One Piece 901-908 | Arco Reverie, estopim de uma iminente guerra? (Opinião)

Oito capítulos e mais ou menos dois meses depois do memorável capítulo 900 de One Piece (Musical do Final Ruim) eis que retorno para comentar um pouco mais dos recentes eventos da obra de Eiichiro Oda. Texto com spoilers e feito realmente para aqueles que acompanham os capítulos japoneses, publicados semana a semana na Weekly Shōnen Jump, ok?

Aqui no Brasil a Editora Panini está terminando os volumes relacionados a saga de Dressrosa, para em breve começar a o rápido arco de Zou e entrar no enorme arco de Whole Cake com a Big Mom. Se você acompanha pelo volume lançado aqui no Brasil, não continue lendo este texto. Vai lhe estragar algumas surpresas, sem dúvida alguma. Felizmente essa janela entre os volumes japoneses e brasileiros estão cada vez menores. Aqui já saíram 79 dos 89 volumes publicados por lá (na data de publicação deste post). Estamos perto!

Final derradeiro de Whole Cake

Antes de adentrar nos acontecimentos do atual arco, preciso comentar rapidamente sobre o final do arco passado, pois quando falei do capítulo 900 ainda faltavam algumas vírgulas conclusivas da saga, o que veio a acontecer dois capítulos depois.

Já digo que não me agradou novamente o Jinbe ter ficado para trás e juntamente com os Piratas do Sol, para que Luffy & cia conseguissem finalmente sair do território da Big Mom. Fiquei realmente chateado por novamente ele ter ficado para trás, ainda que desta vez Luffy tenha o alertado que irá esperar sua chegada em Wano.

Oda, gênial e safado como é, acabou por fim não revelando o destino tanto de Jinbe e sua tripulação, quanto da Germa 66. A narrativa da batalha corta no exato momento em que a Big Mom chega ao local onde todos estavam. Nos capítulos posteriores sequer há o lamento dela por tudo que aconteceu, apenas o ódio de ter deixando o Luffy escapar e o desejo de voltar a caçá-lo. Significa que a Germa e o Jinbe não conseguiram escapar? Isso me deixou com a pulga atrás da orelha.

No final, que final esplendoroso. Principalmente o capítulo 902, que volta a brincar com música e poesia como o capítulo 900, passando por vários personagens do arco e vendo consequências ou relembrando pequenos momentos importantes com estes.  A tristeza de Puddin, a aceitação de Katakuri e as lágrimas de Carrot.

Adorei, exceto… a situação do Jinbe. Mas assim, eu achei que a Big Mom depois de ter provado o bolo de casamento do Sanji seria um pouco mais benevolente com tudo que aconteceu. Que o Sanji a conquistaria pelo estômago. Realmente achei isso.

Arco Reverie

A partir do capítulo 903 começa a se armar um novo palco de intrigas e o que achei que seriam capítulos de ínterim, que durariam dois ou três capítulos assim, se provou errado. Oda está realmente construindo um arco maior sem usar nenhum dos membros da tripulação do Chapéu de Palha. Inacreditável!

E pelo andar da narrativa sequer dá para saber se vai ser um longo ou curto arco. Depende muito do que o autor pretende ou não mostrar dentro do que estes capítulos vem sendo construidos. Veremos o Exército Revolucionário agindo? Fujitora vai se rebelar aqui?

Mas é muito legal ver como o universo de One Piece consegue ser tão genial a ponto de se sustentar sem sequer usar seus protagonistas. Adorei ver a reunião entre a Vivi, Rebecca e Shirahoshi reunidas, assim como o retorno de Wapol, Dalton e Kureha reunidos em um mesmo local.

Os primeiros capítulos desse arco foram meio tranquilos, sem muita tensão, apenas pontuando coisas necessárias para a construção de um evento maior que tomou crescente deste o capítulo 906.

Tensão em Mary Geoise

É muito interessante ver o retorno de personagens como os tenryuubitos, tanto aqueles visto no arco da Ilha dos Tritões quanto o de Sabaody, que foi socado pelo Luffy. Na época de Sabaody eu apenas achei épico o soco que Luffy dá em Charlos, como um ato de anarquia a qual um pirata precisa mesmo ter, entretanto vendo-o aqui a tensão que um único cara como ele consegue criar, chega a ser (novamente) assustador a representatividade dos teryuubitos no mundo de One Piece.

