ARK Survival Evolved | Sobrevivendo em um mundo onde você é apenas comida! (Game Preview)

Ando há mais de uma semana vidrado em Ark Survival Evolved. O game chegou dia 16 de dezembro no Xbox One no sistema de Game Preview do console, mas no PC Ark já vem chamando a atenção dos jogadores há meses!

No momento o game continua em desenvolvimento, então o que os jogadores estão podendo jogar é um Early Access, ou seja, você paga por um valor menor agora pelo game para poder testa-lo e dar seu apoio e feedback ao estúdio de desenvolvimento e dependendo de cada caso, quando o jogo sair você não paga mais nada ou paga uma diferença. No caso do Ark Survival Evolved, desenvolvido pelo Studio Wildcard, ao menos na versão de Xbox One há esta página no site oficial que diz que você paga agora pelo Game Preview do game e quando ele for lançado em junho de 2016 o jogador não precisará pagar mais nada. Nada mal, não? Ainda mais pensando que ele está custando apenas 69 reais no One. No PC ele está mais barato, custando 56 reais – porém no momento da publicação deste preview, ele está em promoção de final de ano, e está saindo por 33 reais na Steam.

A fase de Game Preview

O game é um gerenciador de recursos com uma alta dose de sobrevivência em um mundo hostil e letal, recheado das mais ferozes criaturas que não existem mais nos dias atuais, em especial os dinossauros, porém há também grandes mamíferos dos tempos das cavernas, como tigre dente de sabre ou os gigantescos mamutes, muitos destes grandes animais estão prontos para palitar os dentes com os jogadores, que representam os frágeis seres humanos desse ecossistema impressionante.

Não há campanha ou história nesta fase de desenvolvimento do game, de fato nem sei dizer se terá quando o game for lançado. De fato eu não sou muito apto a este serviços onde a gente joga os jogos sem que eles estejam realmente prontos. Esta é basicamente a primeira vez que uso o recurso de Game Preview do Xbox One. O que posso dizer é que hoje, independente do que ele pode vir a ter, eu já acho Ark Survival Evolved incrível. Se quando o game sair não tiver campanha ou mais nada do que ele tem hoje, mantendo apenas seu modo de sobrevivência e gerenciamento de recursos, isso já o torna algo incrivelmente viciante, com horas e mais horas de gameplay. Dezenas, talvez centenas de horas.

O game funciona de duas maneiras, online ou offline. Aqui é importante dizer que ainda não consegui experimentar a parte online. Há poucos servidores disponíveis nesse momento para o game no Xbox One e todos os oficiais vivem lotados, cada sala aguenta 70 jogadores (o menu do game mostra a contagem, quanto a sala aguenta e quantos estão online em cada uma). Eu passei uma hora dias atrás dando atualizar (refresh) nas buscas de salas e nem assim consegui entrar em uma. Jogadores saem e em microssegundos outros entram. Há como hostear uma partida, então há servidores de jogadores, que aguentam 50 pessoas (se eu entendi direito). Nestas eu não tive muito sucesso com a conexão, sempre dando erros. E olha que a minha NAT no Xbox One é sempre em Status Open. Mas sendo justo, o meu Vivo Speedy de 4MB não anda sendo muito bacana comigo nos aspectos online nestes últimos meses. E o jogo está em desenvolvimento, então até o game sair essa questão de espaço em servidores e melhorias de conexão vão sendo melhorados com o tempo. Inclusive o split screen, tela dividida para dois jogadores, que já está sendo possível no PC em breve será disponibilizado no Xbox One também.

Aprendendo a sobreviver!

Mas jogar Ark Survival Evolved offline já é o maior barato é altamente desafiador. A primeira coisa a se fazer é criar seu personagem, masculino ou feminino, e dar a aparência que desejar, além de um nome. Eu resolvi criar uma personagem feminina e daí a chamei de Anne, sem qualquer razão, acho até que o game me sugeriu o nome, sei lá. Offline não tem esse problema de jogar com uma personagem feminina e os jogadores acharem que você é uma mulher. Para alguns isso pode ser interessante, mas sei lá, acho que pra começar a jogar online faria um personagem masculino apenas para não causar confusão.

