Black Friday, Natal e 13º | As compras de final de ano estão chegando

Pisquei e já foi metade do mês de outubro. Sabe o que isso significa? Que novembro está cada vez mais perto e com isso está chegando aquela época do ano em que o bolso coça e que os desejos de consumo aumentam exponencialmente com a chegada do final do ano.

A Black Friday chega em 24 de novembro em 2017, muito próximo do pagamento da primeira parcela do 13º salário para a classe trabalhadora. Logo depois chega dezembro e aí tem a loucura das compras natalinas, que ou você já compra algo nesse final de novembro ou entra na correria para comprar em cima da véspera de natal.

E não há regras definidas para qual o melhor momento de comprar algo. Antes, durante as promoções de novembro, ou na prorrogação do segundo tempo, quando algumas lojas queimam o encalhe. Tem quem prefira janeiro, com as promoções de balanço geral, mas particularmente sempre achei difícil segurar dinheiro até a ocasião, fora que janeiro é um novo ano e com novas dívidas para começar a saldar.

Pra mim o que ocasionalmente dá certo é fazer uma lista de coisas que gostaria de comprar nesse período e ficar de olho em promoções, no que posso ou não gastar, valendo acompanhar dicas em comunidades, verificar sites de cupons de descontos e até mesmo as buscas do Google ultimamente tem se mostrado bem eficiente para comparar preços entres lojas online.

Não vou tapar o sol com a peneira também: esse foi um ano difícil. Financeiramente complicado. Acredito que para todo mundo tem sido assim, a crise afetou muito gente. Tenho familiares e conhecidos que estão desempregados há um bom tempo. E quem não está tem dívidas enormes acumuladas, e eu me incluo nesse grupo, ainda que tenho tentado saldar como posso alguns destes credores.

Porém nada disso impede a gente de sonhar com alguns objetos de desejo, certo? Até porque não é vida ficar só pagando dívida. Na minha opinião parte da renda de qualquer um, por menor que seja essa renda, por mais alto que as contas estejam, devem ser separadas para entretenimento. Seja sair um dia para comer fora, seja comprar alguma coisinha que não seja excessivamente cada, seja juntando para comprar algo um pouco mais caro final do ano. Há responsabilidades com o dinheiro sim, mas parte dele deveria servir para extravasar todo essa crise e estresse que a gente vive dia a dia nessa vida adulta que maltrata nossos sonhos. Estou errado?

Pensando em tudo isso acabei levantando uma lista de algumas coisas que certamente gostaria de comprar nesse final de ano, mas que obviamente não vou ter condições de adquirir tudo. Alguma coisa certamente vou conseguir, mas sei que boa parte vai continuar na lista de desejos. Vou dividir alguns destes pensamentos.

Um novo console. Acho que esse é o desejo de todo mundo que curte games quando vai chegando essa época do ano. E não tem como evitar. Estamos em uma nova geração de consoles e muito gente ainda não migrou do Xbox 360 e PlayStation 3 para os mais modernos consoles.

Eu gostaria muito que o SNES Classic tivesse chegado aqui ao Brasil com um preço mais amigável. No máximo por uns 400 reais e olhe lá. Não sei se deve ter esperanças de encontrá-lo baratinho na Black Friday, mas espero que eventualmente ele possa cair um pouco mais de preço, especialmente se a Nintendo cumprir a promessa de colocar mais unidades deles no mercado, aumentando assim a oferta por ele. Quem sabe assim o preço não caia também, principalmente aqui no Brasil.

Ainda não tenho vontade de um PlayStation 4, mas adoraria ter um Nintendo Switch, especialmente agora que Super Mario Odyssey está basicamente chegando em alguns dias. Novamente preciso lamentar a falta de suporte da Nintendo em nosso país, o que faz encarecer todos seus produtos por aqui. O Switch irá ficar no meu radar nesse final de ano, ainda que seja bem improvável que o encontre por um preço que vá caber em meu minguado orçamento.

Outro que está em meus planos, mas sem muito urgência é o Xbox One S. Espero que com seu lançamento oficial agora no segundo semestre de 2017 isso torne possível encontrá-lo em um preço mais amigável no próximo ano. Sim, gostaria de ter um segundo Xbox One, mesmo já tendo um. Esse console menor me serviria muito bem para levá-lo por aí, assim como também para deixá-lo no quarto, já que o meu atual Xbox One ocupa um lugar cativo na sala de casa.

No fim, o que está certo que devo comprar nesse final de ano é um desses consoles emuladores malucos que são montados com Raspberry Pi 3 que estão atualmente em alta no mercado, resgatando pérolas dos antigos sistemas de consoles da década de 80 e 90. Tem lojistas que montam estes consoles em carcaças de videogames ou em controles de fliperama. Quero isso!

