Jogando

Vive a esperança de ver a Nihon Falcom bem representada nos EUA! XSEED é seu nome! [PSP]

A série Ys nunca foi muito conhecida por aqui, apesar de fazer sucesso no Japão e de ser o carro chefe da Nihon Falcom, que posso dizer, e não sozinha, que é uma das melhores desenvolvedoras de RPGs, embora poucas pessoas fora do Japão sequer reconheçam seu nome. Seus jogos, alguns, ao menos, receberam localizações mais do que duvidosas ao longo dos anos. A Namco Bandai estragou a trilogia Gagharv, da série Legend of Heroes, traduzindo porcamente e sem colocar o menor esforço em sua produção.

A Konami trouxe Ys VI: The Ark of Napishtim (PS2) para os EUA, e fez um trabalho até decente, só para depois estragar tudo ao portá-lo, em parceria com a Hudson, para o PSP, onde ficou com diversos bugs e problemas com quedas da taxa de quadros por segundo. Salvou-se, das localizações da Falcom, apenas Gurumin (PSP), trazido pela Mastiff, e Legacy of Ys: Books I & II (DS), pelas mãos da Atlus. Acontece que o primeiro, apesar de ser bonzinho, não chega perto do nível da série Ys, enquanto que o segundo, muito bem adaptado ao DS pela Atlus e com uma ótima tradução, vai ser totalmente superado por Ys I & II Chronicles (PSP), esse sim um remake impecável dos primeiros dois jogos da série.

Um legado de quase completo desrespeito pelo incrível trabalho de Falcom com seus jogos deixa qualquer fã cético à menção de que outra companhia vai trazê-los ao Ocidente, mas há um bocado de motivos para que nos animemos com a parceria da XSEED com ela. A companhia já conversava com a Falcom antes mesmo de se estabelecer com esse nome, e vai começar trazendo os jogos para PSP, plataforma para a qual a Nihon tem se dedicado exclusivamente nos últimos tempos e que, portanto, tem recebido seus melhores jogos.

O primeiro será Ys Seven, a ser lançado por aqui ainda no verão norte-americano (a Amazon lista a data de 31 de agosto, mas nada for confirmado a respeito disso). O jogo é o primeiro da série a ser feito do zero para o portátil, e vai receber essa incrível edição de colecionador que abre o post. Sua “Premium Edition” virá com um mapa em tecido, um CD com mais de 20 faixas da trilha sonora do game e um livro de 60 páginas de artworks retratando os três jogos da série que a XSEED está trazendo para o PSP nos EUA. O preço é US$ 49,99, US$ 2o a mais do que o valor do jogo sozinho, mas mais barato que qualquer lançamento normal de PS3 ou X360.

Depois, mas ainda este ano, veremos Ys: The Oath in Felghana, remake completíssimo do terceiro jogo da série, Ys III: Wanderers From Ys. E no início do ano que vem será a vez de Ys I & II Chronicles e do primeiro jogo da trilogia Sora no Kiseki (Trails in the Sky, como será chamada aqui), da série Legend of Heroes. O fato da XSEED estar trazendo um SnK pra cá já é, por si só, prova do empenho que colocará nisso. Essa trilogia é conhecida pela imensurável quantidade de textos que seus jogos possuem, e a companhia já admitiu que localizá-la só será possível graças aos “loucos” de dentro e fora da empresa que estão dispostos a dedicar alguns anos de suas vidas para esse projeto.

Mas por que pensar na XSEED Games como a salvadora da pátria? Bom, seus trabalhos anteriores, em termos de localização, estão impecáveis. O recentemente lançado remake de Lunar: The Silver Star (batizado de Lunar: Silver Star Harmony) é o melhor entre todos já feitos. A companhia foi atrás de termos e expressões usadas pela Working Designs (falida empresa responsável pela ótima localização dos primeiros Lunar no Ocidente) há decadas (coisa que a Ubisoft nem se deu ao trabalho de pesquisar ao fazer o terrível Lunar: Dragon Song para DS) e se empenharam em colocar no jogo todo o charme transmitido pela versão original em japonês desse clássico. O resultado de um trabalho bem feito está aí, com o reconhecimento da crítica, que vem dando belas notas a ele.

A XSEED já localizou muitou outros jogos também, alguns bons e outros nem tanto, mas sempre fazendo sua parte muito bem. Na lista vemos coisas como Brave Story: New Traveler, Rune Factory Frontier, Avalon Code, Retro Game Challenge, os recentes Fragile Dreams e The Sky Crawlers: Innocent Aces, entre muitos outros.

É uma questão de, agora, torcer para que os já desiludidos com as falhas tentativas de trazer os trabalhos da Nihon Falcom pra cá de forma fiel aos originais apostem mais uma vez e invistam seu dinheiro nos novos lançametos para PSP. De minha parte, posso dizer que vou comprá-los sem nem mesmo possuir o portátil, mas isso sou eu, obviamente.

Vejam abaixo quatro imagens de cada jogo e, depois do continue, trailers de cada um (tudo nessa ordem: Ys Seven, Ys: The Oath in Felghana e Ys I & II Chronicles). E nossa, concordam comigo que a música do trailer de I & II é extremamente foda? A do Seven é boa também, mas a outra… nossa.

Etiquetas
Isso também pode lhe interessar

Dakini

Viciada em RPGs, sejam eles Final Fantasy e Tales of ou Mass Effect e The Elder Scrolls! Fã incondicional de animês e mangás, e ousem criticar meus favoritos sem bons argumentos! Fora isso, podem me chamar de “a dama dos wallpapers”, hahaha.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Dê uma ajuda ao site simplesmente desabilitando seu Adblock para nosso endereço.