Depois de criado o personagem é só alegria. O game te pede pra escolher uma região para você começar o game, e existem zonas de dificuldade fácil, médio e difícil. Para entender o game e conseguir subir de nível, o melhor é sempre começar em uma zona fácil, pois quanto maior a dificuldade, maior é a quantidade de carnívoros que irão aparecer nessa zona e irão te atacar se você ficar perto deles, e “perto” é bem relativo, pois alguns pressentem o jogador à distâncias assustadoras.

Ark Survival Evolved 001

O objetivo do jogo é sobreviver, o quanto puder. Ao fazer isso você ganha experiência e novos níveis que destravam itens de aprendizado. Com estes itens você pode construir coisas, como armas para se defender e conseguir materiais, como madeiras, lascas, pedras, os primeiros materiais que lhe permitirão criar armas rudimentares de sobrevivência, como picareta, machadinha, porrete etc. Mais à frente você aprende a fazer roupas, que auxiliam na sua resistência climática, ao menos os primeiros trajes. Eu não cheguei a parte onde se pode fazer armaduras, mas é possível.

Você vai subindo de level e novos itens vão sendo aprendidos. Fazer casas? Sim, é possível, incluindo enormes castelos. Criar armas de fogo? Dá, mas você precisa aprender a fazer pólvora, munição e a arma em si. Aliás precisa primeiro criar um pote de pedra e um treco para pode criar misturas, triturar e amassar componentes de preparo, que vão de pólvora até venenos e narcóticos. Sim, narcóticos! Esse é um item importante para manter dinossauros dormindo e assim do domestica-los.

Pets pré-históricos!

Domesticar dinossauros é um dos recursos mais demorados do game, porém um dos mais interessantes. Exige paciência e boa destreza ao gerenciar recursos. Primeiro que ao combater dinossauros você precisa descobrir como nocauteá-los sem matar. Eles precisam estar inconscientes, mas não mortos. Após conseguir isso, é preciso alimenta-los e aqui é uma briga contra o tempo e mais paciência.

Existe uma barra de inconsciente no dino e uma barra de taming, domesticar. Você faz isso alimentando-o, porém a barra de taming precisa encher antes que a barra de inconsciente esvazie, pois se isso acontecer o dinossauro acorda e já era, você perdeu a chance de domestica-lo. Não adianta nocautear o mesmo dinossauro novamente achando que a barra de taming vai continuar de onde parou, pois não vai.

Como fazer o dinossauro continuar dormindo? É preciso dar narcóticos pra ele. Isso pode ser feito com pequenas frutinhas chamadas narcoberries ou com a fabricação de narcóticos mais eficientes. Ou na emergência, dando algumas porradas no dinossauros. Mas ao bater nele o percentual de eficácia da domesticação cai e a barra de taming se enche mais devagar, fora o risco de você matá-lo sem querer.

Dinossauros pequenos são fáceis e rápidos de domesticar, porém quanto maior, mais complicado fica domesticar, pois alguns demoram muito (ciclos de dias dentro do game) e lembre-se que esse é um jogo de sobrevivência. Enquanto o jogador dá alimento ao dinossauro, também precisa ficar atento ao seus status, pois você também passa fome, sede, cansaço e sempre existe um risco de algum carnívoro surgir enquanto você busca alimentos pra si e pro dinossauro inconsciente. Eu passei mais de uma hora tentando domesticar um tricerátopo ainda em meu level baixo e não consegui. Fiquei sem narcoberries, fiquei sem carne pra mim, sem recursos ao redor de onde derrubei o dinossauro e no fim, ele acordou. É um game cruel para quem não tem paciência. Ao menos nesse caso nem tudo se perdeu, pois tudo que você faz em Ark gera experiência, até essa tentativa me permitiu subir bem de nível, mesmo tendo fracassado ao final.

É normal se frustrar no começo! (dicas)

Porém é preciso dizer que o game pode ser frustrante para algumas pessoas, pois imagine você jogando por três ou quatro horas. Gerenciou recursos, pegou materiais, fez roupas, domesticou um ou dois dinossauros pequenos e saiu para explorar o mundo de Ark. Enfrentou dinossauros e animais que dava para dar conta. De repente, um Raptor sai sabe se lá de onde, ataca você e seus dinossauros, conseguindo arremessar seus aliados de um desfiladeiro na qual eles não conseguem subir. Ferrou, né? O raptor te mata. O que acontece com seus recursos e animais? Já era, você perde tudo e ressurge novamente do zero, mantendo apenas seu nível e os manuais de tudo que já sabe construir e fazer.

