Bleszinski. Cabe a Lawbreakers provar isso em 2016!

Lawbreakers

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.