Dando Nota!Jogando

Análise | eFootball PES 2020

Disponível para PlayStation 4, Xbox One e PC

eFootball PES 2020 foi lançado agora, no último dia 10 de setembro, para PlayStation 4, Xbox One e PCcadê a versão para Nintendo Switch, Hein? Puxa… – sendo que este é o novo jogo de futebol desenvolvido pela Konami. Menciono isso porque anteriormente conhecido como Pro Evolution Soccer – daí a sigla PES, a série agora ganhou este novo nome pelo mundo nesta nova edição, em que busca de recuperar sua hegemonia como melhor jogo de futebol virtual, que obteve na geração PS1 e PS2, quando a série ainda levava o nome de Winning Eleven em algumas partes do mundo.

Por muitos anos, pode-se dizer que a série PES ficou muito longe do alto nível que FIFA alcançou na geração passada de consoles, mas desde 2016 as mudanças estão surtindo efeito e chamando mais a atenção dos jogadores. Em 2019 a Konami anunciou que suas três próximas edições trariam um cronograma de evoluções, então PES 2020 vem para mostrar se o trabalho está sendo bem feito após uma edição anterior, que trouxe muitas boas novidades, mas que ainda deixou a desejar em certos aspectos.

Um dos principais detalhes que podemos notar logo de cara é na opção por colocar o eFootball no título do jogo, demonstrando que a Konami está apostando mais em seu conteúdo online e quer levar a série PES cada vez mais pro cenário competitivo. No menu principal encontramos a opção eFootball, que como o próprio nome já sugere é onde se localiza todas as opções de modos online que o jogo possui, facilitando para o jogador na hora de escolher se quer apenas uma partida amistosa com alguém aleatório ou subir pelas divisões se quiser algo mais competitivo. Ou, porque não, apenas uma partida cooperativa com um amigo? Tudo está nesse segmento eFootball.

Ainda sobre terminologia, mesmo PES sendo a abreviação de Pro Evolution Soccer, ainda assim a Konami optou por colocar a palavra football no título, pois é como o esporte é conhecido pela Europa, onde o esporte faz um enorme sucesso e tem maior base instalada de fãs, maior que até nos Estados Unidos. Para quem faltou as aulas de inglês no colégio, soccer é como o nosso futebol é chamado nos EUA, enquanto que lá football é mais associado ao que conhecemos como futebol americano. Enfim, no geral toda essa mudança no nome é justamente para renovar a identidade da marca.

Bola em campo

Seguindo adiante, um dos pontos mais importantes em um jogo de futebol é sua jogabilidade e nisso PES 2020 acerta em cheio. O ritmo que é ditado pela partida faz com que você queira continuar a jogar conforme conclui novas partidas, pode-se dizer que a movimentação finalmente atingiu um nível satisfatório, sem ser muito travado ou o famoso “correria”. Agora está na medida para poder curtir um futebol com os amigos nos campos virtuais. O toque de bola nesta edição está super refinado e os chutes a gol estão bem caprichados, fazendo com que o momento do gol, que é o mais importante do jogo, fique na tela com uma arte incrível.

Para que estas melhorias surtam efeito, podemos prestigiar o fato dos atletas não ficarem tão dispersos em campo, permitindo que ocorram mais jogadas pelo meio do campo e não só forçando o jogador a tentar infiltrar pela defesa adversário pelas laterais. Os dribles estão muito bem feitos nesta edição, pois sofreram uma repaginada em um projeto que contou com assessoria de perto do craque de bola espanhol, Andrés Iniesta, famoso por vestir as camisas do Barcelona e da Seleção Espanhola. Agora o jogador aprecia com mais frequência dribles que são mais discretos, as conhecidas fintas mais curtas, deixando inviável utilizar de uma grande quantidade de firulas, como sempre vimos em muitos jogos de futebol virtual, sendo que é algo que não acontece na vida real.