É meio chato quando isso acontece. E aconteceu comigo nos eventos narrados acima. A morte em Ark significa começar tudo de novo, você volta ao game sem nada, com as mãos vazias. E você pode dizer “basta ter cuidado”, mas em Ark isso não é tão simples. O jogo quer que você morra e recomece de novo, com uma nova estratégia, mais paciência e um cuidado redobrado. Especialmente se está jogando sozinho, sem o online na qual pode construir alianças e amigos para explorar junto esse mundo enorme do game.

Ark Survival Evolved 002

Então no começo, você irá voltar tudo de novo várias e várias vezes. Felizmente, como disse, o nível de seu personagem se mantém, tal como tudo que você já aprendeu a fazer, o que torna cada recomeço um pouco mais ágil e mais rápido. Ao menos no gerenciamento de recursos e construção das ferramentas básicas. Colher frutinhas com sonífero e domesticar dinossauros será sempre demorado.

Outra mudança que tive ao recomeçar a tantas mortes é a respeito de sair explorando o mundo aberto do game ou encontrar um bom local, com recursos e lugar para ganhar experiência. Minha opção atualmente tem sido acampar próximo ao litoral, ainda que qualquer lugar em Ark acabe oferecendo riscos e é inevitável explorar cada vez mais longe de seu acampamento. Uma dica bacana é achar um ponto de rio ou lagoa próximo ao litoral, sem necessariamente ir a uma área aquática muito funda ou grande, pois há piranhas e tubarões enormes em águas profundas. Piranhas também aparecem em partes rasas, e geralmente mais próximo da área de pântanos do game. Ficando próximo de uma área de rio sem muitos riscos, você pode pescar com uma vara e ter uma fonte inesgotável de carne. Com água e carne por perto, são dois status a menos para se preocupar, aí basta começar a procurar recursos para criar uma base e domesticar dinossauros para sua proteção.

Claro que no começo vai ser normal querer explorar todas as áreas do jogo na qual você pode começar. Faça isso, pois te dá uma dimensão de quão diferente são as zonas que Ark podem ter, de pântanos, a matas fechadas, até mesmo áreas polares, com gelo e animais desse clima. Os pântanos de longe são o que dão mais aflição, pois neles residem anacondas enormes que lhe paralisam e te matam com uma facilidade assustadora, fora que elas surgem do nada e te perseguem por grandes áreas. Na área invernal as feras são mais agressivas e a água é tão gelada que é impossível nadar sem perder status de saúde. E as florestas e matas fechadas vivem grandes carnívoros, em especial os ágeis Raptors, e não é incomum vê-los em duplas ou trios.

Também ja topei com grandes dinossauros, tal como o T-Rex, que sai batendo de frente com tudo que encontrar, ou os Raptors, que ainda que sejam menores, são os dinossauros mais agressivos que encontrei no jogo, pois são rápidos e não exitam um segundo sequer de lhe atacar, e eles normalmente surgem do nada, principalmente em matas fechadas. Ah e cuidado com formigas, pois elas atacam em bando, são enormes e algumas voam, e sem um dino para te proteger, elas são realmente assustadoras.

No fim, jogando Ark Survival Evolved, por mais ou menos dez dias, ainda estou no nível 10 da minha personagem. Ainda há muito que ver e aprender, mas ainda que o game esteja em desenvolvimento e eu não saiba se algo do que estou fazendo vai servir para quando começar o game final, já digo que é um dos games mais divertidos e viciantes que joguei nestes últimos tempos. Talvez sejam os dinossauros, talvez sejam o engenhoso sistema de deixar o jogador curioso para o que mais o game pode mostrar, só sei que essa parece ser uma grande aposta para 2016.

Sobreviva… ou morra!

obs: uma boa dica para acompanhar a evolução de Ark é ficar de olho nas notícias da página oficial do game.

obs 2: para aprender e se aprofundar no game já existe uma excelente e completa página de Wíki de Ark.

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
More from Thiago Machuca

Vídeo Brawl: Event 41 on Hard (o último)

Terminei este fim de semana o modo event. Fiquei um pouco decepcionado...
Read More