AssistindoCinemaPapo Pipoca

Cinema: Seven Pounds [Sete Vidas] – Eu fui!

Warning! Warning!
Risco de Spoiler! Se você é alérgico, não continue!

Você só vai assistir porque é Will Smith.

Até que não é uma coisa ruim, afinal Will Smith é um ator bacana. Sabe interpretar e o público brasileiro parece simpatizar com ele. Sete Vidas não há absolutamente nada de original. Não há uma idéia inédita, um conceito novo ou um roteiro que surpreenda. Na realidade é apenas mais um filme com uma história boa realizada por um ator excelente. É um filme triste, você descobre isso nos 5 primeiros segundos de filme e se você espera que ela fique alegre no andar do roteiro, pode esquecer.

Alias não é a primeira vez que Will Smith na pele de um personagem para por estas situações onde a consciência humana pesa por atos insensatos ou onde vemos o personagem da trama tentando regular sua balança cósmica. Mas eu realmente me pergunto se um ser humano normal, fora da tela, vivendo no mundo real, ao passar por provações assim não consegue se reerguer diante de uma tragédia de tais proporções. Afinal é triste ver uma história onde não há esperança de uma certa forma de ângulo.

Os elementos da trama são bem amarradinhos, o roteirista deixa você saber o fim do filme no começo, não dá para não sacar o que Will Smith planeja, porém os elementos que o levaram a tal situação são contados aos pouquinhos. Nem a esperancinha de final feliz nos 44 minutos do segundo tempo convence. Claro que a performance da atriz Rosaria Dawson está mais do que perfeita, e há momentos que a atriz brilha muito mais que Will.

Porém preciso ressalvar a imbecil idéia de pedir ao dublador brasileiro que faz a voz de Jim Carrey dublar Will Smith. Horrível. Por favor empresas de dublagens nacionais, não façam isso. Ainda mais colocar vozes iguais de atores famosos. Gostaria muito de saber o que aconteceu com o real dublador de Will para que o mesmo não fizesse a dublagem deste filme. Pior ainda é a decisão idiota do Cinemark de Jacareí em exibir um drama de tamanha proporção em versão apenas dublada, já que a produção está anos-luz de ser algo voltado as crianças.

Vá assistir Sete Vidas, mas espere um filme triste e chore em seu fim, pois é pra isso que ele serve.

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios