Jogando

Destiny Ano 2 | É dado a largada para a Sparrow Racing League!

Caramba, que loucura, ontem (08 de dezembro) se iniciou um novo evento temporário em Destiny, a Sparrow Racing League (SRL), que adiciona corrida em pardais ao game! Dê só uma olhada no trailer mais abaixo desta postagem para se ter uma ideia do que estou falando.

A SRL irá durar até dia 29 de dezembro e nesse meio tempo os jogadores poderão competir em corridas em Marte e Vênus, com recompensas exclusivas do evento, entre novos pardais, equipamentos com um bom status de luz, buzinas para os pardais e novos tonalizadores de armaduras (e alguns parecem ser bem legais).

Destiny

O sistema terá um ranking, provavelmente temporário tal como a Bandeira de Ferro, e contratos que ajudam a aumentar a EXP para subir nesse ranking. Mas fora estas contratos, basta participar das corridas para conseguir EXP, que também conta como EXP para subir de ranking do Crisol.

As corridas funcionam em 3 voltas por um percurso, e com seis jogadores online. E tudo é organizado pelo sistema de matchmaking do Crisol, então não precisa ir para uma área de Cosmódromo esperar acontecer o evento. Basta dar busca e o sistema te coloca em uma das duas pistas disponibilizadas. Me pergunto se até o final do evento continuará sendo apenas duas pistas (poderia ser mais, uma para cada região do game, por exemplo).

Quanto as corridas e a jogabilidade em si, apesar de Destiny não ser um game planejado como gênero corrida, a nova modalidade é surpreendentemente divertida. As corridas consistem em passar pelas barreiras de turbo que estão espalhadas pelas pistas, além de não ter seu pardal destruído, pois há inimigos ao longo de todo o trajeto, sem mencionar que você também pode cair da pista, ou passar por uma barreira de turbo e colidir em uma parede, o que fará seu pardal explodir e isso faz com que o jogador pegar preciosos segundos até voltar a corrida.

Lembrando que há pardais diferentes em Destiny, alguns mais rápidos do que outros e alguns que até mesmo as manobras são diferentes, mas mesmo assim pelo que pude sentir ao jogar quase 20 partidas ontem, é que é tudo meio sorte e não há desequilíbrio, como um jogador que vá ficar muito a frente de todos os demais. Eu até mesmo consegui ganhar umas três corridas e em boa parte delas terminei no top 3 da colocação. O segredo está em não explodir seu pardal e passar pelos turbos, mas de uma forma que você ainda nãos e perca nas curvas. As vezes é melhor perder a barreira do turdo e fazer uma boa curva do que ir de turbo, chocar na parede e perder velocidade virando o pardal para terminar a curva.

Destiny (9)

No geral me pareceu um evento bem divertido, e diferente dentro desse mundo de Destiny. Acho que a ideia de deixá-lo temporário é realmente um teste dos desenvolvedores. Quem sabe isso não possa vir a ser algo completo em Destiny 2 ou em uma expansão paga (o que não seria muito bom se pensar que isso sempre segrega jogadores), com mais pistas, mais pardais próprios para as modalidades e equipamentos que dão pequenas vantagens aos jogadores. Alias os equipamentos desse evento já fazem isso, como gastar menos combustível para manobras, voltar mais rápido após explodir, pender o pardal para frente para ele descer mais rápido quando está no ar etc.

Como evento gratuito para todos os jogadores de The Taken King, Sparrow Racing League me pareceu algo bem interessante e divertido. Mas um tanto cansativo por ter apenas duas pistas liberadas. Você fica querendo jogar mesmo por conta dos equipamentos e recompensas, na qual, ao menos ontem, estavam generosas. Ganhei vários capacetes lendários iguais, porém quebrar eles o fazem virar marcas lendárias, além de algumas moedas estranhas. Então meio que fiz 20 corridas e fiquei satisfeito com o loot obtido nelas.

Destiny (8)

Vale a pena testar e isso faz a gente pensar o que mais Destiny pode fazer fora da sua bolha. Pensar fora de sua caixa é sempre algo interessante e é até meio incrível que um game já esteja em seu segundo ano ainda mantenha uma comunidade bem fiel jogando semanalmente e constantemente. Me faz até pensar que tudo isso provavelmente será rebootado novamente em setembro de 2016 caso a Bungie resolva lançar Destiny 2, o que ainda me parece meio cedo para tal devo dizer. Enfim, vou continuar aguardando os planos para o game para o próximo ano.

Enquanto isso, continuo tentando fechar a campanha de The Taken King, na qual já admito estar impressionado com seu tamanho. Achei que a concluiria rapidamente, tal como A Casa dos Lobos e A Escuridão Subterrânea, mas que nada, eu ainda estou tentando um jeito de me tornar ascendente e conseguir atravessar um portal lá dentro do encouraçado e caramba, como são tensas as missões dentro dele! Porém isso é papo para outro dia, em um outro diário de jogo!

Destiny (2) Destiny (3)

Textos anteriores sobre Destiny The Taken King:

Destiny (7)

Onde comprar (em mídia física):
Sempre fique de olho nestas grandes lojas online, pois elas tendem a criar ofertas e baixar o preços de seus jogos de tempos em tempos. Hoje pode estar barato em uma e amanhã o preço estar ainda menor em outra.

boxart-destiny-the-taken-king

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.