Assinatura e novos mangás. Uma coisa que sempre aproveito no final de ano são promoções de mangás. Gosto em particular das promoções de assinatura da Panini e da JBC promovidas na Black Friday. Todo ano aproveito e garanto algum título com um excelente desconto em relação ao preço de banca. Ano passado aproveitei One Piece, Onu-Punch Man e Asssassination Classroom nesse sistema de assinatura. Espero que role esse ano também.

Também é uma boa oportunidade para colocar alguns títulos da coleção que acabaram atrasando ao longo do ano. Sites como Amazon, FNAC e Saraiva normalmente oferecem bons descontos. Torço por aqueles combos de leve tanto, pague com desconto. O único revés dessas promoções em títulos avulsos é que muita coisa esgota muito rapidamente. É sempre preciso ficar esperto.

Continuações e livros antigos. Esse é um item bacana para quem não tem muita verba para gastar no final de ano. Um bom livro sempre garante uma boa equivalência em horas de diversão para o quanto se precisa gastar para adquiri-lo. É um entretenimento de bom custo benefício.

E no final de ano é sempre legal apostar naqueles títulos mais antigos, lançados há algum tempo e que podem ser encontrados com bons descontos. Eu, por exemplo, estou de olho no Realidade Adaptadas da Editora Aleph, que faz tempo que estou para pegar e nunca me sobra tempo.

Porém continuações também são uma boa pedida, especialmente porque elas tendem a entrar em promoções mais rápidos do que títulos avulsos, especialmente se foram best sellers de venda. Para este ano meus votos de interesse ficam por Star Wars – Dívida de Honra que continua a história de Marcas da Guerra e Tormenta de Fogo (que está para ser lançado no começo de novembro) e que continua a história de Coração de Aço. Poderia citar As Brigadas Fantama que é sequência de Guerra do Velho, porém este já estou em mãos e deve começar a ler em alguns dias.

Sem mencionar que livros também são ótimos presentes. Especialmente se você sabe que a  pessoa na qual quer presentear curte ler. Só fique atento ao gênero que mais agrade essa pessoa. Se são livros de terror, ficção científica, romance e afins.

DVDs ainda valem a pena? Pois é, essa é uma pergunta que vivo me questionando. Porém tendo criança em casa e vendo como tanto a TV aberta quando serviços como Netflix nem sempre oferecem tudo aquilo que é realmente divertido assistir com os pequenos (há muito desenho educacional e exclusivo para crianças menores de 5 anos nestes serviços e até mesmo na TV por assinatura, fora as eternas reprises) me agrada a ideia de ter uma biblioteca de desenhos animados vasto e diversificado em casa.

Não é muito diferente da época em que a molecada tinha videocassete e fitas em VHS com desenhos. Eu tive minha cota disso quando criança, enquanto também gravava muita coisa pela televisão em VHS que podiam gravar e regravar infinitamente até a fita ficar realmente ruim. Tudo isso foi substituído pelos DVDs.

Claro que é uma pena que nem todas as animações estão disponíveis em DVD, em especial os desenhos animadas das antigas, que passavam na TV dos anos 80 e 90, mas tem uma quantidade razoável de coisa legal em DVD e que atualmente custa menos de 20 reais. No final do ano estas promoções acabam barateando ainda mais alguns desses títulos.

Minha única crítica em relação ao desenho em DVDs é a falta de comprometimento que empresas como Warner e Disney tem com seus títulos hoje em dia. É certo que o mercado de Home Video encolhei em relação aos últimos 10 anos, graças a serviços como Netflix e a internet de alta conexão. Não vou negar que tenho um HDD instalado no meu Blu-Ray com quase um 1Tb de filmes e desenhos, mas ainda assim compro DVDs. Meu filho adora ir na prateleira e escolher algo “velho” para assistir, fora que ele já descobriu alguns clássicos lá que são bem difíceis de se encontrar nos dias de hoje.

Na atual safra de animações em DVD, até hoje gosto de colecionar os títulos da DC Comics, as animações do Scooby-Doo e também as animações das Tartarugas Ninjas (pena apenas que a Paramount parou de lançar os box com as temporadas completas da atual série). Acho uma pena que alguns clássicos da Nickelodeon e Cartoon Network não se encontrem em DVD aqui no Brasil. Adoraria ter A Vaca e o Frago e A Vida Moderna de Rocko em DVD, nem que fossem apenas alguns episódios.

Bem, é claro que estas são apenas algumas das coisas que almejo com a minha verba de final de ano. Sei que outras pessoas usam esse dinheiro para viajar. Tem aqueles que trocam de celular ou compram tablets, ou trocam a televisão por uma maior. Opções e gostos tem para todos os tipos de pessoas.  O caso é que o final do ano já está aí e com isso as promoções também. Já vá se preparando!

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
More from Thiago Machuca

PortallosCast Extra #02: Especial Pokémon!

Uma nova segunda-feira, um novo PortallosCast! Para comemorar o lançamento de Pokémon...
Read More