JogandoRapidinhas

Indie World apresenta mais de 20 títulos à caminho do Nintendo Switch

Jogos independentes em foco na mais recente transmissão da Nintendo

Ontem, 17 de março, aconteceu mais uma transmissão online da Nintendo, desta vez a Indie World, apresentando diversos jogos independentes, de estúdios espalhados por todos os cantos do mundo. Títulos que vão chegar ao Nintendo Switch ao longo deste ano. Muitos ainda sem uma data específica, mas com previsões aproximadas.

Dois deles, Exit the Dungeon e Sky Racket foram lançados na ocasião do evento e já estão disponíveis na eshop do console, inclusive na eshop brasileira (aqui e aqui). Vale apontar que Sky Racket é um projeto desenvolvido aqui no Brasil, pela Double Dash Studios. É sempre bacana ver indies brasileiros tendo esse espaço em meio aos demais jogos produzidos mundo afora.

A transmissão completa do Indie World pode ser assistido na íntegra logo abaixo:

Para quem está sem tempo de ver a transmissão, eis a lista dos títulos apresentados:

* lembrando que a primavera nos Estados Unidos acontece entre março, abril e maio, enquanto o verão ocorre em junho, julho e agosto.

Também foram exibidos rápidos spots dos seguintes jogos (todos previstos para 2020 no Switch):

  • Blair Witch from Bloober Team
  • Bounty Battle from Dark Screen Games
  • Dicey Dungeons from Distractionware Limited
  • Ghost of a Tale from SeithCG
  • Sky: Children of the Light from thatgamecompany
  • Superliminal from Pillow Castle
  • Wingspan from Monster Couch

Particularmente, dentre os destaques, vale a pena acompanhar notícias em torno de diversos destes jogos independentes. Talvez valha dar uma atenção maior a títulos como: Exit the Gungeon, que acompanha o universo de Enter the Gungeon; The Last Campfire da galera da Hello Games (No Man’s Sky) que está incrivelmente lindo; outro também que chama muito atenção pelo visual é Baldo, que segue quase uma arte Studio Ghibli, sendo um adventure-action RPG; B.ARK e Sky Rachet também chamam a atenção, tanto pela arte, quando pela pegada shooter arcade; isso também vale para Eldest Souls, um boss rush com ação e adrenalina com uma belíssima pixel art; Superliminal também é um que aguardo ansiosamente por sua vinda aos consoles, sendo um puzzle de perspectiva bem incrível; por fim, Moving Out, também parece ser um multiplayer coop divertidão na pegada de Overcooked. Mas é claro, isso é só uma visão particular minha. São os que mais me chamaram a atenção.

Para encerrar, vale recomendar a página no Twitter @IndieWorldNA para acompanhar as novidades de diversos indies que estão sempre sendo lançados no Nintendo Switch.

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.