Não faltam opções

Os menus continuam bem semelhantes aos da edição anterior, já que em tese os modos encontrados também são muito parecidos. Posso destacar a adição do modo Matchday onde o jogador participa junto da comunidade em desafios propostos em que cada jogador representa uma equipe diferente e no final ocorrem partidas decisivas onde serão definidos os representantes de cada lado. Um modo feito para colocar a comunidade em maior contato entre si, reforçando a ideia de dar a esta edição a sensação de comunidade cada vez mais unida no aspecto online.

Nos modos Rumo ao Estrelado e My Club não ocorreram mudanças significativas, sendo a maior novidade aqui será utilizar os elencos atualizados. O Modo Rumo ao Estrelato te coloca na pele de um atleta e você precisa galgar aos poucos contratos melhores e evoluir o seu personagem, fazendo treinos, realizando boas partidas e de fato vivendo o sonho de ser um jogador de futebol profissional.

Já o My Club, que atualmente deve ser um dos modos mais adorados pelos fãs de PES, é, definindo em poucas palavras, o modo que mostra a maior capacidade para se montar uma equipe utilizando uma gama de atletas que você recebe na sorte, pois assim como no FIFA há o modo Ultimate Team, com a sua famosa abertura de packs de cards, aqui há a famosa roleta, onde dependendo da sorte podemos receber jogadores de habilidade Neutra, Bronze, Prata, Ouro e Preta (essa a mais rara, que contém os jogadores mais habilidosos do planeta). E é essa mistura de jogo da sorte com habilidade para encaixar os jogadores conquistados que faz esse modo se tornar tão amado pela comunidade.

E então temos a Master League, que é o modo de jogo que mais traz novidades nesta edição. Famosa desde os primórdios da série, sempre fez muitas pessoas, inclusive eu, passar noites em claro disputando campeonatos, sendo valorizado como um bom técnico no meu clube e também brilhando nos campos virtuais no controle dos jogadores sempre escolhidos a dedo. Um dos pontos mais importantes nesse modo sempre foram as transferências e dessa vez a Konami acertou em cheio, aprimorando e deixando mais realista as transações. Você perceberá que será mais difícil contratar os jogadores mais badalados do momento, mas também verá os jogadores escolhendo o seu clube com mais facilidade ao desempenhar em campo e fora dele as habilidades que um grande clube busca, com vitórias e boas escolhas na administração.

Novos diálogos foram trabalhados para aumentar a imersão dos acontecimentos para que essa versão da Master League fosse feita de maneira que simulasse mais ainda todo o mundo da bola. Uma novidade interessante é que haverá técnicos bem conhecidos do público boleiro, você poderá encarnar celebridades como Cruyff, Maradona e até mesmo nosso Galinho de Quintino, o Zico!

Na parte Online, PES 2020 entrega várias opções, mas o melhor foi encontrar uma ótima estabilidade de conexão. Nas diversas vezes que tentei testar uma partidinha, somente em uma das tentativas sofri com problemas onde o jogo apresentava uma mensagem dizendo que a organização de partidas havia sido cancelada. Mas poucos minutos depois consegui conectar normalmente, sendo que isso ocorreu na semana de seu lançamento, o que é normal os servidores sofrerem grandes ajustes nos primeiros dias. Estar o online funcionando suave desde o pontapé inicial é um ótimo fator positivo.

Alias, está análise está sendo feita com base na versão para PC do título. Reforço que não tive problemas em encontrar partidas aqui, e realmente espero que essa facilidade dure por um bom tempo. Acredito que o valor de eFootball PES 2020 oferecido no Brasil nesta plataforma (R$129,99 na STEAM) é um ponto positivo para os fãs da franquia, somando a toda a qualidade encontrada na versão 2020.

E assim como em todo bom PES, o modo edição está presente permitindo que você crie seus próprios jogadores. Faça as edições que preferir e também edite nomes ou outros detalhes dos jogadores e clubes já existente, o que é ótimo para se fazer com os clubes e jogadores que não estão licenciados pela Konami. Porém vale lembrar que nos modos online as edições são deixadas de lado e o jogo utiliza as informações recebidas pelo servidor, que constam com as atualizações mais recentes recebidas, então nada de tentar botar atributos em 99 pensando que irá funcionar no online. Não vai.

