AssistindoDando Nota!Seriados

Gotham | 2×02 – Knock, Knock (Opinião & Spoilers)

Não estava nos meus planos falar sobre Gotham nesse momento aqui no site, porém assisti esta semana ao segundo episódio da segunda temporada e bem, me pareceu interessante o suficiente para voltar a abordar a série por aqui novamente.

O que dizer – agora – de Gotham? (sem spoilers)

Gotham Season 2

Eu tenho um problema com Gotham. Não é que eu não goste da série, só que eu também não morro de amores por ela. Acho a série muito desequilibrada. Tem hora em que ele é muito boa e tem hora em que ele é tediosa e chega ao ponto de ser ruim. Em geral, produções do canal Fox tem esse tipo de problema, com suas raras exceções, claro. Alias que curioso ser uma série da Fox US e aqui no Brasil ela estar em exibição pela Warner Channel!

O fato de ser uma série que precede a mitologia do Batman é demérito do show? Não necessariamente. Nos quadrinhos há muitas histórias e séries especiais onde o Batman não aparece e não faz parte do plot em si, mas a sombra dele, o efeito que ele causa em geral está lá. Na série Gotham o que temos é expectativas, aquele comichão de “olha, isso tem a ver com aquilo, lá num futuro quando o Batman surgir“, e não acho que isso seja necessariamente bom as vezes. Atrapalha quando a trama precisa trabalhar em detrimento de “isso não poder existir ou não poder ser feito, porque a linha do tempo precisa ser respeitada e o Batman teria que existir“. Dito isso, me agrade que os produtores da série parece que aos poucos estão se soltando destas âncoras que seguram a qualidade de Gotham e um bom exemplo disso é o personagem Jerome, que pode ou não pode vir a ser o Coringa num futuro bem distante desse universo.

E pra mim a série poderia simplesmente ter uma premissa: e se o Batman nunca for existir neste universo da série? Não poderia ser um universo paralelo, onde o Batman nunca vai existir e o Jim Gordon vai realmente se virar para manter Gotham em ordem, enquanto maníacos e psicóticos continuar a surgir um após o outro? Tenho pra mim que a série funcionaria muito melhor sem esse tranco de que o jovem Bruce Wayne vai se tornar o Batman daqui alguns anos.

2×02 – Knock, Knock! (com spoilers)

Entrando mais especificamente neste episódio da segunda temporada,  eu o achei muito melhor, do que por exemplo, o episódio de abertura da temporada. O primeiro episódio é uma lambança de clichês do primeiro ano. Jim nos mesmos dilemas de sempre, pedindo ajuda ao Pinguim, que pede para que ele faça algo não lá muito correto, e via nisso o episódio todo. Que chatice! Espero que agora no segundo ano parem de demitir o Jim e que acabe estes episódios dele “desempregado”.

E como sempre, em um universo onde os vilões são melhores e mais interessante do que os heróis, o episódio Knock, Knock dá um belo exemplo de como Gotham pode ser uma boa série se ela se soltar de suas travas. A ideia de brincar com o personagem Jerome, como se ele fosse realmente o Coringa da série é muito boa!

O mais legal é que os produtores podem brincar com Jerome à vontade porque o Coringa não tem realmente uma história de origem nos quadrinhos, então não vai vir a polícia da adaptação dizer que estão zoando um personagem que existe em outra mídia. Fora que a personagem de Barbara tem ficado cada vez mais interessante como vilã, não acha? E pensar que no começo de Gotham ela pra mim era apenas uma coadjuvante xarope.

Alias acho que a Leslie uma personagem que ficou muito melhor como par amoroso do Jim do que Barbara foi no começo da série. A ideia de trazer um romance para o Jim mais próximo de sua realidade na delegacia de Gotham é muito mais emocionante, tal como este episódio 2×02 apresentou. Por pouco a Leslei não empacota junto com todo o resto do departamento.

E que loucura, hein? Uma delegacia inteira assassinada, a capitã também foi pra contagem e até o prefeito de Gotham foi sequestrado! Me pergunto como, COMO, que você topa morar em Gotham em um clima assim? Se fosse algo mais realista, as pessoas estariam em Guerra Civil nesse ponto. Tomando a cidade para si e destruindo tudo. Esse é um dos pontos que as vezes me incomoda em Gotham, é tudo muito pesado e a população fica naquela “oh, é só mais um dia nessa merda de cidade maluca“. Não, cara! Foge daí! Vá para Metrópoles, viver embaixo da ponte lá. É mais seguro do que ficar em Gotham!

Torço que esta segunda temporada dê um tempinho para essa coisa de Guerra de Gangues que dominou o primeiro ano da série. Que seja mais como esse episódio em questão. Que seja mais psicótica, mais imprevisível. E parece que a Fox também liberou um pouco mais o nível de violência do show. Está um pouco mais hardcore do que alguns momentos pasteis do primeiro ano. Apesar de que tive um deja vu neste exato momento, como se eu já tivesse pensado sobre isso ao falar de Gotham por aqui.

Gotham 2-02 a

Ah e o plot do pequeno Bruce Wayne? Sinceramente eu não consigo dar a mínima! Parece que os produtores não conseguem sair da armadilha que eles mesmos criaram. Bruce e Alfred só ficam dando voltas. Os personagens crescem e amadurecem muito pouco pelo tanto de episódios que a série tem. Olha o absurdo de tempo que levaram para trazer o Lucius Fox novamente à série! E que histórinha mais sem noção do Bruce demitindo o Alfred e o mesmo indo embora e ficando todo tristonho na estação de trem, só para o Bruce chegar e dizer “então, não faz mais isso não que tu pode voltar, beleza?“. E a cena de despedida do Alfred na mansão?! Caraca que cena ruim! “disse algo mestre Bruce?“, “sim, adeus“. Pá, na sua cara Alfred!

Sinceramente, o personagem do Bruce deveria ir viajar, treinar e sumir da série por boa parte da temporada. Deixa o Jim colocar ordem na casa. Não é o ponto ainda de se revelar o que o Thomas Wayne estava metido! Me parece uma grande gordura da série pra tentar manter relevância no núcleo do Bruce Wayne. E não que o personagem não funcione, mas não a toda hora. Eu gostei, por exemplo, dos episódios do ano 1 com ele e a Selina, ou no Alfred agente secreto, mas fora isso, boa parte desse núcleo é apenas para tomar tempo da temporada, pois precisa já que é uma série de 23 episódios por temporada.

Enfim, que se abra a temporada dos malucos em Gotham! Chega de gangsters e gangues! Eu quero os malucos!

Gotham 2-02 c

A ideia do Jerome ser "como" o Coringa é excelente pra série.
Menos guerra de máfia, mais lunáticos à solta!
Bruce e Alfred, são realmente necessários? Não acho.
Chega de ficar demitindo Jim, certo? Ele sempre volta!
Bom ver a série aparentando ficar mais violenta e sem travas nas loucuras dos vilões.

Desde que começou, Gotham vem melhorando, mas ainda tem alguns problemas.

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios