JogandoReflexões & Opiniões

Microsoft não quer o sucessor do Xbox 360 tão cedo?!

A matéria veio do site Guardian.co.uk e trás uma conversa com David Hufford, Diretor sênior de gerenciamento de produto do Xbox. David comenta sobre algumas coisas interessantes. Primeiro ele afirma que a Microsoft não quer neste momento um novo console para substituir o Xbox 360, e que ainda nem estamos na metade da vida do console. Caraca, Xbox 360 vai até 2015? Será?

Para quem não se lembra, o Xbox foi lançado em Novembro de 2005, ou seja, neste ano o console completa 5 anos.  É realmente uma longa jornada para o console. David acredita que um dos méritos desta geração é que é possível agora os consoles serem atualizados com novos softwares e recursos, incluindo hardwares, como o Project Natal, que acabam no final das contas aumentando em anos o tempo de vida útil do console.

Se você for pensar, ele não está errado. Pense o quanto o Xbox 360 mudou desde que foi lançado. A Dashboard evoluiu ao longo dos anos, o sistema de avatares foi criado, o sistema de conquistas foi aperfeiçoado, sistema como Facebook e Twitter foram integrados no console, o sistema de filmes e programas via Netflix  e  Zune vem crescendo a cada ano nos EUA (já que nós somos bloqueados por estarmos no Brasil). É realmente impressionante o status de evolução que não só o Xbox 360, mas todos os consoles atuais, conseguem, apenas com suas atualizações anuais no software dos mesmos. Com certeza isso aumenta a vida útil do console. Mas por quanto tempo?

David também confirma que com o Project Natal sendo lançado no final desde ano, a Microsoft pretende relançar os kits de Xbox 360, para que ele contenha o acessório que permitirá a jogabilidade através de movimentos e reconhecimento de face. Tudo isso porque eles esperam entrar numa nova fase do console, onde irão investir nesse tipo de games.

Realmente não faria sentido abandonar o Xbox 360 neste momento. Mas ainda existe muita gente duvidando da capacidade do Project Natal. Isso só o tempo irá dizer se fará ou não sucesso. Eu estou otimista. O fato da Microsoft ter planos para inclui-lo nos kits dos consoles é importante, pois irá atrair com certeza novos públicos para o console. Só é preciso tomar cuidado de não virar essa coisa nojenta que o Wii se tornou com games bobos e casuais tomando as janelas de lançamentos dos bons games. Só o tempo dirá o que deve acontecer no choque entre hardcore e casual que provavelmente haverá no Xbox 360.

O diretor comenta também que no momento não vêem a necessidade de um upgrade no console para os games em 3D. Ele afirma que Avatar já está no console com tal possibilidade, assim como Scrap Metal (joguinho da Live), que deve ser lançado no segundo trimestre. Nem mesmo um drive de Blu-ray neste momento o diretor acha necessário.

Em parte eu concordo com ele. Estava lendo algumas matérias da CES (Consumer Electronics Show) que aconteceu na semana passada e A Sony não foi a única que veio com essa conversa de games em TV. Havia no evento televisores que portavam games para 3D. Gears of War 2 podia ser jogado na CES com suporte 3D (Veja aqui) graças a um televisor da Samsung que fazia todo o trabalho que supostamente o console deveria fazer. Claro que era uma demonstração, nem tudo ficou perfeito e tal, mas se as TVs poderão futuramente auxiliar nisso, a Microsoft não preciso realmente se preocupar em adaptar tão rápido assim o Xbox 360 para a compatibilidade com games em 3D. Bastaria um update online para o game, que consertasse as falhas que os televisores poderiam não entender? Quem sabe. Estamos realmente longe dessa realidade de milhões de jogadores se preocuparem com isso, afinal, ter uma Tv compatível com o 3D é obrigatório (Leia mais sobre isso aqui).

Agora quanto ao drive de Blu-Ray eu tenho que discordar um pouco. O Blu-Ray vem crescendo assustadoramente ao longo destes anos. Eu tenho até minhas dúvidas se a mídia de DVD irá durar nos EUA mais 5 anos. O que fazer com um console com uma mídia fadada a ser extinta? Acredito sim que um Xbox 360 com um drive de Blu-Ray precisa acontecer nos próximos anos, senão o console começará a ficar defasado. E não é vergonha alguma trocar para o drive mais popular. Esperta foi a Sony que lançou o PS3 desde o início com o console e popularizou o sistema? Com certeza. Nem precisamos no lembrar o fracasso e a vergonha que foi aquele tal de HD-DVD que já foi extinto em 2008, precisamos?

Para encerrar a matéria, David, explica que é muito mais saúdavel para a empresa atualmente, estivar a vida útil do Xbox 360. Ele recorda que a cada nova geração, todas as empresas perdem dinheiro quando novos consoles são lançados. Levam anos até que os mesmo comecem a da lucro. O Xbox 360 mesmo começou em 2009 se não me engano. Sendo assim, faz sentido mesmo continuar por mais alguns anos com o console, sempre alimentando-o com novos recursos e funcionalidades, assim como novos games é claro.

É por isso que a Sony não estava de brincadeira quando disse que o Playstation 3 iria durar mais de 10 anos.  A Microsoft pretendo fazer a mesma coisa com o Xbox 360. O console aguenta até 2015? Halo 4 chega ainda nessa geração? Porque esperar mais 5 anos para ver o que diabos vai acontecer com o Master Chief é sacanagem.

Enfim. Faz sentido que as gerações de consoles daqui para frente durem mais. Particularmente eu até mesmo prefiro assim. Afinal, essa coisa de ficar comprando novos consoles, preocupar com games não compatíveis e blá blá blá é muito chato, ainda mais morando no Brasil, onde os consoles são os olhos da cara. Mas e o Wii da Nintendo? Se a Sony e a Microsoft vão durar até 2015… será que o Wii com seus gráficos de Playstation 2 aguenta também?

Curte do nosso conteúdo? Saiba que é possível ajudar o Portallos!
Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram
(Novidade) Estamos começando, dê uma força: YouTube | Mixer
— Entre e participe do nosso Grupo de Leitores no Facebook!
Seja um apoiador no Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Thiago Machuca

Fundador e editor do Portallos (2008) e do Ponto de Checagem (2014). 32 anos, formato em Direito, vivendo desde sempre no interior de São Paulo (Vale do Paraíba). Casado e já papai. Games, quadrinhos e seriados são uma paixão desde a infância. Em busca de novos apoiadores que curtam estes projetos e a viabilidade deles crescerem!
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.