Considerações finais

Em questão gráfica, a evolução na captura facial dos atletas está cada vez mais insana. Temos jogadores que podemos notar em sua face não só detalhes, mas até mesmo a semelhança em suas expressões. Isso demonstra um capricho imenso da equipe que desenvolveu o jogo. O ponto negativo é que essa captura perfeita está apenas nos jogos mais conhecidos ou de equipes com maior expressão. Clubes menores, como os da série B do brasileirão, com muita sorte terão um ou outro jogador com a face bem produzida.

Na parte de som, a equipe responsável pela trilha sonora do título trouxe boas opções musicais para os menus, como sempre faz – vale agora aguardar para ver com o tempo quais ficarão mais marcadas na cabeça do jogador. Efeitos sonoros da partida, como da batida na bola e da torcida se manifestando estão muito bem trabalhados, tal se espera de um jogo de futebol que tem como proposta ser o mais realista possível.

A dupla Milton Leite e Mauro Beting segue nos microfones para narrar e comentar essa versão. Confesso que nunca fui fã de Milton Leite, apesar de muita gente gostar, e preferia o Silvio Luiz, até por toda a mística por detráz dele. Não consigo sentir emoção com a narração, portanto sempre fico desejando que a Konami tentasse buscar novos nomes no mercado nacional. Claro que seria um grande trabalho ter que gravar todas as falas do zero, afinal PES 2020 traz em sua maioria as falas utilizadas em versões anteriores (é mais prático afinal). Só digo que daria uma vida nova ao jogo, porém sei que essa dupla é bem aceita. Sempre há a edição seguinte do jogo para tentar novamente: quem sabe inovar e trazer narradores focados em eSports? Trazer mais gente do jornalismo/entretenimento pra narração como fez a EA? Ou quem sabe uma dobradinha com Galvão Bueno e Neto? Gosto de imaginar isso, e acredito que muitos fãs devam fazer o mesmo.

Para concluir, posso dizer que minha experiência com eFootball PES 2020 foi maravilhosa. Há tempos queria um jogo em que eu não ficasse reparando em seus defeitos, e sim me concentrando no mais importante, que é participar de partidas, torneios e administrar meu time ou minha carreira. Se você é destes que gosta de ter um jogo de futebol para se divertir sozinho ou com os amigos, para poder tirar sarro ao vencer ou ter que ouvir deles ao tomar aquela goleada, essa edição de PES está mais do que recomendada. Por parte da Konami, podemos dizer que estamos em um ano bem servido de futebol virtual.

Galeria

Dando uma nota

Apesar de novidades interessantes, o conteúdo em si não apresenta grande evolução - 8.5
Gráficos no estilo fotorrealismo cada vez melhor, ótimo trabalho de captura de rostos - 9.5
Cânticos da torcida e imersão sonora muito boa - 9.5
Bastante clubes brasileiros e estrangeiros totalmente licenciados, muitos de forma exclusiva - 9.5
Toque de bola refinado, velocidade cadenciada trazendo gameplay muito suave - 9.5
Novo modo de câmera super imersiva, que faz parecer estar assistindo ao jogo na TV - 9.5
Narração em português segue sem inovar, com os mesmos narradores das edições anteriores, sem nada explicitamente novo - 8

9.1

Excelente

eFootball PES 2020 é a melhor versão que a série tem recebido nestes últimos anos. A mudança no título oficial vem para consagrar esse momento, trazendo de volta os modos de jogo que todos adoram, porém melhor refinado. Entrega um belo trabalho de gameplay, mais apurado e intuitivo. Tem muitos times licenciados oficialmente a nível global e uma grande experiência online, justamente para impulsionar o estilo competitivo que um jogo assim pode oferecer. É a fórmula consagrada, mas muito bem aprimorada.

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.