Jogando

Boing, Boing! LocoRoco: Midnight Carnival: Demo e Review da Gametrailers!

INSANIDADE! Se eu precisasse definir o novo LocoRoco, esta seria a palavra perfeita. Ainda não coloquei as mãos na versão completa, tive acesso apenas ao demo, que pode ser baixado gratuitamente pela PSN do PSP. O demo trás apenas as duas primeiras fases, mais uma fase de treino que beira o absurdo de tão difícil que é. Além disso, eu assisti o review da Gametrailers que reafirma algumas coisas que senti ao jogar o demo.

Esqueça a forma de gameplay das versões anteriores. Midnight Carnival é mais um spin-off e nem ao menos dá para se considerar um jogo completo. Poderia muito bem ser uma expansão de algum game da franquia. Até mesmo a Gametrailers afirma isso. O mapa do game é uma simples seleção de fases e não são muitas fases (16 se entendi direito). Voltando ao gameplay, a novidade mesmo é o power-up “Boing”, que permite ao Loco dar saltos muito maiores do que as versões anteriores do game e também a escalar partes verticais da fase e ter acesso a locais que não daria para chegar na versão tradicional da série. O Boing pode ser ativado a qualquer momento e o ideial é que o jogador fique em “Boing” durante todo o percurso da fase. Exatamente, não pare de pular NUNCA! Isso rende consideráveis pontos combos.

A maior critica da Gametrailers, e preciso concordar com eles, é em relação aos controles. O jogador continua controlando o cenário com o L e o R, porém agora também passa a controlar os “Boings” com os mesmo botões. Isso gera situações realmente frustantes, principalmente para escalar locais, já que você precisa virar o cenário enquanto faz boing, senão o LocoRoco não chega aonde o jogador quer devido ao cenário estar “torcido” para o lado errado. Isso é realmente difícil de se acostumar e frusta um pouco. Senti isso na fase de treino, nas duas primeiras fases, você leva de boa, apesar de ser difícil atingir alguns pontos mais altos das fases justamente por causa desse caos nos botões. Entretanto não consigo imaginar o “Boing” funcionando de outra forma ou outros botões. É uma daqueles situações que não dá pra ser perfeito, então apelaram para deixar tudo realmente difícil.

O bacana é que o joguinho está disponível para download na PSN, sem caixinha desta vez, por apenas U$ 15. Independente se ele é um jogo completo, um spin-off ou extremamente insano, vale a pena adquirir e passar ódio ao encontrar desafios de arrancar o cabelo.

Observação: Uma dica para quem tem PSP e não tem conta na PSN ou não acessa a rede online do PSP. ACESSEM! A loja aumentou e muito nos últimos meses. Há vários temas gratuitos e demos de excelentes jogos. Eu baixei uns 10 este fim de semana, em breve vou comentar sobre eles por aqui. E a biblioteca de os jogos por distribuição via download estão crescendo a cada semana. Já há dezenas de games por lá. São pagos, eu sei, mas os preços realmente parecem que vale à pena para alguns clássicos. Um bom exemplo é Prinny que saiu no primeiro semestre deste ano e está custando U$ 19 via download. Eu só não comprei ainda porque não tenho crédito, mas esse mês devo pegar um cartão da PSN só pra comprar Prinny. Fiquem atendos com a PSN no PSP, com o lançamento da versão GO do portátil da Sony, parece que a empresa vem enchendo ela de bons games com bons preços e muito conteudo. Até mesmo a rede PSP Minis, com jogos exclusivos já está disponível com alguns joguinhos. Dêem uma olhada. 🙂

Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e criador do saudoso (e extinto) Fórum NGM. Tenho 35 anos, sou formato em Direito, e vivo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Gosto de escrever e sempre estou sem tempo.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.