Tudo bem que já era meio que de conhecimento geral que eles não davam a mínima para reis e governantes do mundo, mas o que estava acontecendo com Shirahosi e ninguém ali podendo fazer realmente nada é algo muito revoltante e preocupante. É uma casta que precisa ser eliminada do universo. Mais alarmante ainda é ver a CP-0, com o retorno de Rob Lucci defendendo estes caras. Luffy realmente não conseguiu colocar bom senso nesse cara.

Mas achei excelente a Vivi estar disposta a criar um incidente que traria terríveis consequências para Alabasta somente para ajudar Shirahoshi. Rebecca também, mas eu não acho-a tão legal quanto Vivi. Ao fim Neptune também iria colocar tudo em risco para salvar a filha. Justo. O retorno do tenruyubito Mjosgard acabou sendo uma incrível sacada. Oda não costura mesmo nada fora dos planos. Que demais.

Im e o chapéu de palha gigante

Eu sinceramente não tenho teorias para esse cara ou para esse chapéu. Até então sempre achei que a ideia do chapéu de palha passando nas mãos de certos personagens mais como um símbolo, uma metáfora da série, mas pelo visto Oda quer fazer algo um pouco mais óbvio do que isso. Tudo bem, não vejo problemas com isso.

Mas a figura de Im é realmente enigmática. Um personagem que até então nunca havia aparecido, estando acima do escalão dos cinco anciões. Eu não vi isso vindo e meio que me surpreende. Sempre gostei como One Piece é uma série fechada em um sistema criado por muitas pessoas. Por uma casta. Eu espero que Oda não crie um cenário onde um único vilão seja responsável por tudo que foi estruturado na série. Não gosto da ideia de ter uma única pessoa por trás de tudo isso. Não quero um rosto para o Luffy socar ao final. Eu quero um sistema que precisa ser quebrado simplesmente mostrando o quão ele é errado. Como acontecer em Enies Lobby, como Fujitora começa a pensar, um ideal novo que coloca em cheque a crença de como o mundo vinha sendo aceito até então. Im é um personagem que me deixa com medo do que Oda quer dizer com tudo isso.

E há cartazes e pescoços a risca ao final do episódio 908. Vivi está na linha ali. Uma execução pública de uma ex-companheiro de Luffy seria o suficiente para chamá-lo para uma nova guerra com o Governo Mundial. E agora há uma tropa para isso. Poderá Mary Geose ser o palco da guerra que se aproxima? Antes mesmo da descoberta do One Piece? Isso seria muito louco.

Tic Tac, o tempo corre…

One Piece segue de fato para uma direção que não tem mais volta. Há essa sensação de que o mangá finalmente está entrando no terceiro ato final de sua história. Não que necessariamente vai ser neste ou em dois ou três arcos posteriores. Nem que vá levar poucos anos em comparação com o tempo da série. Significa que a trama entra em um ponto sem volta. Luffy é uma figura que não tem mais para onde correr. Ele levantou a bandeira do conflito contra os imperadores piratas, bateu e baterá de frente contra o Governo Mundial e a Marinha quando vezes for necessária e cada vez mais seus companheiros, diretos ou indiretos, estão no alvo de inimigos querendo a atenção do piratinha.

Nesse meio tempo apenas o maior segredo da série permanece ainda um segredo: o que é o tal One Piece? Claro ainda há outros mistérios, mas são pontuações que não tem mais como imaginar que Oda irá guardar para o final do mangá. Enigmas são respondidos ou dado pistas com uma regularidade até que impressionante.

Para terminar, digo que ainda não sei o que esperar do Reverie ou em como isso impactará o arco de Wano. Mas estou achando que nada em Wano será como imaginamos. E por favor, nada de matar o Jinbe ou a Vivi. Vou ficar muito chateado se isso acontecer. Quero vê-los navegando todos juntos com Luffy & cia mais um vez!

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
More from Thiago Machuca

Livros da Turma da Mônica chegam ao McDonald’s em abril

 // Comunicados enviado via assessoria de imprensa da Arcos Dourados // A...
Read More