JogandoRapidinhas

Em 8-bits, Sydney Hunter & The Curse Of The Mayan chega ao PC e Switch

Aventura com estilo clássico dos jogos para NES

Mais um jogo independente que está sendo lançado nesta semana, mais precisamente ontem, dia 12: Sydney Hunter & The Curse Of The Mayan, produzido e distribuído pelo estúdio norte-americano CollectorVision Games. Chega ao Steam e Nintendo Switch, mas futuramente também será lançado no Xbox One e PlayStation 4 – pelo menos é que consta no site oficial.

O título tem propositalmente um estilo gráfico 8-bits, que lembra os velhos clássicos do Nintendo Entertainment System (NES), assim como uma trilha sonora toda em chiptune. É para emular mesmo os velhos tempos. Trata-se de um jogo de ação e aventura no gênero plataforma e puzzle, naquela mistureba bacana que os jogos antigos podiam ser. Todo em 2D side scrolling com uma bela pixel art.

A história segue a jornada de um explorador que se vê preso dentro de uma pirâmide Maia e desencadeia uma maldição envolvendo o famoso calendário Maia e que pode congelar todo o tempo como o conhecemos. Um artefato foi quebrado em peças e agora os deuses Maias irão impedir que Syney restaure a ordem natural do tempo e encerre a maldição. O jogo conta com toda uma inspiração baseada no verdadeiro folclore Maia, o que por si só já é bem legal.

Sydney Hunter & The Curse Of The Mayan conta com treze estágios para serem vencidos, com direito a mini chefes e 13 chefes maiores, que representam deuses da mitologia Maia. O jogador também coleta relíquias e armas e pode melhorá-las ao longo da jornada, dando assim um senso de progressão para o pequeno explorador. Ah, e o jogo ainda conta com dois finais diferentes.

Enfim, me parece um jogo realmente interessante, com uma pixel art que me chamou atenção, assim como a temática proposta. Mesmo em 8 bits, os cenários são bem variados e detalhados, basta ver na galeria abaixo. É um destes jogos independentes que pode passar batido se não prestamos muita atenção. O que justifica trazê-lo para este post de rapidinhas aqui do site. Para a turma das antigas, pode parecer uma boa indicação. Fiquei interessado.

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.